POSOLOGIA E MODO DE USAR MINILAX

Atualizado em 28/05/2016

Aplica-se por via retal, todo o conteúdo de uma bisnaga individual.
Quando necessário poderão ser aplicadas 2 doses, simultaneamente, especialmente em
fecaloma. Com pressão firme, inserir suavemente a cânula, comprimir a bisnaga, até ser
expelido o conteúdo (antes corte a ponta da cânula conforme o desenho).

Tolerabilidade: Este produto é muito bem tolerado, inclusive em uso repetido ao contrário dos laxativos1 comuns que podem acarretar irritações intestinais, e as vezes favorecem a instalação de diarréias graves ou ainda as lavagens que acarretam acidentes desagradáveis ou mesmo graves, como queda de pressão arterial2 e estados lipotímicos.

VENDA SEM RECEITUÁRIO MÉDICO.

SIGA CORRETAMANTE O MODO DE USAR. AO PERSISITIREM OS SINTOMAS3, O MÉDICO DEVERÁ SER CONSULTADO.

Antes de consumir qualquer medicamento, consulte seu médico (http://www.catalogo.med.br).

Complementos

1 Laxativos: Mesmo que laxantes. Que laxa, afrouxa, dilata. Medicamentos que tratam da constipação intestinal; purgantes, purgativos, solutivos.
2 Pressão arterial: A relação que define a pressão arterial é o produto do fluxo sanguíneo pela resistência. Considerando-se a circulação como um todo, o fluxo total é denominado débito cardíaco, enquanto a resistência é denominada de resistência vascular periférica total.
3 Sintomas: Alterações da percepção normal que uma pessoa tem de seu próprio corpo, do seu metabolismo, de suas sensações, podendo ou não ser um indício de doença. Os sintomas são as queixas relatadas pelo paciente mas que só ele consegue perceber. Sintomas são subjetivos, sujeitos à interpretação pessoal. A variabilidade descritiva dos sintomas varia em função da cultura do indivíduo, assim como da valorização que cada pessoa dá às suas próprias percepções.

Tem alguma dúvida sobre POSOLOGIA E MODO DE USAR MINILAX?

Pergunte diretamente a um especialista

Sua pergunta será enviada aos especialistas do CatalogoMed, veja as dúvidas já respondidas.