TRABALHO DE PARTO E PARTO EFEDRIN

Atualizado em 28/05/2016
Quando utilizado para manter a pressão sangüínea1 durante a anestesia2 espinhal, pode haver aceleração cardíaca fetal. Não é recomendado em obstetrícia quando a pressão sangüínea1 materna exceder 130/80 mm Hg.Se medicação vasopressora for utilizada para corrigir hipotensão3, ou adicionada ao anestésico local durante o trabalho de parto e parto, alguns medicamentos ocitócicos como, a ergotamina, ergonovina, e metil-ergonovina, podem causar hipertensão4 grave e persistente e ruptura do vaso sangüíneo cerebral no período de pós-parto.
Antes de consumir qualquer medicamento, consulte seu médico (http://www.catalogo.med.br).

Complementos

1 Pressão sangüínea: Força exercida pelo sangue arterial por unidade de área da parede arterial. É expressa como uma razão (Exemplo: 120/80, lê-se 120 por 80). O primeiro número é a pressão sistólica ou pressão máxima. E o segundo número é a presão diastólica ou mínima.
2 Anestesia: Diminuição parcial ou total da sensibilidade dolorosa. Pode ser induzida por diferentes medicamentos ou ser parte de uma doença neurológica.
3 Hipotensão: Pressão sanguínea baixa ou queda repentina na pressão sanguínea. A hipotensão pode ocorrer quando uma pessoa muda rapidamente de uma posição sentada ou deitada para a posição de pé, causando vertigem ou desmaio.
4 Hipertensão: Condição presente quando o sangue flui através dos vasos com força maior que a normal. Também chamada de pressão alta. Hipertensão pode causar esforço cardíaco, dano aos vasos sangüíneos e aumento do risco de um ataque cardíaco, derrame ou acidente vascular cerebral, além de problemas renais e morte.

Tem alguma dúvida sobre TRABALHO DE PARTO E PARTO EFEDRIN?

Pergunte diretamente a um especialista

Sua pergunta será enviada aos especialistas do CatalogoMed, veja as dúvidas já respondidas.