GRAVIDEZ E LACTAÇÃO FLUTICAPS

Atualizado em 28/05/2016
Avaliado como categoria C na classificação deriscos para gestação do FDA.
Estudos de reprodução1 animal têm demonstrado
somente efeitos característicos da exposição sistêmica
a glicocorticóides em quantidades muito
acima da dose terapêutica2 recomendada para
inalação. Os testes de genotoxicidade não têm
demonstrado potencial mutagênico. Como os
estudos sobre reprodução1 realizados em animais
nem sempre são capazes de prever a resposta
em humanos, FLUTICAPS (propionato de fluticasona)
só deve ser usado durante a gravidez3 se o
benefício para a mãe justificar o possível risco para
o feto4.
Não existem estudos sobre a excreção do propionato
de fluticasona no leite materno.
Antes de consumir qualquer medicamento, consulte seu médico (http://www.catalogo.med.br).

Complementos

1 Reprodução: 1. Função pela qual se perpetua a espécie dos seres vivos. 2. Ato ou efeito de reproduzir (-se). 3. Imitação de quadro, fotografia, gravura, etc.
2 Terapêutica: Terapia, tratamento de doentes.
3 Gravidez: Condição de ter um embrião ou feto em desenvolvimento no trato reprodutivo feminino após a união de ovo e espermatozóide.
4 Feto: Filhote por nascer de um mamífero vivíparo no período pós-embrionário, depois que as principais estruturas foram delineadas. Em humanos, do filhote por nascer vai do final da oitava semana após a CONCEPÇÃO até o NASCIMENTO, diferente do EMBRIÃO DE MAMÍFERO prematuro.

Tem alguma dvida sobre GRAVIDEZ E LACTAÇÃO FLUTICAPS?

Pergunte diretamente a um especialista

Sua pergunta ser enviada aos especialistas do CatalogoMed, veja as dvidas j respondidas.