INTERAÇÕES MEDICAMENTOSAS BENZOILMETRONIDAZOL

Atualizado em 28/05/2016
A excreção de metronidazol pode ser acelerada, através da administração simultânea
de drogas que induzem enzimas microssomais hepáticas1, tais como a
fenitoína ou o fenobarbital, resultando em níveis plasmáticos reduzidos. Em pacientes que fazem
uso de altas doses de lítio, pode ocorrer elevação dos níveis plasmáticos do mesmo, se o
metronidazol for administrado concomitantemente. Associações desaconselhadas: Dissulfiram: O
uso concomitante pode causar confusão mental ou delírio2 (alterações psicóticas agudas). Álcool:
O uso concomitante pode causar efeitos tais como, sensação de calor, vermelhidão, vômito3 e
taquicardia4. Deve-se evitar a ingestão de bebidas alcoólicas ou de medicamentos que contenham
álcool em sua formulação durante o tratamento com o metronidazol. Associações que necessitam
de cuidados: Anticoagulantes5 orais (warfarina): Ocorre potencialização do efeito anticoagulante6 e
do risco hemorrágico7, resultante do retardo do catabolismo8 hepático do anticoagulante6.
Associações a serem consideradas: 5- fluorouracil: O metronidazol aumenta a toxicidade9 do
fluorouracil (5-FU) devido à redução da depuração. níveis plasmáticos do mesmo,
se o metronidazol for administrado  concomitantemente.
Ometronidazol potencializa a ação do vecurônio (agente bloqueador neuromuscular nãodespolarizante).
Associações desaconselhadas: Dissulfiram: O uso concomitante pode causar
delírio2 (alterações psicóticas agudas) ou confusão mental. Álcool: O uso concomitante pode
causar efeito antabuse10 (sensação de calor,vermelhidão, vômito3 e taquicardia4). Os pacientes
devem ser advertidos para evitar a ingestão de bebidas alcoólicas ou de medicamentos que
contenham álcool em sua formulação durante o tratamento com metronidazol. Associações que
necessitam de cuidados: Anticoagulantes5 orais (warfarina): Ocorre potencialização do efeito
anticoagulante6 e do risco hemorrágico7, resultante do retardo do catabolismo8 hepático do
anticoagulante6. Deve-se realizar, portanto, monitorização freqüente do tempo de protrombina11, e
ajuste da dose de anticoagulante6 oral durante e nos 8 dias seguintes ao tratamento com
metronidazol. Associações a serem consideradas: 5- fluorouracil: O metronidazol aumenta a
toxicidade9 do fluorouracil (5-FU) devido à redução da depuração.
Antes de consumir qualquer medicamento, consulte seu médico (http://www.catalogo.med.br).

Complementos

1 Hepáticas: Relativas a ou que forma, constitui ou faz parte do fígado.
2 Delírio: Delirio é uma crença sem evidência, acompanhada de uma excepcional convicção irrefutável pelo argumento lógico. Ele se dá com plena lucidez de consciência e não há fatores orgânicos.
3 Vômito: É a expulsão ativa do conteúdo gástrico pela boca. Pode ser classificado como: alimentar, fecalóide, biliar, em jato, pós-prandial. Sinônimo de êmese. Os medicamentos que agem neste sintoma são chamados de antieméticos.
4 Taquicardia: Aumento da frequência cardíaca. Pode ser devido a causas fisiológicas (durante o exercício físico ou gravidez) ou por diversas doenças como sepse, hipertireoidismo e anemia. Pode ser assintomática ou provocar palpitações.
5 Anticoagulantes: Substâncias ou medicamentos que evitam a coagulação, especialmente do sangue.
6 Anticoagulante: Substância ou medicamento que evita a coagulação, especialmente do sangue.
7 Hemorrágico: Relativo à hemorragia, ou seja, ao escoamento de sangue para fora dos vasos sanguíneos.
8 Catabolismo: Parte do metabolismo que se refere à assimilação ou processamento da matéria adquirida para fins de obtenção de energia. Diz respeito às vias de degradação, ou seja, de quebra das substâncias. Parte sempre de moléculas grandes, que contêm quantidades importantes de energia (glicose, triclicerídeos, etc). Estas substâncias são transformadas de modo a que restem, no final, moléculas pequenas, pobres em energia ( H2O, CO2, NH3 ), aproveitando o organismo a libertação de energia resultante deste processo. É o contrário de anabolismo.
9 Toxicidade: Capacidade de uma substância produzir efeitos prejudiciais ao organismo vivo.
10 Efeito Antabuse: É um quadro conseqüente à interação de derivados imidazólicos (cetoconazol, itraconazol, miconazol, etc.) com álcool. Caracteriza-se por mal-estar, náuseas, tonturas e 밽osto metálico na boca.
11 Protrombina: Proteína plasmática inativa, é a precursora da trombina e essencial para a coagulação sanguínea.

Tem alguma dvida sobre INTERAÇÕES MEDICAMENTOSAS BENZOILMETRONIDAZOL?

Pergunte diretamente a um especialista

Sua pergunta ser enviada aos especialistas do CatalogoMed, veja as dvidas j respondidas.