INFORMAÇÕES AO PACIENTE LORATADINA

Atualizado em 28/05/2016

Ação esperada do medicamento: A ação terapêutica1 de LORATADINA tem início logo após sua administração. Sua eficácia em crianças abaixo de 6 anos não está determinada. LORATADINA propicia alívio dos sintomas2 associados à rinite3 alérgica e ao resfriado comum. Propicia também alívio de sinais4 e sintomas2 de urticária5 e outras afecções6 dermatológicas alérgicas. Cuidados de armazenamento: Este produto deve ser conservado em sua embalagem original, ao abrigo da luz e umidade e em temperatura ambiente (15 ºC - 30 ºC).
Prazo de validade: Desde que observados os cuidados de armazenamento, LORATADINA apresenta o prazo de validade de 24 meses, a contar da data de sua fabricação. O número de lote, a data de fabricação e o prazo de validade estão impressos no cartucho.
NÃO UTILIZE O PRODUTO APÓS A DATA DE VALIDADE.
Gravidez7 e lactação8: Informe ao seu médico sobre a ocorrência de gravidez7 na vigência do tratamento ou após o seu término. Informe ao seu médico se está amamentando. Não é aconselhável o uso de LORATADINA durante os três primeiros meses de gravidez7 e a lactação8.
Cuidados de administração: Siga a orientação do seu médico, respeitando sempre os horários, as doses e a duração do tratamento.
Interrupção do tratamento: Não interromper o tratamento sem o conhecimento do seu médico.
Reações adversas: Informe ao seu médico o surgimento de reações desagradáveis, tais como: cansaço ou dor de cabeça9 .
TODO MEDICAMENTO DEVE SER MANTIDO FORA DO ALCANCE DE CRIANÇAS.
Ingestão concomitante com outras substâncias: Informe ao seu médico sobre qualquer medicamento que esteja usando, antes do início, ou durante o tratamento.
Contra-indicações e precauções: Este produto está contra-indicado em paciente com alergia10 aos componentes de sua fórmula; em crianças com menos de 6 anos, uma vez que não se dispõe de experiência clínica em pacientes deste grupo de idade e em quadros alérgicos agudos, como crises asmáticas e choque anafilático11.
Efeitos sobre a habilidade de dirigir ou operar máquinas: O uso de LORATADINA provavelmente não causará diminuição da habilidade dos pacientes em dirigir ou operar máquinas. Entretanto, pessoas particularmente sensíveis, em que os medicamentos podem induzir reações infrequentes devem estar atentas para as reações que se manifestam com o uso deste medicamento, antes de conduzir veículos, de operar máquinas ou de desenvolver qualquer outra atividade que requeira concentração.
NÃO TOME REMÉDIO SEM O CONHECIMENTO DO SEU MÉDICO. PODE SER PERIGOSO PARA A SAÚDE12.

Antes de consumir qualquer medicamento, consulte seu médico (http://www.catalogo.med.br).

Complementos

1 Terapêutica: Terapia, tratamento de doentes.
2 Sintomas: Alterações da percepção normal que uma pessoa tem de seu próprio corpo, do seu metabolismo, de suas sensações, podendo ou não ser um indício de doença. Os sintomas são as queixas relatadas pelo paciente mas que só ele consegue perceber. Sintomas são subjetivos, sujeitos à interpretação pessoal. A variabilidade descritiva dos sintomas varia em função da cultura do indivíduo, assim como da valorização que cada pessoa dá às suas próprias percepções.
3 Rinite: Inflamação da mucosa nasal, produzida por uma infecção viral ou reação alérgica. Manifesta-se por secreção aquosa e obstrução das fossas nasais.
4 Sinais: São alterações percebidas ou medidas por outra pessoa, geralmente um profissional de saúde, sem o relato ou comunicação do paciente. Por exemplo, uma ferida.
5 Urticária: Reação alérgica manifestada na pele como elevações pruriginosas, acompanhadas de vermelhidão da mesma. Pode afetar uma parte ou a totalidade da pele. Em geral é autolimitada e cede em pouco tempo, podendo apresentar períodos de melhora e piora ao longo de vários dias.
6 Afecções: Quaisquer alterações patológicas do corpo. Em psicologia, estado de morbidez, de anormalidade psíquica.
7 Gravidez: Condição de ter um embrião ou feto em desenvolvimento no trato reprodutivo feminino após a união de ovo e espermatozóide.
8 Lactação: Fenômeno fisiológico neuro-endócrino (hormonal) de produção de leite materno pela puérpera no pós-parto; independente dela estar ou não amamentando.Toda mulher após o parto tem produção de leite - lactação; mas, infelizmente nem todas amamentam.
9 Cabeça:
10 Alergia: Reação inflamatória anormal, perante substâncias (alérgenos) que habitualmente não deveriam produzi-la. Entre estas substâncias encontram-se poeiras ambientais, medicamentos, alimentos etc.
11 Choque anafilático: Reação alérgica grave, caracterizada pela diminuição da pressão arterial, taquicardia e distúrbios gerais da circulação, acompanhado ou não de edema de glote. Necessita de tratamento urgente. Pode surgir por exposição aos mais diversos alérgenos.
12 Saúde: 1. Estado de equilíbrio dinâmico entre o organismo e o seu ambiente, o qual mantém as características estruturais e funcionais do organismo dentro dos limites normais para sua forma de vida e para a sua fase do ciclo vital. 2. Estado de boa disposição física e psíquica; bem-estar. 3. Brinde, saudação que se faz bebendo à saúde de alguém. 4. Força física; robustez, vigor, energia.

Tem alguma dvida sobre INFORMAÇÕES AO PACIENTE LORATADINA?

Pergunte diretamente a um especialista

Sua pergunta ser enviada aos especialistas do CatalogoMed, veja as dvidas j respondidas.