ADVERTÊNCIAS PANTOGAR

Atualizado em 28/05/2016
Gerais
Uma vez que a formação dos cabelos ocorre lentamente, é importante tomar pantogar® regularmente na dose prescrita por um período de 3 a 6 meses para garantir o sucesso do tratamento. pantogar®  não é indicado para alopécia1 cicatricial ou androgenética/convencional (calvície2 masculina). Entretanto, nestes casos, pantogar® pode fortalecer os cabelos remanescentes.
Se os sintomas3 persistirem ou se o objetivo do tratamento não for alcançado, o paciente deve ser orientado a procurar o médico.
Este medicamento deve ser administrado somente pela via recomendada para evitar riscos desnecessários.
Gravidez4 - Recomenda-se que pantogar® seja utilizado apenas na segunda metade da gestação. Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica ou do cirurgião-dentista.
Lactação5 - Não são conhecidas restrições para o uso do produto durante a lactação5.
Pediatria - Não se recomenda o uso do produto por crianças menores de 12 anos de idade, uma vez que não foram realizados estudos específicos para esta faixa etária.
Geriatria (idosos) - Não são conhecidas restrições para o uso do produto por pacientes idosos.
Insuficiência renal6/hepática7 - Não são conhecidas restrições para o uso do produto por pacientes com insuficiência renal6 ou hepática7.
Grupos de risco: Recomenda-se que pantogar® seja usado apenas na segunda metade da gestação. Não se recomenda o uso de pantogar® em crianças com menos de 12 anos de idade. Para os demais grupos de risco (lactação5, geriatria, insuficiência renal6/hepática7) não são conhecidas restrições para seu uso.
Antes de consumir qualquer medicamento, consulte seu médico (http://www.catalogo.med.br).

Complementos

1 Alopécia: Redução parcial ou total de pêlos ou cabelos em uma determinada área de pele. Ela apresenta várias causas, podendo ter evolução progressiva, resolução espontânea ou ser controlada com tratamento médico. Quando afeta todos os pêlos do corpo, é chamada de alopécia universal.
2 Calvície: Também chamada de alopécia androgenética é uma manifestação fisiológica que ocorre em indivíduos geneticamente predispostos, sendo que a herança genética pode vir do lado paterno ou materno. É resultado da estimulação dos folículos pilosos por hormônios masculinos que começam a ser produzidos na adolescência (testosterona). Ao atingir o couro cabeludo de pacientes com tendência genética para a calvície, a testosterona sofre a ação de uma enzima, a 5-alfa-redutase, e é transformada em diidrotestosterona (DHT). É a DHT que vai agir sobre os folículos pilosos promovendo a sua diminuição progressiva. O resultado final deste processo de diminuição e afinamento dos fios de cabelo é a calvície.
3 Sintomas: Alterações da percepção normal que uma pessoa tem de seu próprio corpo, do seu metabolismo, de suas sensações, podendo ou não ser um indício de doença. Os sintomas são as queixas relatadas pelo paciente mas que só ele consegue perceber. Sintomas são subjetivos, sujeitos à interpretação pessoal. A variabilidade descritiva dos sintomas varia em função da cultura do indivíduo, assim como da valorização que cada pessoa dá às suas próprias percepções.
4 Gravidez: Condição de ter um embrião ou feto em desenvolvimento no trato reprodutivo feminino após a união de ovo e espermatozóide.
5 Lactação: Fenômeno fisiológico neuro-endócrino (hormonal) de produção de leite materno pela puérpera no pós-parto; independente dela estar ou não amamentando.Toda mulher após o parto tem produção de leite - lactação; mas, infelizmente nem todas amamentam.
6 Insuficiência renal: Condição crônica na qual o corpo retém líquido e excretas pois os rins não são mais capazes de trabalhar apropriadamente. Uma pessoa com insuficiência renal necessita de diálise ou transplante renal.
7 Hepática: Relativa a ou que forma, constitui ou faz parte do fígado.

Tem alguma dúvida sobre ADVERTÊNCIAS PANTOGAR?

Pergunte diretamente a um especialista

Sua pergunta será enviada aos especialistas do CatalogoMed, veja as dúvidas já respondidas.