CARACTERÍTICAS CETAZ IM/IV

Atualizado em 28/05/2016

Ceftazidima é um antibiótico cefalosporínico bactericida, resistente à maioria das beta-lactamases e ativo contra extensa variedade de microrganismos  gram-negativos,  mostrando eficácia contra alguns gram-positivos, incluindo cepas1 resistentes à gentamicina e a outros aminoglicosídeos. A Ceftazidima é dotada de elevada atividade intrínseca in vitro, com a estreita faixa de concentração inibitória mínima (CIM) para a maioria dos gêneros. A atividade in vitro da Ceftazidima se estende aos seguintes microrganismos:Gram-negativos:
Pseudomonas aeruginosa, Pseudomonas sp., Klebsiella pneumoniae, Klebsiella sp., Proteus mirabilis, Proteus vulgaris, Morganella morganii (Proteus morganii), Proteus rettgeri, Providencia sp., Escherichia coli, Enterobacter sp., Citrobacter sp., Serratia sp., Salmonella sp., Yersinia enterocolitica, Pasteurella multocida, Acinetobacter sp., Neisseria gonorrhoeae, Neisseria  meningitidis, Haemophilus influenzae (incluindo cepas1 resistentes à ampicilina) e Haemophilus parainfluenzae.
Gram-positivos:
Staphylococcus aureus e Staphylococcus epidermidis (cepas1 sensíveis à meticilina), Micrococcus sp., Streptococcus pyogenes (Grupo A, beta-hemolíticos), streptococcus Grupo B (Streptococcus agalactiae), Streptococcus pneumoniae, Streptococcus mitie, Streptococcus sp. (com exclusão do Streptococcus  faecalis).
Cepas1 anaeróbias:
Peptococcus sp., Peptostreptococcus sp., Streptococcus sp., Propionibacterium sp., Clostridium perfringens, Fusobacterium sp., Bacteroides sp., (algumas cepas1 de  B.fragilis são resistentes).
O produto não é ativo in vitro contra estafilococos resistentes à meticilina, Streptococcus faecalis e muitos outros enterococos, Listeria monocytogenes, Campylobacter sp. e Clostridium difficile.
In vitro, as atividades da Ceftazidima combinadas a antibióticos aminoglicosídeos são, pelo menos, aditivas.
Os níveis séricos obtidos após a administração parenteral são elevados e prolongados, diminuindo com uma meia-vida de aproximadamente 2 horas. Assim, após a injeção intramuscular2 de 500mg e 1g, prontamente são atingidos níveis máximos de 18 e 37mg/l, respectivamente; e 5 minutos após uma injeção3 endovenosa direta de 500mg, 1g e 2g, são alcançados níveis médios de, respectivamente, 46, 87 e 170 mg/l. Concentrações terapeuticamente ativas são detectadas no soro4, mesmo 8 a 12 horas após a administração intramuscular ou endovenosa. A ligação da Ceftazidima às proteínas5 do soro4 é baixa, situando-se em torno de 10%. A Ceftazidima não é metabolizada no organismo, sendo excretada pela urina6 sob forma ativa, através de filtração glomerular. Cerca de 80 a 90% da dose é recuperada na urina6 em 24 horas. Tendo em vista que a quantidade excretada pela bile7 é inferior a 1%, o teor da droga que chega ao intestino é mínimo. Concentrações excedentes aos níveis inibitórios mínimos para patógenos comuns são detectadas, após a injeção3 de doses usuais, nos ossos, no coração8, no bile7, no esputo, no humor aquoso9 e nos líquidos sinovial, pleural e peritoneal. A Ceftazidima atravessa a placenta rapidamente e é excretada no leite materno. Na ausência de inflamação10, a Ceftazidima não atravessa com facilidade a barreira hematoncefálica. Todavia, na vigência de inflamação10 das meninges11, são atingidos níveis terapêuticos de 4 a 20 mg/l, ou mais, no líquido cefalorraquidiano12. Em pacientes com insuficiência renal13 a eliminação de Ceftazidima é diminuída, devendo por isso ser reduzida a dose.

Antes de consumir qualquer medicamento, consulte seu médico (http://www.catalogo.med.br).

Complementos

1 Cepas: Cepa ou estirpe é um termo da biologia e da genética que se refere a um grupo de descendentes com um ancestral comum que compartilham semelhanças morfológicas e/ou fisiológicas.
2 Injeção intramuscular: Injetar medicamento em forma líquida no músculo através do uso de uma agulha e seringa.
3 Injeção: Infiltração de medicação ou nutrientes líquidos no corpo através de uma agulha e seringa.
4 Soro: Chama-se assim qualquer líquido de características cristalinas e incolor.
5 Proteínas: Um dos três principais nutrientes dos alimentos. Alimentos que fornecem proteína incluem carne vermelha, frango, peixe, queijos, leite, derivados do leite, ovos.
6 Urina: Resíduo líquido produzido pela filtração renal no organismo, estocado na bexiga e expelido pelo ato de urinar.
7 Bile: Agente emulsificador produzido no FÍGADO e secretado para dentro do DUODENO. Sua composição é formada por s ÁCIDOS E SAIS BILIARES, COLESTEROL e ELETRÓLITOS. A bile auxilia a DIGESTÃO das gorduras no duodeno.
8 Coração: Órgão muscular, oco, que mantém a circulação sangüínea.
9 Humor aquoso: Fluido aquosa e claro que preenche as câmaras anterior e posterior do olho. Apresenta um índice de refração menor que o cristalino, o qual está envolvido pelo humor aquoso, e está relacionado com o metabolismo da córnea e do cristalino.
10 Inflamação: Conjunto de processos que se desenvolvem em um tecido em resposta a uma agressão externa. Incluem fenômenos vasculares como vasodilatação, edema, desencadeamento da resposta imunológica, ativação do sistema de coagulação, etc.Quando se produz em um tecido superficial (pele, tecido celular subcutâneo) pode apresentar tumefação, aumento da temperatura local, coloração avermelhada e dor (tétrade de Celso, o cientista que primeiro descreveu as características clínicas da inflamação).
11 Meninges: Conjunto de membranas que envolvem o sistema nervoso central. Cumprem funções de proteção, isolamento e nutrição. São três e denominam-se dura-máter, pia-máter e aracnóide.
12 Líquido cefalorraquidiano: Líquido cefalorraquidiano (LCR), também conhecido como líquor ou fluido cérebro espinhal, é definido como um fluido corporal estéril, incolor, encontrado no espaço subaracnoideo no cérebro e na medula espinhal (entre as meninges aracnoide e pia-máter). Caracteriza-se por ser uma solução salina pura, com baixo teor de proteínas e células, atuando como um amortecedor para o córtex cerebral e a medula espinhal. Possui também a função de fornecer nutrientes para o tecido nervoso e remover resíduos metabólicos do mesmo. É sintetizado pelos plexos coroidais, epitélio ventricular e espaço subaracnoideo em uma taxa de aproximadamente 20 mL/hora. Em recém-nascidos, este líquido é encontrado em um volume que varia entre 10 a 60 mL, enquanto que no adulto fica entre 100 a 150 mL.
13 Insuficiência renal: Condição crônica na qual o corpo retém líquido e excretas pois os rins não são mais capazes de trabalhar apropriadamente. Uma pessoa com insuficiência renal necessita de diálise ou transplante renal.

Tem alguma dúvida sobre CARACTERÍTICAS CETAZ IM/IV?

Pergunte diretamente a um especialista

Sua pergunta será enviada aos especialistas do CatalogoMed, veja as dúvidas já respondidas.