NOME GENÉRICO REPOGEN

Atualizado em 28/05/2016

Estrogênios conjugados e medroxiprogesterona (acetato)

- COMPOSIÇÃO :

RepogenCada comprimido contém 0,625 mg de estrogênios conjugados
Cartucho contendo 1 blister com 28 comprimidos revestidos.

Repogen Ciclo
Cada comprimido claro contém 0,625 mg de estrogênios conjugados
Cada comprimido escuro contém 0,625 mg de estrogênios conjugados e 5 mg de acetato de medroxiprogesterona.
Cartucho contendo 1 blister com 28 comprimidos revestidos: 14 comprimidos claros e 14 comprimidos escuros.

Repogen Conti
Cada comprimido contém 0,625 mg de estrogênios conjugados e 2,5 mg de acetato de medroxiprogesterona.
Cartucho contendo 1 blister com 28 comprimidos revestidos

 - INFORMAÇÕES TÉCNICAS:
Estrogênios conjugados são uma mistura de  sais sódicos dos ésteres sulfatados hidrossolúveis de estrona, equilina e 17-alfa-diidroequilina, bem como quantidades menores de 17-alfa-estradiol, equilelina, 17-alfa- diidro equilenina. 17-beta-estradiol, delta-8, 9-diidroestrona, 17 beta-diidroequilina e 17 beta-diidroequilenina. Os estrogênios são importantes no desenvolvimento do sistema reprodutor feminino e manutenção dos caracteres sexuais secundários, contribuem estrutura  estrutura óssea, manutenção do vigor e elasticidade1 das estruturas urogenitais femininas. Os efeitos farmacológicos dos estrogênios conjugados são similares aos dos estrogênios endógenos. São hidrossolúveis e bem absorvidos pelo trato gastrintestinal. Como resultado da ação estrogênica, ocorre a síntese de RNA e de proteínas2 específicas. Suas  metabolização e inativação ocorrem primariamente no fígado3.Alguns estrogênios são excretados na bile4 e reabsorvidos no intestino, retornando ao fígado3 através do sistema venoso5 portal, sendo eliminados  através dos rins6, uma vez que a reabsorção tubular é mínima.
Acetato de medroxiprogesterona (AMP) é um derivado da progesterona, designado de 6-alfa-17-hidroxi-6-metilpregn-4-ona 3,20 diona. É insoluvel na água, pouco soluvel no álcool e metanol e muito soluvel no clorofórmio, acetona e dioxano.O acetato de medroxiprogesterona, quando administrado por via oral, é bem absorvido e nas doses recomendadas a mulheres com níveis estrogênicos adequados, transforma o endométrio7 proliferativo em secretório. Discretos efeitos androgênicos8 e anábolicos têm sido notados com a AMP, que é porém distituida de atividade estrogênica significante.
A TRE é a mais eficaz modalidade de terapia para a prevenção da osteoporose9 em mulheres. Os estrogênios reduzem a reabsorção óssea e retardam ou impedem a perda de massa óssea pós-menopausa10. Estudos controlados tem mostrado uma redução de aproximadamente 60% nas fraturas de quadril e punho em mulheres, quando a TRE foi iniciada nos primeiros anos da menopausa10. Estudos também sugerem que os estrogênios reduzem a taxa de fraturas de vértebras. Mesmo quando iniciados seis anos após a menopausa10, os estrogênios previnem a perda futura de massa óssea, porém, não restabelecem os níveis pré-menopausa10. A associação dos estrogênios conjugados com o  acetato de medroxiprogesterona visa corrigir a deficiência estrogência e promover, ao mesmo tempo, a prevenção da hiperestimulação do endométrio7.

Antes de consumir qualquer medicamento, consulte seu médico (http://www.catalogo.med.br).

Complementos

1 Elasticidade: 1. Propriedade de um corpo sofrer deformação, quando submetido à tração, e retornar parcial ou totalmente à forma original. 2. Flexibilidade, agilidade física. 3. Ausência de senso moral.
2 Proteínas: Um dos três principais nutrientes dos alimentos. Alimentos que fornecem proteína incluem carne vermelha, frango, peixe, queijos, leite, derivados do leite, ovos.
3 Fígado: Órgão que transforma alimento em energia, remove álcool e toxinas do sangue e fabrica bile. A bile, produzida pelo fígado, é importante na digestão, especialmente das gorduras. Após secretada pelas células hepáticas ela é recolhida por canalículos progressivamente maiores que a levam para dois canais que se juntam na saída do fígado e a conduzem intermitentemente até o duodeno, que é a primeira porção do intestino delgado. Com esse canal biliar comum, chamado ducto hepático, comunica-se a vesícula biliar através de um canal sinuoso, chamado ducto cístico. Quando recebe esse canal de drenagem da vesícula biliar, o canal hepático comum muda de nome para colédoco. Este, ao entrar na parede do duodeno, tem um músculo circular, designado esfíncter de Oddi, que controla o seu esvaziamento para o intestino.
4 Bile: Agente emulsificador produzido no FÍGADO e secretado para dentro do DUODENO. Sua composição é formada por s ÁCIDOS E SAIS BILIARES, COLESTEROL e ELETRÓLITOS. A bile auxilia a DIGESTÃO das gorduras no duodeno.
5 Sistema venoso: O sistema venoso possui a propriedade de variação da sua complacência, para permitir o retorno de um variável volume sanguíneo ao coração e a manutenção de uma reserva deste volume.
6 Rins: Órgãos em forma de feijão que filtram o sangue e formam a urina. Os rins são localizados na região posterior do abdômen, um de cada lado da coluna vertebral.
7 Endométrio: Membrana mucosa que reveste a cavidade uterina (responsável hormonalmente) durante o CICLO MENSTRUAL e GRAVIDEZ. O endométrio sofre transformações cíclicas que caracterizam a MENSTRUAÇÃO. Após FERTILIZAÇÃO bem sucedida, serve para sustentar o desenvolvimento do embrião.
8 Androgênicos: Relativos à androgenia e a androgênios. Androgênios são hormônios esteroides, controladores do crescimento dos órgãos sexuais masculinos. O hormônio natural masculino é a testosterona.
9 Osteoporose: Doença óssea caracterizada pela diminuição da formação de matriz óssea que predispõe a pessoa a sofrer fraturas com traumatismos mínimos ou mesmo na ausência deles. É influenciada por hormônios, sendo comum nas mulheres pós-menopausa. A terapia de reposição hormonal, que administra estrógenos a mulheres que não mais o produzem, tem como um dos seus objetivos minimizar esta doença.
10 Menopausa: Estado fisiológico caracterizado pela interrupção dos ciclos menstruais normais, acompanhada de alterações hormonais em mulheres após os 45 anos.

Tem alguma dúvida sobre NOME GENÉRICO REPOGEN?

Pergunte diretamente a um especialista

Sua pergunta será enviada aos especialistas do CatalogoMed, veja as dúvidas já respondidas.