FÓRMULA DE COMPOSIÇÃO ERITROMAX

Atualizado em 28/05/2016

Eritropoetina1 Recombinante Injetável (EPO) 1.000 U.I. (500 U.I/ml)
Cada frasco-ampola contém:
 Eritropoetina1    1.000 U.I.
Excipientes    14,8 mg
Água para Injetáveis q.s.p.    2 ml
Eritropoetina1 Recombinante Injetável (EPO) 2.000 U.I. (1.000 U.I/ml)
Cada frasco-ampola contém:
 Eritropoetina1    2.000 U.I.
Excipientes    14,8 mg
Água para Injetáveis q.s.p.     2 ml
Eritropoetina1 Recombinante Injetável (EPO) 4.000 U.I. (2.000 U.I/ml)
Cada frasco-ampola contém:
 Eritropoetina1    4.000 U.I.
Excipientes    14,8 mg
Água para Injetáveis q.s.p.    2 ml

- INFORMAÇÃO TÉCNICA

A Eritropoetina1 Humana Recombinante Injetável, é uma solução estéril e apirogênica, de Eritropoetina1 altamente purificada. O gen de Eritropoetina1 (EPO) encontra-se na cadeia longa do cromossomo2 7. Possui 5 exons e 4 introns.
O gen codifica um polipeptídeo de 193 aminoácidos. Os primeiros 27 aminoácidos constituem o peptídeo sinalizador e são clivados na célula3 previamente à sua secreção.
A codificação da EPO está cercada pelas seqüências reconhecidas pela enzima4 de restrição APA I, que, por sua vez, necessita das seqüências internas da APA I. Portanto, o tratamento de um fragmento5 do gen de EPO com esta enzima4 libera um único fragmento5 que contém a totalidade da seqüência codificante.
Em 1984, POWEL et al. construíram um vetor de expressão inserindo o fragmento5 APA I frente a um promotor forte de eucariontes, obtendo-se linhagens estáveis produtoras de grandes quantidades de EPO. Esta EPO é imunologica e biologicamente indistinguível da EPO humana endógena e é estruturalmente similar. Foi caracterizada química e biologicamente. Seu nome é epoetina omega, apresentando ligeiras diferenças de comportamento com outras versões de EPO tais como a epoetina alfa e a epoetina beta. A produção deste princípio ativo realiza-se por fermentação de células6 desta linha em bioreatores. É purificada por métodos sucessivos de cromatografia em coluna, a partir de sobrenadantes do meio de cultura isentos de soro7 e antibióticos.

Antes de consumir qualquer medicamento, consulte seu médico (http://www.catalogo.med.br).

Complementos

1 Eritropoetina: É uma glicoproteína que controla a eritropoiese, ou seja, a produção de células vermelhas do sangue.
2 Cromossomo: Cromossomos (Kroma=cor, soma=corpo) são filamentos espiralados de cromatina, existente no suco nuclear de todas as células, composto por DNA e proteínas, sendo observável à microscopia de luz durante a divisão celular.
3 Célula: Unidade funcional básica de todo tecido, capaz de se duplicar (porém algumas células muito especializadas, como os neurônios, não conseguem se duplicar), trocar substâncias com o meio externo à célula, etc. Possui subestruturas (organelas) distintas como núcleo, parede celular, membrana celular, mitocôndrias, etc. que são as responsáveis pela sobrevivência da mesma.
4 Enzima: Proteína produzida pelo organismo que gera uma reação química. Por exemplo, as enzimas produzidas pelo intestino que ajudam no processo digestivo.
5 Fragmento: 1. Pedaço de coisa que se quebrou, cortou, rasgou etc. É parte de um todo; fração. 2. No sentido figurado, é o resto de uma obra literária ou artística cuja maior parte se perdeu ou foi destruída. Ou um trecho extraído de uma obra.
6 Células: Unidades (ou subunidades) funcionais e estruturais fundamentais dos organismos vivos. São compostas de CITOPLASMA (com várias ORGANELAS) e limitadas por uma MEMBRANA CELULAR.
7 Soro: Chama-se assim qualquer líquido de características cristalinas e incolor.

Tem alguma dúvida sobre FÓRMULA DE COMPOSIÇÃO ERITROMAX?

Pergunte diretamente a um especialista

Sua pergunta será enviada aos especialistas do CatalogoMed, veja as dúvidas já respondidas.