INFORMAÇÕES TÉCNICAS APLAUSE

Atualizado em 28/05/2016

Partes utilizadas da planta: rizoma e raiz.

Características químicas e farmacológicas

Farmacocinética: não há nenhum dado da Cimicifuga racemosa L. ou de seus ingredientes ativos quanto à farmacocinética .

Farmacodinâmica: os efeitos endócrinos dos extratos de Cimicifuga racemosa L. que ocorrem principalmente na hipófise1, foram investigados in vitro, em ratos ovariectomizados e em pacientes com queixas da Menopausa2. Ao contrário dos estrógenos, que afetam FSH, LH e prolactina3, a Cimicifuga racemosa L. reduziu apenas os níveis séricos de LH.

Existe uma hipótese de que a Cimicifuga racemosa L. atue como modulador seletivo dos receptores de estrógeno4 no SNC5 e tecido ósseo6.

Os componentes da Cimicifuga racemosa L., derivados dos triterpenos e flavonas, atuam tanto no Hipotálamo7 como nos centros vasomotores para produzir benefícios na Menopausa2.

Existem pelo menos três tipos diferentes de compostos ativos atuando sinergisticamente no extrato de Cimicifuga racemosa L.: constituintes que não se ligam aos receptores de estrógeno4, mas que suprimem a secreção de LH; constituintes que se ligam aos receptores de estrógeno4 e inibem a secreção de LH; constituintes que se ligam aos receptores de estrógeno4, mas não inibem LH.

Outros estudos in vivo e in vitro indicam um efeito dopaminérgico.

O extrato de Cimicifuga racemosa L. diminui a temperatura corporal de camundongos, prolonga o tempo de sono induzido pela Ketamina, assim como diminui a secreção de prolactina3 pela Hipófise1. Esses efeitos podem ser antagonizados por antagonistas dos receptores dopaminérgicos

Antes de consumir qualquer medicamento, consulte seu médico (http://www.catalogo.med.br).

Complementos

1 Hipófise:
2 Menopausa: Estado fisiológico caracterizado pela interrupção dos ciclos menstruais normais, acompanhada de alterações hormonais em mulheres após os 45 anos.
3 Prolactina: Hormônio secretado pela adeno-hipófise. Estimula a produção de leite pelas glândulas mamárias. O aumento de produção da prolactina provoca a hiperprolactinemia, podendo causar alteração menstrual e infertilidade nas mulheres. No homem, gera impotência sexual (por prejudicar a produção de testosterona) e ginecomastia (aumento das mamas).
4 Estrógeno: Grupo hormonal produzido principalmente pelos ovários e responsáveis por numerosas ações no organismo feminino (indução da primeira fase do ciclo menstrual, desenvolvimento dos ductos mamários, distribuição corporal do tecido adiposo em um padrão feminino, etc.).
5 SNC: Principais órgãos processadores de informação do sistema nervoso, compreendendo cérebro, medula espinhal e meninges.
6 Tecido Ósseo: TECIDO CONJUNTIVO especializado, principal constituinte do ESQUELETO. O componente celular básico (principle) do osso é constituído por OSTEOBLASTOS, OSTEÓCITOS e OSTEOCLASTOS, enquanto COLÁGENOS FIBRILARES e cristais de hidroxiapatita formam a MATRIZ ÓSSEA.
7 Hipotálamo: Parte ventral do diencéfalo extendendo-se da região do quiasma óptico à borda caudal dos corpos mamilares, formando as paredes lateral e inferior do terceiro ventrículo.

Tem alguma dúvida sobre INFORMAÇÕES TÉCNICAS APLAUSE?

Pergunte diretamente a um especialista

Sua pergunta será enviada aos especialistas do CatalogoMed, veja as dúvidas já respondidas.