Vislin

ALCON

Atualizado em 09/12/2014

Vislin®

Cloreto de metiltionínio
Cloridrato de tetrizolina
Solução Oftálmica Estéril
 
USO ADULTO E PEDIÁTRICO

Apresentação de Vislin

Frascos plásticos contendo 15 ml

Fórmula de Vislin

Cada ml contém:
Cloreto de metiltionínio....................0,015 mg
Cloridrato de tetrizolina....................0,5 mg
Veículo constituído por ácido bórico, borato de sódio, cloreto de sódio, edetato dissódico, cloreto de benzalcônio como conservante e água destilada q.s.p. 1,0 ml.

Informações ao Paciente de Vislin

Mantenha em temperatura ambiente.O prazo de validade está gravado na embalagem do medicamento. Não o utilize após esse prazo, porque sua eficácia poderá estar comprometida.
VISLIN é um descongestionante ocular indicado nos casos de vermelhidão dos olhos1 devida a poluentes e/ou irritantes do meio ambiente.
Informe o médico sobre a ocorrência de gravidez2 durante o tratamento ou após o seu término. Como todo medicamento, recomenda-se não utilizar VISLIN nos três primeiros meses de gravidez2.
Para evitar a contaminação do produto não toque o conta-gotas do frasco em qualquer superfície.
Informe o médico se ocorrerem reações desagradáveis durante a utilização do produto.

TODO MEDICAMENTO DEVE SER MANTIDO FORA DO ALCANCE DAS CRIANÇAS.
NÃO USE REMÉDIO SEM O CONHECIMENTO DO SEU MÉDICO. PODE SER PERIGOSO PARA SUA SAÚDE3.

INFORMAÇÕES TÉCNICAS

Indicações de Vislin

Como descongestionante ocular nos casos de hiperemia4 conjuntival que se manifestam após exposição a agentes poluentes e/ou irritantes do meio ambiente. A ação vasoconstritora da tetrizolina alivia a sensação de desconforto que acompanha a hiperemia4 conjuntival.

Contra-Indicações de Vislin

O produto está contra-indicado nos pacientes com ângulo estreito, nos glaucomas de fechamento angular e nos pacientes com sensibilidade a qualquer dos componentes da formulação.

Precauções e Efeitos Colaterais5 de Vislin

VISLIN deve ser usado apenas no alívio sintomático6 das hiperemias conjuntivais transitórias e que não caracterizam patologias bem definidas tais como conjuntivites7, ceratites, uveítes8, etc.. A presença do simpaticomimético tetrizolina pode provocar alguma dilatação pupilar, não devendo ser prescrito para pacientes9 com ângulo estreito de modo a evitar uma crise de glaucoma10.

Posologia e Modo de Usar de Vislin

Uma ou duas gotas nos olhos1, quatro vezes por dia, ou a critério médico. Ao instilar o colírio11 o paciente deve evitar tocar o conta-gotas nos cílios12 ou nas pálpebras13 a fim de evitar a contaminação do produto. Apertar a tampa do frasco para fechá-lo bem.

CONSERVE EM TEMPERATURA AMBIENTE.

NÃO USE REMÉDIO SEM O CONHECIMENTO DO SEU MÉDICO. PODE SER PERIGOSO PARA SUA SAÚDE3.


Vislin - Laboratório

ALCON
AV. N. SRA. DA ASSUNCAO, 736
SAO PAULO/SP - CEP: 05359001
Tel: (011 )268-7433
Fax: (011 )819-2171

Ver outros medicamentos do laboratório "ALCON"

Antes de consumir qualquer medicamento, consulte seu médico (http://www.catalogo.med.br).

Complementos

1 Olhos:
2 Gravidez: Condição de ter um embrião ou feto em desenvolvimento no trato reprodutivo feminino após a união de ovo e espermatozóide.
3 Saúde: 1. Estado de equilíbrio dinâmico entre o organismo e o seu ambiente, o qual mantém as características estruturais e funcionais do organismo dentro dos limites normais para sua forma de vida e para a sua fase do ciclo vital. 2. Estado de boa disposição física e psíquica; bem-estar. 3. Brinde, saudação que se faz bebendo à saúde de alguém. 4. Força física; robustez, vigor, energia.
4 Hiperemia: Congestão sanguínea em qualquer órgão ou parte do corpo.
5 Efeitos colaterais: 1. Ação não esperada de um medicamento. Ou seja, significa a ação sobre alguma parte do organismo diferente daquela que precisa ser tratada pelo medicamento. 2. Possível reação que pode ocorrer durante o uso do medicamento, podendo ser benéfica ou maléfica.
6 Sintomático: 1. Relativo a ou que constitui sintoma. 2. Que é efeito de alguma doença. 3. Por extensão de sentido, é o que indica um particular estado de coisas, de espírito; revelador, significativo.
7 Conjuntivites: Inflamações da conjuntiva ocular. Podem ser produzidas por alergias, infecções virais, bacterianas, etc. Produzem vermelhidão ocular, aumento da secreção e ardor.
8 Uveítes: São inflamações intraoculares que comprometem total ou parcialmente a íris, o corpo ciliar e a coroide (o conjunto dos três forma a úvea), com envolvimento frequente do vítreo, retina e vasos sanguíneos.
9 Para pacientes: Você pode utilizar este texto livremente com seus pacientes, inclusive alterando-o, de acordo com a sua prática e experiência. Conheça todos os materiais Para Pacientes disponíveis para auxiliar, educar e esclarecer seus pacientes, colaborando para a melhoria da relação médico-paciente, reunidos no canal Para Pacientes . As informações contidas neste texto são baseadas em uma compilação feita pela equipe médica da Centralx. Você deve checar e confirmar as informações e divulgá-las para seus pacientes de acordo com seus conhecimentos médicos.
10 Glaucoma: É quando há aumento da pressão intra-ocular e danos ao nervo óptico decorrentes desse aumento de pressão. Esses danos se expressam no exame de fundo de olho e por alterações no campo de visão.
11 Colírio: Preparação farmacológica líquida na qual se encontram dissolvidas diferentes drogas que atuam na conjuntiva ocular.
12 Cílios: Populações de processos móveis e delgados que são encontrados revestindo a superfície dos ciliados (CILIÓFOROS) ou a superfície livre das células e que constroem o EPITÉLIO ciliado. Cada cílio nasce de um grânulo básico na camada superficial do CITOPLASMA. O movimento dos cílios propele os ciliados através do líquido no qual vivem. O movimento dos cílios em um epitélio ciliado serve para propelir uma camada superficial de muco ou fluido.
13 Pálpebras:

Tem alguma dúvida sobre Vislin?

Pergunte diretamente a um especialista

Sua pergunta será enviada aos especialistas do CatalogoMed, veja as dúvidas já respondidas.