INTERAÇÕES MEDICAMENTOSAS LONGACTIL 25MG-50 AP. 5ML

Atualizado em 28/05/2016
Associações Desaconselháveis:Álcool: Aumenta o efeito sedativo dos neurolépticos1. A alteração da vigilância pode ser perigosa para a condução de veículos e utilização de máquinas. Evitar ingerir bebidas alcoólicas ou medicamentos que contenham álcool.
Levodopa: Antagonismo recíproco da levodopa e dos neurolépticos1. Em caso de tratamento com neurolépticos1, não tratar a síndrome2 extrapiramidal com levodopa, pois ocorre inibição e perda da atividade dos neurolépticos1. Em tratamento de parkinsonismo com levodopa, se houver a necessidade de administrar neuroléptico3, utilizar de preferência aqueles que causam poucos efeitos piramidais como a clorpromazina ou a levomepromazina.
Guanitidina e derivados: Inibição do efeito anti-hipertensor da guanitidina. Utilizar outro anti-hipertensor.
Lítio: Síndrome2 confusional às vezes com aumento rápido da litemia.
Associações que necessitam cuidados:
Antidiabéticos: Altas posologias (100 mg/dia de clorpromazina) elevam a glicemia4. Prevenir o paciente e reforçar a vigilância sangüínea e urinária. Adaptar eventualmente a posologia do antidiabético durante o tratamento com os neurolépticos1 e após o seu término.
Sais, óxidos e hidróxidos de magnésio, alumínio e de cálcio (gastrointestinais tópicos): diminuem a absorção digestiva dos neurolépticos1 fenotiazínicos. Tomar os gastrointestinais tópicos, longe dos neurolépticos1 fenotiazínicos (aproximadamente 2 horas após, se possível)
Associações que merecem atenção:
Anti-hipertensores: O efeito anti-hipertensor e risco de aumento de hipotensão5 ortostática (efeito aditivo).
Outros depressores do sistema nervoso central6: derivados morfínicos (analgésicos7 e antitussígenos, a maioria dos anti-histamínicos H1 , barbitúricos, benzodiazepínicos, ansiolíticos que não os benzodiazepínicos, clonidina e derivados. O aumento da depressão central tem conseqüências importantes, notadamente na condução de veículos e utilização de máquinas.
Atropina e outras substâncias atropínicas: Antidepressores imipramínicos, a maioria dos anti-histamínicos H1 , antiparkinsonianos anticolinérgicos, antiespasmódicos atropínicos e disopiramida. O aumento dos efeitos indesejáveis atropínicos do tipo, retenção urinária8, constipação9, secura na boca10.
Inibidores da enzima11 de conversão: Efeito anti-hipertensor e risco de aumento de hipotensão5 ortostática (efeito aditivo).
Antes de consumir qualquer medicamento, consulte seu médico (http://www.catalogo.med.br).

Complementos

1 Neurolépticos: Medicamento que exerce ação calmante sobre o sistema nervoso, tranquilizante, psicoléptico.
2 Síndrome: Conjunto de sinais e sintomas que se encontram associados a uma entidade conhecida ou não.
3 Neuroléptico: Medicamento que exerce ação calmante sobre o sistema nervoso, tranquilizante, psicoléptico.
4 Glicemia: Valor de concentração da glicose do sangue. Seus valores normais oscilam entre 70 e 110 miligramas por decilitro de sangue (mg/dl).
5 Hipotensão: Pressão sanguínea baixa ou queda repentina na pressão sanguínea. A hipotensão pode ocorrer quando uma pessoa muda rapidamente de uma posição sentada ou deitada para a posição de pé, causando vertigem ou desmaio.
6 Sistema Nervoso Central: Principais órgãos processadores de informação do sistema nervoso, compreendendo cérebro, medula espinhal e meninges.
7 Analgésicos: Grupo de medicamentos usados para aliviar a dor. As drogas analgésicas incluem os antiinflamatórios não-esteróides (AINE), tais como os salicilatos, drogas narcóticas como a morfina e drogas sintéticas com propriedades narcóticas, como o tramadol.
8 Retenção urinária: É um problema de esvaziamento da bexiga causado por diferentes condições. Normalmente, o ato miccional pode ser iniciado voluntariamente e a bexiga se esvazia por completo. Retenção urinária é a retenção anormal de urina na bexiga.
9 Constipação: Retardo ou dificuldade nas defecações, suficiente para causar desconforto significativo para a pessoa. Pode significar que as fezes são duras, difíceis de serem expelidas ou infreqüentes (evacuações inferiores a três vezes por semana), ou ainda a sensação de esvaziamento retal incompleto, após as defecações.
10 Boca: Cavidade oral ovalada (localizada no ápice do trato digestivo) composta de duas partes
11 Enzima: Proteína produzida pelo organismo que gera uma reação química. Por exemplo, as enzimas produzidas pelo intestino que ajudam no processo digestivo.

Tem alguma dúvida sobre INTERAÇÕES MEDICAMENTOSAS LONGACTIL 25MG-50 AP. 5ML?

Pergunte diretamente a um especialista

Sua pergunta será enviada aos especialistas do CatalogoMed, veja as dúvidas já respondidas.