GRAVIDEZ E LACTAÇÃO FLUCONAL

Atualizado em 28/05/2016

Categoria de risco na gravidez1: C
Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica ou

do cirurgião-dentista.

Não existem estudos adequados nem controlados realizados com mulheres grávidas. Existem

relatos de anormalidades múltiplas congênitas2 em crianças cujas mães foram tratadas para

coccidioidomicose , com altas doses (400-800 mg/dia) de fluconazol por 3 meses ou mais. A

relação entre o uso de fluconazol e esses eventos não está definida. Efeitos adversos fetais foram

observados em animais apenas com altas doses associadas à toxicidade3 materna. O uso durante

a gravidez1 deverá ser evitado, exceto em pacientes com infecções4 fúngicas5 graves ou com risco

potencial de vida e nos quais os benefícios potenciais superem os possíveis riscos ao feto6.

Lactação7: O fluconazol é encontrado no leite materno em concentrações semelhantes as do

plasma8. Desta maneira seu uso em mulheres lactantes9 não é recomendado.

Antes de consumir qualquer medicamento, consulte seu médico (http://www.catalogo.med.br).

Complementos

1 Gravidez: Condição de ter um embrião ou feto em desenvolvimento no trato reprodutivo feminino após a união de ovo e espermatozóide.
2 Congênitas: 1. Em biologia, o que é característico do indivíduo desde o nascimento ou antes do nascimento; conato. 2. Que se manifesta espontaneamente; inato, natural, infuso. 3. Que combina bem com; apropriado, adequado. 4. Em termos jurídicos, é o que foi adquirido durante a vida fetal ou embrionária; nascido com o indivíduo. Por exemplo, um defeito congênito.
3 Toxicidade: Capacidade de uma substância produzir efeitos prejudiciais ao organismo vivo.
4 Infecções: Doença produzida pela invasão de um germe (bactéria, vírus, fungo, etc.) em um organismo superior. Como conseqüência da mesma podem ser produzidas alterações na estrutura ou funcionamento dos tecidos comprometidos, ocasionando febre, queda do estado geral, e inúmeros sintomas que dependem do tipo de germe e da reação imunológica perante o mesmo.
5 Fúngicas: Relativas à ou produzidas por fungo.
6 Feto: Filhote por nascer de um mamífero vivíparo no período pós-embrionário, depois que as principais estruturas foram delineadas. Em humanos, do filhote por nascer vai do final da oitava semana após a CONCEPÇÃO até o NASCIMENTO, diferente do EMBRIÃO DE MAMÍFERO prematuro.
7 Lactação: Fenômeno fisiológico neuro-endócrino (hormonal) de produção de leite materno pela puérpera no pós-parto; independente dela estar ou não amamentando.Toda mulher após o parto tem produção de leite - lactação; mas, infelizmente nem todas amamentam.
8 Plasma: Parte que resta do SANGUE, depois que as CÉLULAS SANGÜÍNEAS são removidas por CENTRIFUGAÇÃO (sem COAGULAÇÃO SANGÜÍNEA prévia).
9 Lactantes: Que produzem leite; que aleitam.

Tem alguma dvida sobre GRAVIDEZ E LACTAÇÃO FLUCONAL?

Pergunte diretamente a um especialista

Sua pergunta ser enviada aos especialistas do CatalogoMed, veja as dvidas j respondidas.