REAÇÕES ADVERSAS / COLATERAIS FIBRINASE - COM CLORANFENICOL

Atualizado em 28/05/2016
Com o emprego de doses e indicações recomendadas, não têm sido relatados efeitos indesejáveis atribuíveis às enzimas. Em altas concentrações as reações adversas têm sido mínimas consistindo em hiperemia1 local. Tremores e febre2 atribuíveis à ação antigênica de ativadores profibrinolisina de origem bacteriana, não são problemas com a Fibrinase. Pacientes sensíveis ao cloranfenicol podem apresentar sinais3 de irritação local, com sintomas4 subjetivos de prurido5 ou ardência, edema angioneurótico6, urticária7, dermatite8 vesicular e maculo-papular. Nestes casos, a medicação deve ser descontinuada. Podem ocorrer reações de sensibilidade idêntica a outros materiais nas preparações tópicas. As discrasias sanguíneas têm sido associadas ao uso de cloranfenicol.
Antes de consumir qualquer medicamento, consulte seu médico (http://www.catalogo.med.br).

Complementos

1 Hiperemia: Congestão sanguínea em qualquer órgão ou parte do corpo.
2 Febre: É a elevação da temperatura do corpo acima dos valores normais para o indivíduo. São aceitos como valores de referência indicativos de febre: temperatura axilar ou oral acima de 37,5캜 e temperatura retal acima de 38캜. A febre é uma reação do corpo contra patógenos.
3 Sinais: São alterações percebidas ou medidas por outra pessoa, geralmente um profissional de saúde, sem o relato ou comunicação do paciente. Por exemplo, uma ferida.
4 Sintomas: Alterações da percepção normal que uma pessoa tem de seu próprio corpo, do seu metabolismo, de suas sensações, podendo ou não ser um indício de doença. Os sintomas são as queixas relatadas pelo paciente mas que só ele consegue perceber. Sintomas são subjetivos, sujeitos à interpretação pessoal. A variabilidade descritiva dos sintomas varia em função da cultura do indivíduo, assim como da valorização que cada pessoa dá às suas próprias percepções.
5 Prurido: 1.    Na dermatologia, o prurido significa uma sensação incômoda na pele ou nas mucosas que leva a coçar, devido à liberação pelo organismo de substâncias químicas, como a histamina, que irritam algum nervo periférico. 2.    Comichão, coceira. 3.    No sentido figurado, prurido é um estado de hesitação ou dor na consciência; escrúpulo, preocupação, pudor. Também pode significar um forte desejo, impaciência, inquietação.
6 Edema angioneurótico: Ataques recidivantes de edema transitório que aparecem subitamente em áreas da pele, membranas mucosas e ocasionalmente nas vísceras, geralmente associadas com dermatografismo, urticária, eritema e púrpura.
7 Urticária: Reação alérgica manifestada na pele como elevações pruriginosas, acompanhadas de vermelhidão da mesma. Pode afetar uma parte ou a totalidade da pele. Em geral é autolimitada e cede em pouco tempo, podendo apresentar períodos de melhora e piora ao longo de vários dias.
8 Dermatite: Inflamação das camadas superficiais da pele, que pode apresentar-se de formas variadas (dermatite seborreica, dermatite de contato...) e é produzida pela agressão direta de microorganismos, substância tóxica ou por uma resposta imunológica inadequada (alergias, doenças auto-imunes).

Tem alguma dvida sobre REAÇÕES ADVERSAS / COLATERAIS FIBRINASE - COM CLORANFENICOL?

Pergunte diretamente a um especialista

Sua pergunta ser enviada aos especialistas do CatalogoMed, veja as dvidas j respondidas.