REAÇÕES ADVERSAS CEFTRIAXONA SÓDICA

Atualizado em 28/05/2016

A CEFTRIAXONA SÓDICA É GERALMENTE BEM TOLERADA. DURANTE O USO DE CEFTRIAXONA SÓDICA FORAM OBSERVADAS AS SEGUINTES REAÇÕES ADVERSAS REVERSÍVEIS ESPONTANEAMENTE OU APÓS A RETIRADA DO MEDICAMENTO.

 • REAÇÕES ADVERSAS SISTÊMICAS:

DISTÚRBIOS GASTRINTESTINAIS (CERCA DE 2% DOS CASOS), FEZES MOLES OU DIARRÉIA1, NÁUSEA2, VÔMITO3, ESTOMATITE4 E GLOSSITE5.
ALTERAÇÕES HEMATOLÓGICAS (CERCA DE 2% DOS CASOS): EOSINOFILIA6, LEUCOPENIA7, GRANULOCITOPENIA, ANEMIA HEMOLÍTICA8, TROMBOCITOPENIA9; CASOS ISOLADOS DE GRANULOCITOPENIA (< 500/MM3) FORAM RELATADOS, A MAIORIA DOS QUAIS APÓS 10 DIAS DE TRATAMENTO SEGUINDO A UMA DOSE TOTAL DE 20 G OU MAIS.

Antes de consumir qualquer medicamento, consulte seu médico (http://www.catalogo.med.br).

Complementos

1 Diarréia: Aumento do volume, freqüência ou quantidade de líquido nas evacuações.Deve ser a manifestação mais freqüente de alteração da absorção ou transporte intestinal de substâncias, alterações estas que em geral são devidas a uma infecção bacteriana ou viral, a toxinas alimentares, etc.
2 Náusea: Vontade de vomitar. Forma parte do mecanismo complexo do vômito e pode ser acompanhada de sudorese, sialorréia (salivação excessiva), vertigem, etc.
3 Vômito: É a expulsão ativa do conteúdo gástrico pela boca. Pode ser classificado como: alimentar, fecalóide, biliar, em jato, pós-prandial. Sinônimo de êmese. Os medicamentos que agem neste sintoma são chamados de antieméticos.
4 Estomatite: Inflamação da mucosa oral produzida por infecção viral, bacteriana, micótica ou por doença auto-imune. É caracterizada por dor, ardor e vermelhidão da mucosa, podendo depositar-se sobre a mesma uma membrana brancacenta (leucoplasia), ou ser acompanhada de bolhas e vesículas.
5 Glossite: Inflamação da mucosa que reveste a língua, produzida por infecção viral, radiação, carências nutricionais, etc.
6 Eosinofilia: Propriedade de se corar facilmente pela eosina. Em patologia, é o aumento anormal de eosinófilos no sangue, característico de alergias e infestações por parasitas. Em patologia, é o acúmulo de eosinófilos em um tecido ou exsudato.
7 Leucopenia: Redução no número de leucócitos no sangue. Os leucócitos são responsáveis pelas defesas do organismo, são os glóbulos brancos. Quando a quantidade de leucócitos no sangue é inferior a 6000 leucócitos por milímetro cúbico, diz-se que o indivíduo apresenta leucopenia.
8 Anemia hemolítica: Doença hereditária que faz com que os glóbulos vermelhos do sangue se desintegrem no interior dos veios sangüíneos (hemólise intravascular) ou em outro lugar do organismo (hemólise extravascular). Pode ter várias causas e ser congênita ou adquirida. O tratamento depende da causa.
9 Trombocitopenia: É a redução do número de plaquetas no sangue. Contrário de trombocitose. Quando a quantidade de plaquetas no sangue é inferior a 150.000/mm³, diz-se que o indivíduo apresenta trombocitopenia (ou plaquetopenia). As pessoas com trombocitopenia apresentam tendência de sofrer hemorragias.

Tem alguma dúvida sobre REAÇÕES ADVERSAS CEFTRIAXONA SÓDICA?

Pergunte diretamente a um especialista

Sua pergunta será enviada aos especialistas do CatalogoMed, veja as dúvidas já respondidas.