CUIDADOS ESPECIAIS DDAVP

Atualizado em 24/05/2016

Atenção especial deve ser depositada no risco de retenção de água. A ingestão de líquido deve ser restrita à menor quantidade possível e o peso corpóreo deve ser checado regularmente. Quando usado com propósitos de diagnóstico1, a ingestão de fluidos não deve exceder 0,5 l a partir de uma hora antes e até oito horas após a administração. Deve haver um aumento gradual de peso corpóreo, decréscimo de sódio sérico abaixo de 130 mmol/ml ou da osmolalidade plasmática2 abaixo de 270 mOsm/kg de peso corpóreo, a ingestão fluídica deve ser reduzida drasticamente e a administração de DDAVP interrompida. Substâncias as quais são conhecidas por liberar hormônio3 antidiurético, por ex.: antidepressivos tricíclicos, clorpromazina, carbamezapina, podem causar um efeito antidiurético adicional e aumentar o risco de retenção aquosa. Junto à infusão de DDAVP para uso hemostático, a pressão sangüínea4 deve ser monitorada continuamente. DDAVP não reduz o tempo de sangramento em trombocitopenia5.

Antes de consumir qualquer medicamento, consulte seu médico (http://www.catalogo.med.br).

Complementos

1 Diagnóstico: Determinação de uma doença a partir dos seus sinais e sintomas.
2 Osmolalidade plasmática: Osmolalidade plasmática ou sérica é uma medida indireta da concentração somada de todos os solutos de uma determinada solução.
3 Hormônio: Substância química produzida por uma parte do corpo e liberada no sangue para desencadear ou regular funções particulares do organismo. Por exemplo, a insulina é um hormônio produzido pelo pâncreas que diz a outras células quando usar a glicose para energia. Hormônios sintéticos, usados como medicamentos, podem ser semelhantes ou diferentes daqueles produzidos pelo organismo.
4 Pressão sangüínea: Força exercida pelo sangue arterial por unidade de área da parede arterial. É expressa como uma razão (Exemplo: 120/80, lê-se 120 por 80). O primeiro número é a pressão sistólica ou pressão máxima. E o segundo número é a presão diastólica ou mínima.
5 Trombocitopenia: É a redução do número de plaquetas no sangue. Contrário de trombocitose. Quando a quantidade de plaquetas no sangue é inferior a 150.000/mm³, diz-se que o indivíduo apresenta trombocitopenia (ou plaquetopenia). As pessoas com trombocitopenia apresentam tendência de sofrer hemorragias.

Tem alguma dúvida sobre CUIDADOS ESPECIAIS DDAVP?

Pergunte diretamente a um especialista

Sua pergunta será enviada aos especialistas do CatalogoMed, veja as dúvidas já respondidas.