MODO DE AÇÃO CORUS 50 MG

Atualizado em 25/05/2016

CORUS possui como principio ativo losartam, que é um antagonista1 específico de receptor (AT1) da angiotensina II, não-peptídico. Trata-se de um agente antihipertensivo, antagonista1 da angiotensina II, altamente seletivo e que não induz à tosse e não produz hipotensão2 inicial. Diminui a pressão sangüínea3 sem alterar o ritmo circadiano4, a variabilidade da pressão sangüínea3 ou o ritmo do pulso. Não afeta o  clearance de creatinina5, o volume urinário nem a excreção de sódio ou potássio. Quando administrado oralmente, losartam controla e pressão sangüínea3 por 24 horas, sem induzir à hipotensão2 nas primeiras horas de terapia. Isso permite que o produto seja administrado somente uma vez ao dia. Losartam e seu principal metabólito6 ativo bloqueiam os efeitos vasoconstritor e secretor e aldosterona de angiotensina II por bloqueio seletivo da ligação da angiotensina II aos receptores AT 1 . encontrados em vários tecidos. Estudos  in vitro demonstram que losartam é um inibidor competitivo do receptor AT e reversível. Losartam e seu metabólito6 principal não inibem a enzima7 conversora de angiotensina (ECA), nem se ligam ou bloqueiam outros receptores hormonais8 ou canais iônicos, conhecidos como importantes na regulação do sistema cardiovascular9. Atualmente se dispõe de agentes capazes de modificar a atividade do sistema renina-angiotensina. Espironolactona, um antagonista1 da aldosterona é um desses agentes e é usado especialmente como diurético10 moderador do potássio. Captoprila, enalapril e lisinopril são os antagonistas da enzima7 conversora da angiotensina e ocupam um lugar indiscutível no tratamento da hipertensão11. Não obstante, losartam pode bloquear de uma forma mais direta o sistema renina-angiotensina do que os inibidores da ECA.

Antes de consumir qualquer medicamento, consulte seu médico (http://www.catalogo.med.br).

Complementos

1 Antagonista: 1. Opositor. 2. Adversário. 3. Em anatomia geral, que ou o que, numa mesma região anatômica ou função fisiológica, trabalha em sentido contrário (diz-se de músculo). 4. Em medicina, que realiza movimento contrário ou oposto a outro (diz-se de músculo). 5. Em farmácia, que ou o que tende a anular a ação de outro agente (diz-se de agente, medicamento etc.). Agem como bloqueadores de receptores. 6. Em odontologia, que se articula em oposição (diz-se de ou qualquer dente em relação ao da maxila oposta).
2 Hipotensão: Pressão sanguínea baixa ou queda repentina na pressão sanguínea. A hipotensão pode ocorrer quando uma pessoa muda rapidamente de uma posição sentada ou deitada para a posição de pé, causando vertigem ou desmaio.
3 Pressão sangüínea: Força exercida pelo sangue arterial por unidade de área da parede arterial. É expressa como uma razão (Exemplo: 120/80, lê-se 120 por 80). O primeiro número é a pressão sistólica ou pressão máxima. E o segundo número é a presão diastólica ou mínima.
4 Ritmo circadiano: Também conhecido como ciclo circadiano, o ritmo circadiano representa o período de um dia (24 horas) no qual se completam as atividades do ciclo biológico dos seres vivos. Uma das funções deste sistema é o ajuste do relógio biológico, controlando o sono e o apetite. Através de um marca-passo interno que se encontra no cérebro, o ritmo circadiano regula tanto os ritmos materiais quanto os psicológicos, o que pode influenciar em atividade como: digestão em vigília, renovação de células e controle de temperatura corporal.
5 Creatinina: Produto residual das proteínas da dieta e dos músculos do corpo. É excretada do organismo pelos rins. Uma vez que as doenças renais progridem, o nível de creatinina aumenta no sangue.
6 Metabólito: Qualquer composto intermediário das reações enzimáticas do metabolismo.
7 Enzima: Proteína produzida pelo organismo que gera uma reação química. Por exemplo, as enzimas produzidas pelo intestino que ajudam no processo digestivo.
8 Receptores hormonais: São proteínas que se ligam aos hormônios circulantes, mediando seus efeitos nas células. Os mais estudados em tumores de mama são os receptores de estrogênio e os receptores de progesterona, por exemplo.
9 Sistema cardiovascular: O sistema cardiovascular ou sistema circulatório sanguíneo é formado por um circuito fechado de tubos (artérias, veias e capilares) dentro dos quais circula o sangue e por um órgão central, o coração, que atua como bomba. Ele move o sangue através dos vasos sanguíneos e distribui substâncias por todo o organismo.
10 Diurético: Grupo de fármacos que atuam no rim, aumentando o volume e o grau de diluição da urina. Eles depletam os níveis de água e cloreto de sódio sangüíneos. São usados no tratamento da hipertensão arterial, insuficiência renal, insuficiência cardiaca ou cirrose do fígado. Há dois tipos de diuréticos, os que atuam diretamente nos túbulos renais, modificando a sua atividade secretora e absorvente; e aqueles que modificam o conteúdo do filtrado glomerular, dificultando indiretamente a reabsorção da água e sal.
11 Hipertensão: Condição presente quando o sangue flui através dos vasos com força maior que a normal. Também chamada de pressão alta. Hipertensão pode causar esforço cardíaco, dano aos vasos sangüíneos e aumento do risco de um ataque cardíaco, derrame ou acidente vascular cerebral, além de problemas renais e morte.

Tem alguma dúvida sobre MODO DE AÇÃO CORUS 50 MG?

Pergunte diretamente a um especialista

Sua pergunta será enviada aos especialistas do CatalogoMed, veja as dúvidas já respondidas.