INTERAÇÕES MEDICAMENTOSAS MARAX

Atualizado em 24/05/2016

As interações potenciais da droga, devido ao componente teofilina, incluem o aumento dos níveis plasmáticos da teofilina na administração concomitante de cimetidina, mexelitina, macrolídeos, antibióticos quinolínicos e rifampina. Tem sido reportado que a administração concomitante da teofilina com a fenitoína resulta em redução dos níveis plasmáticos para ambas as drogas.

Interações potenciais devido ao componente efedrina incluem: inibidores da monoamino-oxidase e furazolidona, que podem resultar em aumento da pressão sanguínea e das crises de hipertensão1; antidepressivos tricíclicos que podem piorar ou diminuir o efeito da efedrina, e uma redução do efeito hipotensivo com a guanetidina.

Pode ocorrer aumento da depressão do SNC2 devido ao componente hidroxizina quando álcool ou outro agente depressor do SNC2 forem administrados concomitantemente.

                         

Antes de consumir qualquer medicamento, consulte seu médico (http://www.catalogo.med.br).

Complementos

1 Hipertensão: Condição presente quando o sangue flui através dos vasos com força maior que a normal. Também chamada de pressão alta. Hipertensão pode causar esforço cardíaco, dano aos vasos sangüíneos e aumento do risco de um ataque cardíaco, derrame ou acidente vascular cerebral, além de problemas renais e morte.
2 SNC: Principais órgãos processadores de informação do sistema nervoso, compreendendo cérebro, medula espinhal e meninges.

Tem alguma dvida sobre INTERAÇÕES MEDICAMENTOSAS MARAX?

Pergunte diretamente a um especialista

Sua pergunta ser enviada aos especialistas do CatalogoMed, veja as dvidas j respondidas.