SUPERDOSAGEM BLAUFERON B

Atualizado em 28/05/2016

Não se observou qualquer caso com humanos. Nos casos com sintomas1 graves, estes desapareceram em pouco tempo após suspensão da terapia e com medidas apropriadas. Como todo composto farmacologicamente ativo, recomenda-se o tratamento sintomático2 e de suporte. Instruções de Uso para a Reconstituição:
Nunca utilizar os frascos imediatamente após serem retirados da geladeira e respeitar as regras de assepsia3 habituais.
• Levar os dois frascos (diluente e pó) à temperatura ambiente.

• Retirar a cápsula protetora do frasco-ampola do liofilizado4 (fig. 1).
• Fazer a assepsia3 da superfície do tampão com o auxílio de um chumaço levemente embebido com álcool (fig. 2).
• Quebrar a ampola de diluente utilizando técnicas de assepsia3 habituais. (Cuidado para não tocar na extremidade aberta da ampola) (fig. 3).
• Com auxílio de uma seringa5 retirar a água da ampola do diluente (fig. 4).
•  Penetrar a mesma na parte central da tampa do frasco-ampola do liofilizado4 (fig. 5).
• Aguardar a completa dissolução do liofilizado4, agitando vagarosamente. O produto reconstituído deve resultar numa solução incolor (fig. 6).
• Retirar com o auxílio da seringa5 a solução reconstituída e aplicar a injeção6 (fig. 7).

A solução é transparente ou levemente opalescente.
Não utilizar se a solução estiver turva ou contiver depósito.

VENDA SOB PRESCRIÇÃO MÉDICA
Nº do Lote, Data de Fabricação e Validade: Vide Cartucho.



Antes de consumir qualquer medicamento, consulte seu médico (http://www.catalogo.med.br).

Complementos

1 Sintomas: Alterações da percepção normal que uma pessoa tem de seu próprio corpo, do seu metabolismo, de suas sensações, podendo ou não ser um indício de doença. Os sintomas são as queixas relatadas pelo paciente mas que só ele consegue perceber. Sintomas são subjetivos, sujeitos à interpretação pessoal. A variabilidade descritiva dos sintomas varia em função da cultura do indivíduo, assim como da valorização que cada pessoa dá às suas próprias percepções.
2 Sintomático: 1. Relativo a ou que constitui sintoma. 2. Que é efeito de alguma doença. 3. Por extensão de sentido, é o que indica um particular estado de coisas, de espírito; revelador, significativo.
3 Assepsia: É o conjunto de medidas que utilizamos para impedir a penetração de micro-organismos em um ambiente que logicamente não os tem. Logo um ambiente asséptico é aquele que está livre de infecção.
4 Liofilizado: Submetido à liofilização, que é a desidratação de substâncias realizada em baixas temperaturas, usada especialmente na conservação de alimentos, em medicamentos, etc.
5 Seringa: Dispositivo usado para injetar medicações ou outros líquidos nos tecidos do corpo. A seringa de insulina é formada por um tubo plástico com um êmbolo e uma agulha pequena na ponta.
6 Injeção: Infiltração de medicação ou nutrientes líquidos no corpo através de uma agulha e seringa.

Tem alguma dúvida sobre SUPERDOSAGEM BLAUFERON B?

Pergunte diretamente a um especialista

Sua pergunta será enviada aos especialistas do CatalogoMed, veja as dúvidas já respondidas.