USO EM IDOSOS, CRIANÇAS E OUTROS GRUPOS DE RISCO LIORAM

Atualizado em 25/05/2016
Pacientes idosos
Pacientes idosos podem apresentar uma sensibilidade maior aos efeitos do zolpidem.
Recomenda-se um acompanhamento mais estrito neste tipo de paciente. A posologia preconizada1 para pacientes2 acima de 65 anos deve ser rigorosamente seguida.
Outros grupos de risco
- Hipnóticos e similares não devem ser a medicação principal para o tratamento de pacientes psicóticos.
- Deve-se tomar extremo cuidado com pacientes com história de alcoolismo ou dependência a drogas.
- Em pacientes com insuficiência respiratória3, deve-se levar em consideração que hipnóticos e similares podem causar depressão respiratória. No entanto, estudos preliminares não demonstraram depressão respiratória quando administrada a dose recomendada.
- O zolpidem deve ser administrado com cautela em paciente que apresentam sintomas4 de depressão e que podem apresentar tendências suicidas. A menor dose possível deve ser empregada nesses pacientes.
Antes de consumir qualquer medicamento, consulte seu médico (http://www.catalogo.med.br).

Complementos

1 Preconizada: Recomendada, aconselhada, pregada.
2 Para pacientes: Você pode utilizar este texto livremente com seus pacientes, inclusive alterando-o, de acordo com a sua prática e experiência. Conheça todos os materiais Para Pacientes disponíveis para auxiliar, educar e esclarecer seus pacientes, colaborando para a melhoria da relação médico-paciente, reunidos no canal Para Pacientes . As informações contidas neste texto são baseadas em uma compilação feita pela equipe médica da Centralx. Você deve checar e confirmar as informações e divulgá-las para seus pacientes de acordo com seus conhecimentos médicos.
3 Insuficiência respiratória: Condição clínica na qual o sistema respiratório não consegue manter os valores da pressão arterial de oxigênio (PaO2) e/ou da pressão arterial de gás carbônico (PaCO2) dentro dos limites da normalidade, para determinada demanda metabólica. Como a definição está relacionada à incapacidade do sistema respiratório em manter níveis adequados de oxigenação e gás carbônico, foram estabelecidos, para sua caracterização, pontos de corte na gasometria arterial: PaO2 50 mmHg.
4 Sintomas: Alterações da percepção normal que uma pessoa tem de seu próprio corpo, do seu metabolismo, de suas sensações, podendo ou não ser um indício de doença. Os sintomas são as queixas relatadas pelo paciente mas que só ele consegue perceber. Sintomas são subjetivos, sujeitos à interpretação pessoal. A variabilidade descritiva dos sintomas varia em função da cultura do indivíduo, assim como da valorização que cada pessoa dá às suas próprias percepções.

Tem alguma dúvida sobre USO EM IDOSOS, CRIANÇAS E OUTROS GRUPOS DE RISCO LIORAM?

Pergunte diretamente a um especialista

Sua pergunta será enviada aos especialistas do CatalogoMed, veja as dúvidas já respondidas.