ADVERTÊNCIAS BUDIAIR

Atualizado em 28/05/2016

Os pacientes devem ser informados da forma correta do uso do inalador. O BUDIAIR® constitui um tratamento básico da doença asmática, portanto, deve ser utilizado regularmente nas doses prescritas até quando o médico considerar conveniente.
Em caso de úlcera1 no aparelho digestivo2, é preciso ter uma atenta vigilância sobre o paciente durante todo o tratamento.
BUDIAIR® deve ser utilizado somente através da inalação oral.

Uso na gravidez3 e aleitamento. É desaconselhado o uso de BUDIAIR®, sobretudo nos primeiros três meses de gestação, pois não existem dados suficientes sobre a segurança do emprego da budesonida ou do propelente HFA 134a durante a gravidez3. Não se sabe se a budesonida é excretada pelo leite materno, portanto, a título de precaução e como em geral aconselha-se para todos os corticosteróides, é preferível não administrar BUDIAIR® durante o período de aleitamento.
Estudos sobre os efeitos do propelente HFA 134 a sobre a função de reprodução4 e sobre o desenvolvimento embrionário do feto5 em animais, não mostraram efeitos adversos clinicamente relevantes. É, portanto, improvável que sejam verificados efeitos adversos no ser humano.

"Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica."

Antes de consumir qualquer medicamento, consulte seu médico (http://www.catalogo.med.br).

Complementos

1 Úlcera: Ferida superficial em tecido cutâneo ou mucoso que pode ocorrer em diversas partes do organismo. Uma afta é, por exemplo, uma úlcera na boca. A úlcera péptica ocorre no estômago ou no duodeno (mais freqüente). Pessoas que sofrem de estresse são mais susceptíveis a úlcera.
2 Aparelho digestivo: O aparelho digestivo ou digestório realiza a digestão, processo que transforma os alimentos em substâncias passíveis de serem absorvidas pelo organismo. Os materiais não absorvidos são eliminados por este sistema. Ele é composto pelo tubo digestivo e por glândulas anexas.
3 Gravidez: Condição de ter um embrião ou feto em desenvolvimento no trato reprodutivo feminino após a união de ovo e espermatozóide.
4 Reprodução: 1. Função pela qual se perpetua a espécie dos seres vivos. 2. Ato ou efeito de reproduzir (-se). 3. Imitação de quadro, fotografia, gravura, etc.
5 Feto: Filhote por nascer de um mamífero vivíparo no período pós-embrionário, depois que as principais estruturas foram delineadas. Em humanos, do filhote por nascer vai do final da oitava semana após a CONCEPÇÃO até o NASCIMENTO, diferente do EMBRIÃO DE MAMÍFERO prematuro.

Tem alguma dúvida sobre ADVERTÊNCIAS BUDIAIR?

Pergunte diretamente a um especialista

Sua pergunta será enviada aos especialistas do CatalogoMed, veja as dúvidas já respondidas.