ADVERTÊNCIAS ROXETIN

Atualizado em 28/05/2016
Roxetin (cloridrato de paroxetina) não deve ser usado em combinação com inibidores da monoaminoxidase1 (MAO2) ou dentro de 2 semanas após o término do tratamento com este tipo de substância; portanto o tratamento deve ser iniciado com cautela e a dose deve ser aumentada gradualmente até que a resposta ótima seja atingida.Os inibidores da MAO2 não devem ser administrados durante 2 semanas após o término do tratamento com Roxetin (cloridrato de paroxetina).
Em pacientes que receberam inibidores da recaptação de serotonina em combinação com inibidores da monoaminoxidase1 (MAO2), foram registradas reações graves, as vezes fatais, incluindo hipertermia, rigidez, mioclono, instabilidade autonômica com possível flutuação rápida dos sinais vitais3 e alterações do estado mental, que incluem agitação extrema progredindo para o delírio4 e coma5.
Antes de consumir qualquer medicamento, consulte seu médico (http://www.catalogo.med.br).

Complementos

1 Inibidores da monoaminoxidase: Tipo de antidepressivo que inibe a enzima monoaminoxidase (ou MAO), hoje usado geralmente como droga de terceira linha para a depressão devido às restrições dietéticas e ao uso de certos medicamentos que seu uso impõe. Deve ser considerada droga de primeira escolha no tratamento da depressão atípica (com sensibilidade à rejeição) ou agente útil no distúrbio do pânico e na depressão refratária. Pode causar hipotensão ortostática e efeitos simpaticomiméticos tais como taquicardia, suores e tremores. Náusea, insônia (associada à intensa sonolência à tarde) e disfunção sexual são comuns. Os efeitos sobre o sistema nervoso central incluem agitação e psicoses tóxicas. O término da terapia com inibidores da MAO pode estar associado à ansiedade, agitação, desaceleração cognitiva e dor de cabeça, por isso sua retirada deve ser muito gradual e orientada por um médico psiquiatra.
2 Mão: Articulação entre os ossos do metacarpo e as falanges.
3 Sinais vitais: Conjunto de variáveis fisiológicas que são pressão arterial, freqüência cardíaca, freqüência respiratória e temperatura corporal.
4 Delírio: Delirio é uma crença sem evidência, acompanhada de uma excepcional convicção irrefutável pelo argumento lógico. Ele se dá com plena lucidez de consciência e não há fatores orgânicos.
5 Coma: 1. Alteração do estado normal de consciência caracterizado pela falta de abertura ocular e diminuição ou ausência de resposta a estímulos externos. Pode ser reversível ou evoluir para a morte. 2. Presente do subjuntivo ou imperativo do verbo “comer.“

Tem alguma dúvida sobre ADVERTÊNCIAS ROXETIN?

Pergunte diretamente a um especialista

Sua pergunta será enviada aos especialistas do CatalogoMed, veja as dúvidas já respondidas.