MODO DE USAR E CUIDADOS DE CONSERVAÇÃO DEPOIS DE ABERTO NOVALGINA INJETAVEL

Atualizado em 24/05/2016

NOVALGINA® solução injetável deve ser aplicada lentamente e não devem ser misturados
outros medicamentos na mesma seringa1. Não deve ser administrada em altas doses, ou por
períodos prolongados, sem controle médico.
Para garantir que a administração parenteral de dipirona sódica possa ser interrompida ao
primeiro sinal2 de reação anafilática3/anafilactóide e para minimizar o risco de reações
hipotensivas isoladas (ver item sobre REAÇÕES ADVERSAS ), é necessário que os pacientes
estejam deitados e sob supervisão médica. Além disto, como uma medida adicional na
prevenção de reações hipotensivas, a administração intravenosa deve ser muito lenta, ou seja,
a velocidade de infusão não deve exceder 1 mL (500 mg de dipirona sódica)/minuto.

Incompatibilidades/Compatibilidades:
NOVALGINA® pode ser diluída em solução de glicose4 a 5%, solução de cloreto de sódio a
0,9% ou solução de Ringer-lactato5. Entretanto, tais soluções devem ser administradas
imediatamente, visto que suas estabilidades são limitadas.
Devido à possibilidade de incompatibilidade, a solução de dipirona sódica não deve ser
administrada juntamente com outros medicamentos injetáveis.
Depois de abertas, as ampolas de NOVALGINA® devem ser utilizadas imediatamente. Se
houver solução remanescente após o uso, descartar.

Antes de consumir qualquer medicamento, consulte seu médico (http://www.catalogo.med.br).

Complementos

1 Seringa: Dispositivo usado para injetar medicações ou outros líquidos nos tecidos do corpo. A seringa de insulina é formada por um tubo plástico com um êmbolo e uma agulha pequena na ponta.
2 Sinal: 1. É uma alteração percebida ou medida por outra pessoa, geralmente um profissional de saúde, sem o relato ou comunicação do paciente. Por exemplo, uma ferida. 2. Som ou gesto que indica algo, indício. 3. Dinheiro que se dá para garantir um contrato.
3 Reação anafilática: É um tipo de reação alérgica sistêmica aguda. Esta reação ocorre quando a pessoa foi sensibilizada (ou seja, quando o sistema imune foi condicionado a reconhecer uma substância como uma ameaça ao organismo). Na segunda exposição ou nas exposições subseqüentes, ocorre uma reação alérgica. Essa reação é repentina, grave e abrange o corpo todo. O sistema imune libera anticorpos. Os tecidos liberam histamina e outras substâncias. Esse mecanismo causa contrações musculares, constrição das vias respiratórias, dificuldade respiratória, dor abdominal, cãimbras, vômitos e diarréia. A histamina leva à dilatação dos vasos sangüíneos (que abaixa a pressão sangüínea) e o vazamento de líquidos da corrente sangüínea para os tecidos (que reduzem o volume de sangue) o que provoca o choque. Ocorrem com freqüência a urticária e o angioedema - este angioedema pode resultar na obstrução das vias respiratórias. Uma anafilaxia prolongada pode causar arritmia cardíaca.
4 Glicose: Uma das formas mais simples de açúcar.
5 Lactato: Sal ou éster do ácido láctico ou ânion dele derivado.

Tem alguma dvida sobre MODO DE USAR E CUIDADOS DE CONSERVAÇÃO DEPOIS DE ABERTO NOVALGINA INJETAVEL?

Pergunte diretamente a um especialista

Sua pergunta ser enviada aos especialistas do CatalogoMed, veja as dvidas j respondidas.