POSOLOGIA E ADMINISTRAÇÃO BIOPAXEL

Atualizado em 28/05/2016
Nota: recomenda-se evitar o contato do concentrado com equipamentosou recipientes que contenham PVC, a fim de diminuir
a exposição dos pacientes ao di(2-etil-hexil)ftalato (DEHP), que
pode se desprender do material constituído por PVC. O produto
diluído deve ser armazenado em recipientes de vidro, polipropileno
ou poliolefina e deve ser administrado através de
material de polietileno. A administração deve ser feita por um
filtro adequado com membrana de microporos menores ou
iguais a 0,22 micron.
Preparação e administração: É recomendado o uso de luvas
no manuseio do medicamento. Se a solução do medicamento
tocar a pele1, lave-a imediatamente com água e sabão. Caso
toque as mucosas2, lave intensamente com água. Deve-se evitar
o extravasamento da medicação, pois pode causar danos teciduais
de grau moderado. Pode ser infundido em 3 ou 24 horas,
dependendo do esquema terapêutico. O produto deve ser diluído
antes da infusão. A diluição deve ser feita em solução injetável
de cloreto de sódio a 0,9%, solução glicosada a 5% ou
solução de Ringer a 5% de glicose3. As soluções são física e quimicamente
estáveis por até 27 horas em temperatura ambiente
(aproximadamente 25°C) e em condições normais de iluminação.
Após a diluição, as preparações podem parecer turvas,
o que é atribuído ao veículo utilizado.
Pré-medicação: Todos os pacientes devem ser medicados
anteriormente à administração de BIOPAXEL (Paclitaxel), a
fim de prevenir reações de hipersensibilidade graves. Tal medicação
pode ser constituída por dexametasona 20 mg (VO),
administrada aproximadamente 12 e 6 horas antes do BIOPAXEL
(Paclitaxel); difenidramina (ou equivalente) 50 mg (IV),
30 a 60 minutos antes do BIOPAXEL (Paclitaxel) e cimetidina
(300 mg) ou ranitidina (50 mg) (IV), 30 a 60 minutos antes do
BIOPAXEL (Paclitaxel). O uso de efedrina também tem sido
recomendado.
Dosagem: A dose deste produto recomendada para pacientes4
com carcinoma5 de ovário6 previamente tratados com quimioterapia7:
135 mg/m2 ou 175 mg/m2, com administração intravenosa,
por 3 horas, a cada três semanas.
Para o tratamento de carcinoma5 de mama8 metastático: 175
mg/m2, com infusão intravenosa, por 3 horas, a cada três
semanas. Para o tratamento de câncer9 de mama8 nódulopositivo:
175 mg/m2, com infusão intravenosa, por 3 horas, a
cada três semanas por 4 ciclos em seqüência a uma associação
quimioterápica com doxorrubicina.
A administração do BIOPAXEL (Paclitaxel) não deve ser repetida
enquanto a contagem de neutrófilos10 for inferior a 1.500
células11/mm3 e a de plaquetas12 menor que 100.000 células11/mm3.
Pacientes que tenham apresentado neutropenia13 ou neuropatia14
periférica grave devem ter uma redução de 20% na dose de
BIOPAXEL (Paclitaxel) nos demais ciclos.
Os dados disponíveis até o momento não indicam a necessidade
de ajuste de dose em pacientes com insuficiência renal15,
porém um estudo farmacodinâmico de fase I sugere a redução
da dose em pacientes com insuficiência hepática16 subclínica.
A dose e a eficácia do BIOPAXEL (Paclitaxel) em pacientes
pediátricos não foram estabelecidas.
Estabilidade: O produto é estável até a data de validade indicada
na embalagem, quando armazenado em temperatura ambiente
em sua embalagem original. O congelamento não afeta
o produto. A refrigeração pode precipitar alguns componentes
do medicamento, mas estes irão dissolver quando em temperatura
ambiente com pouca ou nenhuma agitação. Se a solução
permanecer turva ou com algum precipitado insolúvel, esta
deve ser desprezada.
Antes de consumir qualquer medicamento, consulte seu médico (http://www.catalogo.med.br).

Complementos

1 Pele: Camada externa do corpo, que o protege do meio ambiente. Composta por DERME e EPIDERME.
2 Mucosas: Tipo de membranas, umidificadas por secreções glandulares, que recobrem cavidades orgânicas em contato direto ou indireto com o meio exterior.
3 Glicose: Uma das formas mais simples de açúcar.
4 Para pacientes: Você pode utilizar este texto livremente com seus pacientes, inclusive alterando-o, de acordo com a sua prática e experiência. Conheça todos os materiais Para Pacientes disponíveis para auxiliar, educar e esclarecer seus pacientes, colaborando para a melhoria da relação médico-paciente, reunidos no canal Para Pacientes . As informações contidas neste texto são baseadas em uma compilação feita pela equipe médica da Centralx. Você deve checar e confirmar as informações e divulgá-las para seus pacientes de acordo com seus conhecimentos médicos.
5 Carcinoma: Tumor maligno ou câncer, derivado do tecido epitelial.
6 Ovário: Órgão reprodutor (GÔNADAS) feminino. Nos vertebrados, o ovário contém duas partes funcionais Sinônimos: Ovários
7 Quimioterapia: Método que utiliza compostos químicos, chamados quimioterápicos, no tratamento de doenças causadas por agentes biológicos. Quando aplicada ao câncer, a quimioterapia é chamada de quimioterapia antineoplásica ou quimioterapia antiblástica.
8 Mama: Em humanos, uma das regiões pareadas na porção anterior do TÓRAX. As mamas consistem das GLÂNDULAS MAMÁRIAS, PELE, MÚSCULOS, TECIDO ADIPOSO e os TECIDOS CONJUNTIVOS.
9 Câncer: Crescimento anormal de um tecido celular capaz de invadir outros órgãos localmente ou à distância (metástases).
10 Neutrófilos: Leucócitos granulares que apresentam um núcleo composto de três a cinco lóbulos conectados por filamenos delgados de cromatina. O citoplasma contém grânulos finos e inconspícuos que coram-se com corantes neutros.
11 Células: Unidades (ou subunidades) funcionais e estruturais fundamentais dos organismos vivos. São compostas de CITOPLASMA (com várias ORGANELAS) e limitadas por uma MEMBRANA CELULAR.
12 Plaquetas: Elemento do sangue (não é uma célula porque não apresenta núcleo) produzido na medula óssea, cuja principal função é participar da coagulação do sangue através da formação de conglomerados que tamponam o escape do sangue por uma lesão em um vaso sangüíneo.
13 Neutropenia: Queda no número de neutrófilos no sangue abaixo de 1000 por milímetro cúbico. Esta é a cifra considerada mínima para manter um sistema imunológico funcionando adequadamente contra os agentes infecciosos mais freqüentes. Quando uma pessoa neutropênica apresenta febre, constitui-se uma situação de 밻mergência infecciosa.
14 Neuropatia: Doença do sistema nervoso. As três principais formas de neuropatia em pessoas diabéticas são a neuropatia periférica, neuropatia autonômica e mononeuropatia. A forma mais comum é a neuropatia periférica, que afeta principalmente pernas e pés.
15 Insuficiência renal: Condição crônica na qual o corpo retém líquido e excretas pois os rins não são mais capazes de trabalhar apropriadamente. Uma pessoa com insuficiência renal necessita de diálise ou transplante renal.
16 Insuficiência hepática: Deterioração grave da função hepática. Pode ser decorrente de hepatite viral, cirrose e hepatopatia alcoólica (lesão hepática devido ao consumo de álcool) ou medicamentosa (causada por medicamentos como, por exemplo, o acetaminofeno). Para que uma insuficiência hepática ocorra, deve haver uma lesão de grande porção do fígado.

Tem alguma dvida sobre POSOLOGIA E ADMINISTRAÇÃO BIOPAXEL?

Pergunte diretamente a um especialista

Sua pergunta ser enviada aos especialistas do CatalogoMed, veja as dvidas j respondidas.