PRECAUÇÕES PENTALAC

Atualizado em 28/05/2016
O xarope de lactulose possui pequenas quantidades de galactose1, lactose2 e frutose3. Portanto, pacientes intolerantes a esses açúcares ou diabéticos somente devem utilizar a lactulose com orientação médica.Os níveis séricos de eletrólitos4 (potássio, sódio, cloreto) devem ser monitorados em pacientes idosos e debilitados que estejam em tratamento com a lactulose por período superior a seis meses.
O uso de laxantes5 em crianças somente deve ser realizado com orientação médica, após o diagnóstico6 eliminar a possibilidade dos sintomas7 estarem associados a outras patologias.
No início do tratamento da encefalopatia8 hepática9 não é recomendável o uso associado da lactulose com outros laxantes5, pois a ação resultante pode induzir uma utilização de dose inadequada de lactulose.
Gravidez10: estudos realizados com a lactulose em animais não demonstraram potencial teratogênico11. No entanto, como não há estudos clínicos adequados com a utilização do fármaco12 na gestação humana, a lactulose somente deve ser administrada durante a gravidez10 se os benefícios justificarem os potenciais riscos para o feto13. O tratamento deve ser realizado sob criteriosa avaliação e estrito acompanhamento médico.
Lactação14: devido à baixa absorção da lactulose, o medicamento pode ser utilizado durante a amamentação15.
Interferência com exames laboratoriais: a administração prolongada ou de doses elevadas de lactulose pode elevar a concentração sangüínea de glicose16 e diminuir os níveis plasmáticos de potássio.
Antes de consumir qualquer medicamento, consulte seu médico (http://www.catalogo.med.br).

Complementos

1 Galactose: 1. Produção de leite pela glândula mamária. 2. Monossacarídeo usualmente encontrado em oligossacarídeos de origem vegetal e animal e em polissacarídeos, usado em síntese orgânica e, em medicina, no auxílio ao diagnóstico da função hepática.
2 Lactose: Tipo de glicídio que possui ligação glicosídica. É o açúcar encontrado no leite e seus derivados. A lactose é formada por dois carboidratos menores, chamados monossacarídeos, a glicose e a galactose, sendo, portanto, um dissacarídeo.
3 Frutose: Açúcar encontrado naturalmente em frutas e mel. A frutose encontrada em alimentos processados é derivada do milho. Contém quatro calorias por grama.
4 Eletrólitos: Em eletricidade, é um condutor elétrico de natureza líquida ou sólida, no qual cargas são transportadas por meio de íons. Em química, é uma substância que dissolvida em água se torna condutora de corrente elétrica.
5 Laxantes: Medicamentos que tratam da constipação intestinal; purgantes, purgativos, solutivos.
6 Diagnóstico: Determinação de uma doença a partir dos seus sinais e sintomas.
7 Sintomas: Alterações da percepção normal que uma pessoa tem de seu próprio corpo, do seu metabolismo, de suas sensações, podendo ou não ser um indício de doença. Os sintomas são as queixas relatadas pelo paciente mas que só ele consegue perceber. Sintomas são subjetivos, sujeitos à interpretação pessoal. A variabilidade descritiva dos sintomas varia em função da cultura do indivíduo, assim como da valorização que cada pessoa dá às suas próprias percepções.
8 Encefalopatia: Qualquer patologia do encéfalo. O encéfalo é um conjunto que engloba o tronco cerebral, o cerebelo e o cérebro.
9 Hepática: Relativa a ou que forma, constitui ou faz parte do fígado.
10 Gravidez: Condição de ter um embrião ou feto em desenvolvimento no trato reprodutivo feminino após a união de ovo e espermatozóide.
11 Teratogênico: Agente teratogênico ou teratógeno é tudo aquilo capaz de produzir dano ao embrião ou feto durante a gravidez. Estes danos podem se refletir como perda da gestação, malformações ou alterações funcionais ou ainda distúrbios neurocomportamentais, como retardo mental.
12 Fármaco: Qualquer produto ou preparado farmacêutico; medicamento.
13 Feto: Filhote por nascer de um mamífero vivíparo no período pós-embrionário, depois que as principais estruturas foram delineadas. Em humanos, do filhote por nascer vai do final da oitava semana após a CONCEPÇÃO até o NASCIMENTO, diferente do EMBRIÃO DE MAMÍFERO prematuro.
14 Lactação: Fenômeno fisiológico neuro-endócrino (hormonal) de produção de leite materno pela puérpera no pós-parto; independente dela estar ou não amamentando.Toda mulher após o parto tem produção de leite - lactação; mas, infelizmente nem todas amamentam.
15 Amamentação: Ato da nutriz dar o peito e o lactente mamá-lo diretamente. É um fenômeno psico-sócio-cultural. Dar de mamar a; criar ao peito; aleitar; lactar... A amamentação é uma forma de aleitamento, mas há outras formas.
16 Glicose: Uma das formas mais simples de açúcar.

Tem alguma dvida sobre PRECAUÇÕES PENTALAC?

Pergunte diretamente a um especialista

Sua pergunta ser enviada aos especialistas do CatalogoMed, veja as dvidas j respondidas.