FARMACOCINÉTICA LAMISIL

Atualizado em 24/05/2016

Comprimidos: Uma dose oral única de 250 mg de terbinafina proporciona concentrações plasmáticas máximas de 0,97 µg/ml, duas horas após a administração. A meia-vida de absorção é de 0,8 horas e a meia-vida de distribuição é de 4,6 horas.  
A biodisponibilidade da terbinafina é moderadamente modificada por alimentos, mas não o bastante para requerer ajuste das doses.
A terbinafina liga-se fortemente com as proteínas1 plasmáticas (99%). Difunde-se rapidamente através da derme2 e se concentra no estrato córneo lipofílico. A terbinafina também é encontrada na secreção sebácea, atingindo desse modo altas concentrações nos folículos pilosos, pêlos e nas peles gordurosas. Há evidências de que a terbinafina se distribui na placa3 ungueal4 nas primeiras semanas após o início do tratamento.
A biotransformação da terbinafina resulta em metabólitos5 sem atividade fúngica6, que são excretados predominantemente na urina7. A meia-vida de eliminação é de 17 horas. Não há indício de acúmulo.
Não foram observadas com LAMISIL alterações das concentrações plasmáticas em estado de equilíbrio relacionadas à idade, porém a velocidade de eliminação pode ser reduzida em pacientes com insuficiência renal8 ou hepática9, levando a níveis sanguíneos de terbinafina mais elevados.
Creme: Menos de 5% da dose é absorvida após aplicação tópica em seres humanos; portanto, a exposição sistêmica é muito leve.


-  Indicações
Comprimidos

- Infecções10 fúngicas11 da pele12, cabelos e unhas13 causadas por dermatófitos14 tais como  Trichophyton  (por exemplo:  T.rubrum, T.mentagrophytes, T.verrucosum, T.tonsurans, T.violaceum ),  Microsporum canis  e Epidermophyton floccosum.
LAMISIL oral é indicado para o tratamento das tinhas ( tinea corporis, tinea cruris, tinea pedis e tinea capitis15 ) e das infecções10 cutâneas16 causadas por leveduras do gênero  Candida  (por exemplo,  Candida albicans ) onde a terapia por via oral é considerada apropriada, conforme o local, a severidade ou amplitude da infecção17.
Onicomicose18 (infecção17 fúngica6 da unha) causada por fungos dermatófitos14.
Observação: Ao contrário de LAMISIL tópico19, LAMISIL oral não é eficaz na Pitiríase versicolor.
Creme
- Infecções10 fúngicas11 da pele12 causadas por dermatófitos14 como o  Tricophyton  (por exemplo:  T.rubrum, T.mentagrophytes, T.verrucosum, T.violaceum ).  Microsporum canis e  Epidermophyton floccosum.
- Infecções10 cutâneas16 por leveduras, principalmente as causadas pelo gênero  Candida (por exemplo:  Candida albicans ) .
- Pitiríase (tinha) versicolor devida ao  Pityrosporum orbiculare  (conhecido também como  Malassezia furfur ).

Antes de consumir qualquer medicamento, consulte seu médico (http://www.catalogo.med.br).

Complementos

1 Proteínas: Um dos três principais nutrientes dos alimentos. Alimentos que fornecem proteína incluem carne vermelha, frango, peixe, queijos, leite, derivados do leite, ovos.
2 Derme: Camada interna das duas principais camadas da pele. A derme é formada por tecido conjuntivo, vasos sanguíneos, glândulas sebáceas e sudoríparas, nervos, folículos pilosos e outras estruturas. É constituída por uma fina camada superior que é a derme papilar e uma camada mais grossa, mais baixa, que é a derme reticular.
3 Placa: 1. Lesão achatada, semelhante à pápula, mas com diâmetro superior a um centímetro. 2. Folha de material resistente (metal, vidro, plástico etc.), mais ou menos espessa. 3. Objeto com formato de tabuleta, geralmente de bronze, mármore ou granito, com inscrição comemorativa ou indicativa. 4. Chapa que serve de suporte a um aparelho de iluminação que se fixa em uma superfície vertical ou sobre uma peça de mobiliário, etc. 5. Placa de metal que, colocada na dianteira e na traseira de um veículo automotor, registra o número de licenciamento do veículo. 6. Chapa que, emitida pela administração pública, representa sinal oficial de concessão de certas licenças e autorizações. 7. Lâmina metálica, polida, usualmente como forma em processos de gravura. 8. Área ou zona que difere do resto de uma superfície, ordinariamente pela cor. 9. Mancha mais ou menos espessa na pele, como resultado de doença, escoriação, etc. 10. Em anatomia geral, estrutura ou órgão chato e em forma de placa, como uma escama ou lamela. 11. Em informática, suporte plano, retangular, de fibra de vidro, em que se gravam chips e outros componentes eletrônicos do computador. 12. Em odontologia, camada aderente de bactérias que se forma nos dentes.
4 Ungueal: Relativo ou pertencente à unha, garra ou casco, ou que a eles se assemelha.
5 Metabólitos: Qualquer composto intermediário das reações enzimáticas do metabolismo.
6 Fúngica: Relativa à ou produzida por fungo.
7 Urina: Resíduo líquido produzido pela filtração renal no organismo, estocado na bexiga e expelido pelo ato de urinar.
8 Insuficiência renal: Condição crônica na qual o corpo retém líquido e excretas pois os rins não são mais capazes de trabalhar apropriadamente. Uma pessoa com insuficiência renal necessita de diálise ou transplante renal.
9 Hepática: Relativa a ou que forma, constitui ou faz parte do fígado.
10 Infecções: Doença produzida pela invasão de um germe (bactéria, vírus, fungo, etc.) em um organismo superior. Como conseqüência da mesma podem ser produzidas alterações na estrutura ou funcionamento dos tecidos comprometidos, ocasionando febre, queda do estado geral, e inúmeros sintomas que dependem do tipo de germe e da reação imunológica perante o mesmo.
11 Fúngicas: Relativas à ou produzidas por fungo.
12 Pele: Camada externa do corpo, que o protege do meio ambiente. Composta por DERME e EPIDERME.
13 Unhas: São anexos cutâneos formados por células corneificadas (queratina) que formam lâminas de consistência endurecida. Esta consistência dura, confere proteção à extremidade dos dedos das mãos e dos pés. As unhas têm também função estética. Apresentam crescimento contínuo e recebem estímulos hormonais e nutricionais diversos.
14 Dermatófitos: Qualquer fungo microscópico que parasita a pele, as unhas ou os pelos.
15 Tinea capitis: Também conhecida como tinha da cabeça, Tinea tonsurans ou Querión de Celso é uma infecção fúngica cutânea dos cabelos e dos pelos da cabeça causada pelos fungos dermatófitos Trichophyton, Microsporum ou Favus. Ela é mais frequente em crianças, principalmente nos meninos entre 3 e 7 anos de idaide.
16 Cutâneas: Que dizem respeito à pele, à cútis.
17 Infecção: Doença produzida pela invasão de um germe (bactéria, vírus, fungo, etc.) em um organismo superior. Como conseqüência da mesma podem ser produzidas alterações na estrutura ou funcionamento dos tecidos comprometidos, ocasionando febre, queda do estado geral, e inúmeros sintomas que dependem do tipo de germe e da reação imunológica perante o mesmo.
18 Onicomicose: Micose de unha. Apresenta-se com descolamento da borda livre da unha, espessamento, manchas brancas na superfície ou deformação da unha. Quando a micose atinge a pele ao redor da unha, causa a paroníquia (“unheiro“). O contorno ungueal fica inflamado, dolorido, inchado e avermelhado e, por consequência, altera a formação da unha, que cresce ondulada.
19 Tópico: Referente a uma área delimitada. De ação limitada à mesma. Diz-se dos medicamentos de uso local, como pomadas, loções, pós, soluções, etc.

Tem alguma dúvida sobre FARMACOCINÉTICA LAMISIL?

Pergunte diretamente a um especialista

Sua pergunta será enviada aos especialistas do CatalogoMed, veja as dúvidas já respondidas.