ADULTOS FLUCAZOL 100MG

Atualizado em 28/05/2016
Para meningite1 criptocócica e infecções2 por criptococos em outros locais, a dose usual é de 400 mg no primeiro dia, seguida de 200 a 400 mg em dose única diária. A duração do tratamento em infecções2 criptocócicas dependerá da resposta clínica e micológica, porém para a meningite1 criptocócica é de no mínimo 6 a 8 semanas.Para prevenção de recidivas3 de meningite1 por criptococos em pacientes com AIDS, depois que o paciente receber a terapia primária completa, o Flucazol pode ser administrado em doses diárias de no mínimo 100 mg por período indefinido.
Para candidemia, candidíase4 disseminada ou outras invasivas por Candida, a dose usual é de 400 mg no primeiro dia, seguida de 200 mg diariamente. A dose poderá ser aumentada para 400 mg diários, dependendo da resposta clínica e, a duração do tratamento também dependerá da mesma.
Para candidíase4 orofaríngea5, a dose usual é de 50 mg a 100 mg em dose única diária durante 7 a 14 dias. Quando necessário o tratamento pode ser continuado por períodos mais longos em pacientes com função imune seriamente comprometida. Para candidíase4 oral atrófica6, associada a dentaduras, a dose usual é de 50 mg em dose única diária durante 14 dias, administrada concomitantemente com medidas anti-sépticas locais para dentaduras. Para outras infecções2 por Candida nas mucosas7 (exceto candidíase4 vaginal), como por exemplo esofagite8, infecções2 broncopulmonares não invasivas e candidúria, a dose usual eficaz é de 50 mg diários, administrada durante 14 a 30 dias . Em raros casos de infecções2 mais difíceis por Candida na mucosa9, a dose pode ser aumentada para até 100 mg diários.
Para prevenção de infecções2 fúngicas10 em pacientes com doenças malignas a dose deve ser de 50 mg em doses únicas diárias, enquanto o paciente estiver correndo riscos como conseqüência da administração de quimioterapia11 citotóxica ou radioterapia12.
Para a candidíase4 vaginal, deve ser administrado em dose única oral de 150 mg.
Para dermatofitoses (tinha do corpo, do pé e ungueal13) e candidíase4 tegumentar (cutânea14 e mucosa9) deve ser administrado em dose oral única semanal de 150 mg, por 4 semanas em média. Mas, nos casos de Tinea pedis, poderá ser necessário um tratamento de até 6 semanas.
Para a prevenção de reincidência15 de candidíase4 orofaríngea5 em pacientes com AIDS, depois que o paciente terminar a terapia primária, o fluconazol pode ser administrado em dose única semanal de 150 mg. A dose recomendada de Flucazol para a prevenção da candidíase4 é de 50 a 400 mg em dose única diária, baseada no risco do paciente de desenvolver infecção16 fúngica17. Para pacientes18 com alto risco de desenvolver infecção16 sistêmica, como pacientes que apresentarão neutropenia19 profunda ou prolongada, a dose recomendada é de 400 mg em dose única diária. A administração deve começar alguns dias antes do início estimado da neutropenia19 e continuar por 7 dias depois que a contagem de neutrófilos20 atingir valores maiores que 1000 células21/mm3.
Antes de consumir qualquer medicamento, consulte seu médico (http://www.catalogo.med.br).

Complementos

1 Meningite: Inflamação das meninges, aguda ou crônica, quase sempre de origem infecciosa, com ou sem reação purulenta do líquido cefalorraquidiano. As meninges são três membranas superpostas (dura-máter, aracnoide e pia-máter) que envolvem o encéfalo e a medula espinhal.
2 Infecções: Doença produzida pela invasão de um germe (bactéria, vírus, fungo, etc.) em um organismo superior. Como conseqüência da mesma podem ser produzidas alterações na estrutura ou funcionamento dos tecidos comprometidos, ocasionando febre, queda do estado geral, e inúmeros sintomas que dependem do tipo de germe e da reação imunológica perante o mesmo.
3 Recidivas: 1. Em medicina, é o reaparecimento de uma doença ou de um sintoma, após período de cura mais ou menos longo; recorrência. 2. Em direito penal, significa recaída na mesma falta, no mesmo crime; reincidência.
4 Candidíase: É o nome da infecção produzida pela Candida albicans, um fungo que produz doença em mucosas, na pele ou em órgãos profundos (candidíase sistêmica).As infecções profundas podem ser mais freqüentes em pessoas com deficiência no sistema imunológico (pacientes com câncer, SIDA, etc.).
5 Orofaríngea: Relativo à orofaringe.
6 Atrófica: Relativa à atrofia, atrofiada. Que atrofia; que mingua, atrofiador, atrofiante. Que se torna mais debilitada e menos intensa.
7 Mucosas: Tipo de membranas, umidificadas por secreções glandulares, que recobrem cavidades orgânicas em contato direto ou indireto com o meio exterior.
8 Esofagite: Inflamação da mucosa esofágica. Pode ser produzida pelo refluxo do conteúdo ácido estomacal (esofagite de refluxo), por ingestão acidental ou intencional de uma substância tóxica (esofagite cáustica), etc.
9 Mucosa: Tipo de membrana, umidificada por secreções glandulares, que recobre cavidades orgânicas em contato direto ou indireto com o meio exterior.
10 Fúngicas: Relativas à ou produzidas por fungo.
11 Quimioterapia: Método que utiliza compostos químicos, chamados quimioterápicos, no tratamento de doenças causadas por agentes biológicos. Quando aplicada ao câncer, a quimioterapia é chamada de quimioterapia antineoplásica ou quimioterapia antiblástica.
12 Radioterapia: Método que utiliza diversos tipos de radiação ionizante para tratamento de doenças oncológicas.
13 Ungueal: Relativo ou pertencente à unha, garra ou casco, ou que a eles se assemelha.
14 Cutânea: Que diz respeito à pele, à cútis.
15 Reincidência: 1. Ato ou efeito de reincidir ou repetir. 2. Obstinação, insistência, teimosia.
16 Infecção: Doença produzida pela invasão de um germe (bactéria, vírus, fungo, etc.) em um organismo superior. Como conseqüência da mesma podem ser produzidas alterações na estrutura ou funcionamento dos tecidos comprometidos, ocasionando febre, queda do estado geral, e inúmeros sintomas que dependem do tipo de germe e da reação imunológica perante o mesmo.
17 Fúngica: Relativa à ou produzida por fungo.
18 Para pacientes: Você pode utilizar este texto livremente com seus pacientes, inclusive alterando-o, de acordo com a sua prática e experiência. Conheça todos os materiais Para Pacientes disponíveis para auxiliar, educar e esclarecer seus pacientes, colaborando para a melhoria da relação médico-paciente, reunidos no canal Para Pacientes . As informações contidas neste texto são baseadas em uma compilação feita pela equipe médica da Centralx. Você deve checar e confirmar as informações e divulgá-las para seus pacientes de acordo com seus conhecimentos médicos.
19 Neutropenia: Queda no número de neutrófilos no sangue abaixo de 1000 por milímetro cúbico. Esta é a cifra considerada mínima para manter um sistema imunológico funcionando adequadamente contra os agentes infecciosos mais freqüentes. Quando uma pessoa neutropênica apresenta febre, constitui-se uma situação de “emergência infecciosa”.
20 Neutrófilos: Leucócitos granulares que apresentam um núcleo composto de três a cinco lóbulos conectados por filamenos delgados de cromatina. O citoplasma contém grânulos finos e inconspícuos que coram-se com corantes neutros.
21 Células: Unidades (ou subunidades) funcionais e estruturais fundamentais dos organismos vivos. São compostas de CITOPLASMA (com várias ORGANELAS) e limitadas por uma MEMBRANA CELULAR.

Tem alguma dúvida sobre ADULTOS FLUCAZOL 100MG?

Pergunte diretamente a um especialista

Sua pergunta será enviada aos especialistas do CatalogoMed, veja as dúvidas já respondidas.