%_getHtmlTitle%

Atualizado em 25/05/2016

O Secnidazol é rapidamente absorvido pelo trato gastrintestinal. Atinge a concentração plasmática máxima dentro de 3 horas. Sua meia-vida é cerca de 20 horas. Atravessa a barreira placentária e é excretado no leite materno. Sua eliminação ocorre essencialmente pela urina1 (16% da dose ingerida é eliminada em 72 horas).  

- INDICAÇÕES  
TECNID (Secnidazol) está indicado nos casos de Tricomoníase, Amebíase intestinal e hepática2 e Giardíase.  

- CONTRA-INDICAÇÕES:
TECNID
(Secnidazol) está contra-indicado em casos de hipersensibilidade aos derivados imidazólicos ou à qualquer um dos componentes da fórmula, em casos de suspeita de gravidez3 (nos três primeiros meses desta) e aleitamento.  

- ADVERTÊNCIAS:
Como acontece com outros imidazólicos, deve-se evitar a ingestão de bebidas alcóolicas durante o tratamento com Secnidazol. As posologias devem ser diminuídas de acordo com o valor da depuração plasmática da creatinina4 em pacientes com comprometimento renal5. Pode ocorrer sensibilidade cruzada com outros antifúngicos (cetoconazol, itraconazol e miconazol).  O risco/benefício deve ser avaliado em situações clínicas como: hipersensibilidade aos imidazólicos, gravidez3, comprometimento das funções hepática2 e renal5.  Recomenda-se a monitorização periódica quanto às concentrações plasmáticas de uréia6, creatinina4 e da função hepática2.  

- INTERAÇÕES MEDICAMENTOSAS:
Evitar a ingestão concomitante de Secnidazol com: dissulfiram (risco de surto delirante, estado confusional) e varfarina (aumenta o efeito anticoagulante7). No caso do uso concomitante com anticoagulantes8 orais, recomenda-se controles freqüentes da taxa de protrombina9 e adaptação posológica de anticoagulantes8 orais durante o tratamento com secnidazol e 8 dias após o seu término. Pode ocorrer efeito antabuse10 se ingerido concomitantemente com bebidas alcóolicas.  Há evidências que a fenitoína pode acelerar o metabolismo11 dos imidazólicos. As concentrações plasmáticas dos imidazóis são diminuídas pela administração de fenobarbital, com uma conseqüente redução na efetividade dos imidazóis. A cimetidina pode aumentar a concentração de imidazóis.  Os médicos deverão observar que, embora estudos de interações medicamentosas com outras drogas não tenham sido realizados, tais interações poderão ocorrer.  

- REAÇÕES ADVERSAS/EFEITOS COLATERAIS12: Podem ocorrer reações adversas, tais como : distúrbios digestivos; náuseas13, gastralgia14, alteração do paladar15 (gosto metálico), glossites, estomatites, erupções urticariformes e leucopenia16 moderada, mas reversíveis com a suspensão do tratamento. Mais raramente, podem ocorrer: vertigens17, fenômenos de incoordenação e ataxia18, parestesias19 e polineurites sensitivo motoras.  

- POSOLOGIA
Tricomoníase: Adultos : Dose unitária de 2 g (2 comprimidos de 1000 mg) ; a mesma dose para o cônjuge.  •  Amebíase intestinal e giardíase: Adultos : Dose única de 2 g ( 2 comprimidos de 1000 mg) ;  Crianças : Suspensão : dose única de 30 mg/kg/dia (máximo de 2 g ), ou seja, 1 ml/kg de peso, tomada única.  •  Amebíase hepática2: Crianças : Suspensão : Dose única diária de 30 mg/kg/dia ( máximo de 2 g ), durante 5 a 7 dias, ou seja, 1 ml/kg de peso durante 5 a 7 dias.  Instruções para preparo da suspensão:  1) Rompa o lacre do frasco;  2) Adicione a água filtrada no frasco com o pó até a marca indicada no rótulo;  3) Agite vigorosamente até homogeneização da solução;  4) Meça o volume indicado no frasco medida;  5) Após reconstituição, guarde em lugar fresco e seco, ao abrigo da luz e em temperatura ambiente.  6) Desprese o produto após 7 (sete) dias da resconstituição.  

- Advertências e Recomendações para Pacientes20 com idade superior a 65 anos: Até o momento, não existe qualquer restrição para o uso do medicamento nesta faixa etária.  

- SUPERDOSAGEM:
Quando ocorrer superdose, o tratamento a ser adotado, inclui, se necessário, medidas de suporte e lavagem gástrica21.  VENDA SOB PRESCRIÇÃO MÉDICA  

Antes de consumir qualquer medicamento, consulte seu médico (http://www.catalogo.med.br).

Complementos

1 Urina: Resíduo líquido produzido pela filtração renal no organismo, estocado na bexiga e expelido pelo ato de urinar.
2 Hepática: Relativa a ou que forma, constitui ou faz parte do fígado.
3 Gravidez: Condição de ter um embrião ou feto em desenvolvimento no trato reprodutivo feminino após a união de ovo e espermatozóide.
4 Creatinina: Produto residual das proteínas da dieta e dos músculos do corpo. É excretada do organismo pelos rins. Uma vez que as doenças renais progridem, o nível de creatinina aumenta no sangue.
5 Renal: Relacionado aos rins. Uma doença renal é uma doença dos rins. Insuficiência renal significa que os rins pararam de funcionar.
6 Ureia: 1. Resíduo tóxico produzido pelo organismo, resulta da quebra de proteínas pelo fígado. É normalmente removida do organismo pelos rins e excretada na urina. 2. Substância azotada. Composto orgânico cristalino, incolor, de fórmula CO(NH2)2 (ou CH4N2O), com um ponto de fusão de 132,7 °C.
7 Anticoagulante: Substância ou medicamento que evita a coagulação, especialmente do sangue.
8 Anticoagulantes: Substâncias ou medicamentos que evitam a coagulação, especialmente do sangue.
9 Protrombina: Proteína plasmática inativa, é a precursora da trombina e essencial para a coagulação sanguínea.
10 Efeito Antabuse: É um quadro conseqüente à interação de derivados imidazólicos (cetoconazol, itraconazol, miconazol, etc.) com álcool. Caracteriza-se por mal-estar, náuseas, tonturas e “gosto metálico na boca”.
11 Metabolismo: É o conjunto de transformações que as substâncias químicas sofrem no interior dos organismos vivos. São essas reações que permitem a uma célula ou um sistema transformar os alimentos em energia, que será ultilizada pelas células para que as mesmas se multipliquem, cresçam e movimentem-se. O metabolismo divide-se em duas etapas: catabolismo e anabolismo.
12 Efeitos colaterais: 1. Ação não esperada de um medicamento. Ou seja, significa a ação sobre alguma parte do organismo diferente daquela que precisa ser tratada pelo medicamento. 2. Possível reação que pode ocorrer durante o uso do medicamento, podendo ser benéfica ou maléfica.
13 Náuseas: Vontade de vomitar. Forma parte do mecanismo complexo do vômito e pode ser acompanhada de sudorese, sialorréia (salivação excessiva), vertigem, etc .
14 Gastralgia: Dor no estômago; cólica gástrica, gastrodinia.
15 Paladar: Paladar ou sabor. Em fisiologia, é a função sensorial que permite a percepção dos sabores pela língua e sua transmissão, através do nervo gustativo ao cérebro, onde são recebidos e analisados.
16 Leucopenia: Redução no número de leucócitos no sangue. Os leucócitos são responsáveis pelas defesas do organismo, são os glóbulos brancos. Quando a quantidade de leucócitos no sangue é inferior a 6000 leucócitos por milímetro cúbico, diz-se que o indivíduo apresenta leucopenia.
17 Vertigens: O termo vem do latim “vertere” e quer dizer rodar. A definição clássica de vertigem é alucinação do movimento. O indivíduo vê os objetos do ambiente rodarem ao seu redor ou seu corpo rodar em relação ao ambiente.
18 Ataxia: Reflete uma condição de falta de coordenação dos movimentos musculares voluntários podendo afetar a força muscular e o equilíbrio de uma pessoa. É normalmente associada a uma degeneração ou bloqueio de áreas específicas do cérebro e cerebelo. É um sintoma, não uma doença específica ou um diagnóstico.
19 Parestesias: São sensações cutâneas subjetivas (ex.: frio, calor, formigamento, pressão, etc.) que são vivenciadas espontaneamente na ausência de estimulação.
20 Para pacientes: Você pode utilizar este texto livremente com seus pacientes, inclusive alterando-o, de acordo com a sua prática e experiência. Conheça todos os materiais Para Pacientes disponíveis para auxiliar, educar e esclarecer seus pacientes, colaborando para a melhoria da relação médico-paciente, reunidos no canal Para Pacientes . As informações contidas neste texto são baseadas em uma compilação feita pela equipe médica da Centralx. Você deve checar e confirmar as informações e divulgá-las para seus pacientes de acordo com seus conhecimentos médicos.
21 Lavagem gástrica: É a introdução, através de sonda nasogástrica, de líquido na cavidade gástrica, seguida de sua remoção.

Tem alguma dúvida sobre - FARMACOCINÉTICA TECNID?

Pergunte diretamente a um especialista

Sua pergunta será enviada aos especialistas do CatalogoMed, veja as dúvidas já respondidas.