ADVERTÊNCIAS SOLUÇÃO DE RINGER COM LACTATO - BOLSA

Atualizado em 28/05/2016

Soluções contendo íons1 de cálcio não devem ser administradas simultaneamente no mesmo local da infusão sanguínea devido ao risco de coagulação2. Nem mesmo com medicamentos os quais haja a possibilidade de formação de sais de cálcio precipitados.

A solução de ringer com lactato3 não deve ser adicionada a soluções contendo carbonato, oxalato ou fosfato, pois possibilita a formação e precipitação de sais de cálcio.

Soluções contendo potássio devem ser utilizadas com grande cuidado em pacientes com insuficiência renal4 severa, insuficiência cardíaca congestiva5 e em condições nas quais retenção de potássio esteja presente.

A administração intravenosa dessa solução ringer com lactato3 pode causar sobrecarga de fluidos e/ou solutos, resultando na hiper-hidratação, estados congestivos ou edema pulmonar6.

A terapia com potássio, cálcio e sódio deve ser monitorada por eletrocardiogramas. Especialmente em pacientes que fazem uso de digitálicos, corticosteroides ou corticotropina.

Para minimizar o risco de possíveis incompatibilidades da mistura da Solução de ringer com lactato3 não deve ser administrado na presença de turbidez ou precipitação imediatamente após a mistura, antes e durante a administração.

GRAVIDEZ7: CATEGORIA C.

Não foram efetuados estudos de reprodução8 animal com solução de ringer com lactato3. Também não se sabe se a solução de ringer com lactato3 pode causar dano ao feto9 quando administrada a uma mulher grávida. Administrar somente se claramente necessário.


ESTE MEDICAMENTO NÃO DEVE SER UTILIZADOPOR MULHERES GRÁVIDAS SEM ORIENTAÇÃO MÉDICA OU DO CIRURGIÃO DENTISTA.


USO PEDIÁTRICO, IDOSOS E OUTROS GRUPOS DE RISCO

Uso pediátrico

A segurança e a efetividade na população pediátrica estão baseadas na similaridade da resposta clinica entre adultos e crianças. Em neonatos10 e em crianças pequenas, o volume de fluido pode afetar o balanço hidro-eletrico, especialmente nos neonatos10 prematuros, cuja função renal11 pode estar imatura e cuja habilidade de excretar cargas do líquido e do soluto pode estar limitada.


Uso geriátrico

Nos estudos clínicos com injeção12 de ringer com lactato3 não foi incluído número suficiente de pessoas com mais de 65 anos que permita determinar diferenças entre as respostas de jovens e idosos. No geral, a seleção da dose para um paciente idoso deverá ser mais criteriosa, sendo iniciada pela menor dose

terapêutica13, devido à maior suscetibilidade dos idosos ao comprometimento das funções renal11, cardíaca ou hepática14, além da possível existência de outros distúrbios e/ou medicamentos concomitantes.


- INTERAÇÕES MEDICAMENTOSAS

Em pacientes portadores de doenças cardíacas, particularmente em uso de digitálicos ou na presença de doenças renais, deve-se ter cuidado na administração de ringer com lactato3 devido à presença de potássio.

Por conter sódio, é necessária cautela na administração em pacientes em uso de corticosteroides e corticotropínicos.

Soluções contendo íons1 de cálcio não devem ser administradas simultaneamente no mesmo local da infusão sanguínea da solução de ringer com lactato3, devido ao risco de coagulação2. A solução de ringer com lactato3 não deve ser adicionada de medicamentos os quais possibilitem a formação de sais de cálcio precipita dos, tais como: soluções contendo carbonato, oxalato e fosfato.

Antes de consumir qualquer medicamento, consulte seu médico (http://www.catalogo.med.br).

Complementos

1 Íons: Átomos ou grupos atômicos eletricamente carregados.
2 Coagulação: Ato ou efeito de coagular(-se), passando do estado líquido ao sólido.
3 Lactato: Sal ou éster do ácido láctico ou ânion dele derivado.
4 Insuficiência renal: Condição crônica na qual o corpo retém líquido e excretas pois os rins não são mais capazes de trabalhar apropriadamente. Uma pessoa com insuficiência renal necessita de diálise ou transplante renal.
5 Insuficiência Cardíaca Congestiva: É uma incapacidade do coração para efetuar as suas funções de forma adequada como conseqüência de enfermidades do próprio coração ou de outros órgãos. O músculo cardíaco vai diminuindo sua força para bombear o sangue para todo o organismo.
6 Edema pulmonar: Acúmulo anormal de líquidos nos pulmões. Pode levar a dificuldades nas trocas gasosas e dificuldade respiratória.
7 Gravidez: Condição de ter um embrião ou feto em desenvolvimento no trato reprodutivo feminino após a união de ovo e espermatozóide.
8 Reprodução: 1. Função pela qual se perpetua a espécie dos seres vivos. 2. Ato ou efeito de reproduzir (-se). 3. Imitação de quadro, fotografia, gravura, etc.
9 Feto: Filhote por nascer de um mamífero vivíparo no período pós-embrionário, depois que as principais estruturas foram delineadas. Em humanos, do filhote por nascer vai do final da oitava semana após a CONCEPÇÃO até o NASCIMENTO, diferente do EMBRIÃO DE MAMÍFERO prematuro.
10 Neonatos: Refere-se a bebês nos seus primeiros 28 dias (mês) de vida. O termo “recentemente-nascido“ refere-se especificamente aos primeiros minutos ou horas que se seguem ao nascimento. Esse termo é utilizado para enfocar os conhecimentos e treinamento da ressuscitação imediatamente após o nascimento e durante as primeiras horas de vida.
11 Renal: Relacionado aos rins. Uma doença renal é uma doença dos rins. Insuficiência renal significa que os rins pararam de funcionar.
12 Injeção: Infiltração de medicação ou nutrientes líquidos no corpo através de uma agulha e seringa.
13 Terapêutica: Terapia, tratamento de doentes.
14 Hepática: Relativa a ou que forma, constitui ou faz parte do fígado.

Tem alguma dúvida sobre ADVERTÊNCIAS SOLUÇÃO DE RINGER COM LACTATO - BOLSA?

Pergunte diretamente a um especialista

Sua pergunta será enviada aos especialistas do CatalogoMed, veja as dúvidas já respondidas.