FARMACOCINÉTICA ISORDIL

Atualizado em 24/05/2016

A absorção gastrintestinal de Isordil® comprimidos é rápida e completa. A droga
sofre um intenso efeito metabólico de primeiro passo, com pequenas variações
entre os pacientes. Isordil® é metabolizado em dois mononitratos que,
subseqüentemente, sofrem glicuronização.
Menos de 1% do dinitrato de isossrobida liga-se às proteínas1 plasmáticas. As
concentrações plasmáticas de Isordil® e mononitratos foram comparadas após a
administração de comprimidos sublinguais (2 x 5mg) e comprimidos orais (2 x
10mg) em voluntários. A dose sob a forma sublingual foi mais rapidamente
absorvida que a formulação oral, como evidenciado pelos picos de concentração
mais precoces de dinitrato de isossorbida e de mononitratos. A meia-vida do
dinitrato de isossorbida foi de 12 e 30 minutos, para comprimidos sublinguais e
comprimidos orais, respectivamente.
Para o mononitrato de isossorbida, a meia-vida foi de 2 horas para ambas as
formas de apresentação. Para o mononitrato de isossorbida, a meia-vida de
comprimidos sublinguais foi de 5 horas e 48 minutos, enquanto que para os
comprimidos orais foi 4 horas e 30 minutos.
A biodisponibilidade de uma dose única de Isordil® AP 40 mg (ação prolongada)
foi comparada à de Isordil® oral 20 mg (duas doses, administradas com
intervalo de 6 horas), em um estudo cruzado com voluntários. Uma única dose
de Isordil® AP 40 mg resultou em concentrações plasmáticas de dinitrato de
isossorbida, 2-mononitrato de isossorbida, e 5-mononitrato de isossorbida, as
quais oscilaram menos pronunciadamente do que as observadas com Isordil®
oral 20 mg, após a administração em doses divididas.
Os picos de concentração (concentrações máximas) de dinitrato de isossorbida
foram atingidos em 1h e 40 minutos com cápsulas de ação prolongada, e 45
minutos com comprimidos orais. A concentração máxima de 2-mononitrato de
isossorbida foi atingida em 3 horas e 10 minutos com cápsulas de ação
prolongada, e 1 hora e 10 minutos com comprimidos orais. A concentração
máxima de 5-mononitrato de isossorbida foi atingida em 4 horas e 49 minutos
com cápsulas de ação prolongada, e 1 hora e 34 minutos com comprimidos orais.
Todas estas diferenças foram estatisticamente significantes.
Com a administração crônica, ocorre acúmulo plasmático significante de dinitrato
de isossorbida, provavelmente como resultado da saturação do processo de
biotransformação intra-hepático.
A fase de eliminação após administração aguda e crônica de Isordil® parece ser
ao menos bi-exponencial. Basicamente, toda a droga é eliminada pelos rins2,
principalmente sob a forma de glicuronídeo.

Antes de consumir qualquer medicamento, consulte seu médico (http://www.catalogo.med.br).

Complementos

1 Proteínas: Um dos três principais nutrientes dos alimentos. Alimentos que fornecem proteína incluem carne vermelha, frango, peixe, queijos, leite, derivados do leite, ovos.
2 Rins: Órgãos em forma de feijão que filtram o sangue e formam a urina. Os rins são localizados na região posterior do abdômen, um de cada lado da coluna vertebral.

Tem alguma dúvida sobre FARMACOCINÉTICA ISORDIL?

Pergunte diretamente a um especialista

Sua pergunta será enviada aos especialistas do CatalogoMed, veja as dúvidas já respondidas.