MODO DE AÇÃO INTERFERON ALFA-2B HUMANO RECOMBINANTE

Atualizado em 25/05/2016

O sistema imune1 é constituído por um complexo de células2 diferentes que recebem e emitem diversos sinais3 dirigidos às células brancas do sangue4, regulando, assim, os mecanismos de defesa do organismo. Os mediadores desta interação são proteínas5, peptídeos e outras substâncias que por sua atividade recebem o nome de imunomoduladores.

Os imunomoduladores biológicos são constituídos por um grupo de moléculas com propriedades específicas, muitas delas química e biologicamente muito bem caracterizadas e outras por descobrir.Um elemento desse grupo é o Interferon.

Os Interferons são glicoproteínas que possuem diversas ações biológicas dentre elas efeitos antivirais, imunomoduladores, antiproliferativos complexos. Sua produção e liberação endógena ocorre em resposta a vírus6 e outros indutores, com exceção de exotoxinas7 bacterianas, poliânions, alguns compostos de baixo peso molecular e microorganismos com crescimento intracelular.

Os primeiros ensaios clínicos8 realizados com Interferon datam de 1970 e utilizavam o tipo a produzido em leucócitos9 de doadores normais, ampliando­se os estudos à medida em que se melhorava e aumentava a produção. Produziu-se um salto quantitativo ao se utilizarem as técnicas de ADN recombinante para produzir o INTERFERON a-2b Humano Recombinante.

Interferon a-2b recombinante é uma proteína produzida para uso por injeção10. É produzido por uma técnica ADN recombinante expressa em Escherichia coli.

Uma grande gama de vírus6 ARN e ADN é sensível ao Interferon, porém o mecanismo e grau do efeito é variável com o vírus6.

A sua atividade antiviral está baseada no fato de se combinarem aos receptores superficiais celulares específicos e inibirem a penetração, proliferação e liberação dos vírus6; sendo o principal efeito a inibição da síntese proteica viral.

O mecanismo pelo qual o Interferon exerce sua atividade antitumoral não é bem compreendido.
Acredita-se, contudo, que exerça ação antiproliferativa em células2 tumorais e modulação da resposta imune do hospedeiro, que possui papel importante na atividade antitumoral.

A atividade biológica do Interferon é restrita a um número limitado de espécies além do homem.
Estudos "in vitro" demonstraram atividades antiproliferativas e imunomodulatórias. "In vivo" mostrou inibir o crescimento de tumores em ratos.

Não apresenta absorção oral. A concentração plasmática máxima é atingida 4 a 8 horas após administração intramuscular ou subcutânea11. A fração de dose aparentemente absorvida após injeção intramuscular12 é maior que 80%. É filtrado nos rins13 através do glomérulo14 e segue para rápida degradação proteolítica durante reabsorção tubular renal15. É rapidamente inativado, apresentando meia-vida inicial de 40 minutos e terminal de 5 horas aproximadamente (entre 3,7 a 8,5 horas). É excretado, em quantidade mínima, pelos rins13, o que sugere a reabsorção quase que completa. O metabolismo16 hepático e a subseqüente excreção biliar possuem mínima importância na eliminação do Interferon.

Antes de consumir qualquer medicamento, consulte seu médico (http://www.catalogo.med.br).

Complementos

1 Sistema imune: Sistema de defesa do organismo contra infecções e outros ataques de micro-organismos que enfraquecem o nosso corpo.
2 Células: Unidades (ou subunidades) funcionais e estruturais fundamentais dos organismos vivos. São compostas de CITOPLASMA (com várias ORGANELAS) e limitadas por uma MEMBRANA CELULAR.
3 Sinais: São alterações percebidas ou medidas por outra pessoa, geralmente um profissional de saúde, sem o relato ou comunicação do paciente. Por exemplo, uma ferida.
4 Células Brancas do Sangue: Células sangüíneas brancas. Compreendem tanto os leucócitos granulócitos (BASÓFILOS, EOSINÓFILOS e NEUTRÓFILOS) como os não granulócitos (LINFÓCITOS e MONÓCITOS).
5 Proteínas: Um dos três principais nutrientes dos alimentos. Alimentos que fornecem proteína incluem carne vermelha, frango, peixe, queijos, leite, derivados do leite, ovos.
6 Vírus: Pequeno microorganismo capaz de infectar uma célula de um organismo superior e replicar-se utilizando os elementos celulares do hospedeiro. São capazes de causar múltiplas doenças, desde um resfriado comum até a AIDS.
7 Exotoxinas: Toxinas segregadas por uma bactéria que atuam à distância e independente dela.
8 Ensaios clínicos: Há três fases diferentes em um ensaio clínico. A Fase 1 é o primeiro teste de um tratamento em seres humanos para determinar se ele é seguro. A Fase 2 concentra-se em saber se um tratamento é eficaz. E a Fase 3 é o teste final antes da aprovação para determinar se o tratamento tem vantagens sobre os tratamentos padrões disponíveis.
9 Leucócitos: Células sangüíneas brancas. Compreendem tanto os leucócitos granulócitos (BASÓFILOS, EOSINÓFILOS e NEUTRÓFILOS) como os não granulócitos (LINFÓCITOS e MONÓCITOS). Sinônimos: Células Brancas do Sangue; Corpúsculos Sanguíneos Brancos; Corpúsculos Brancos Sanguíneos; Corpúsculos Brancos do Sangue; Células Sanguíneas Brancas
10 Injeção: Infiltração de medicação ou nutrientes líquidos no corpo através de uma agulha e seringa.
11 Subcutânea: Feita ou situada sob a pele; hipodérmica.
12 Injeção intramuscular: Injetar medicamento em forma líquida no músculo através do uso de uma agulha e seringa.
13 Rins: Órgãos em forma de feijão que filtram o sangue e formam a urina. Os rins são localizados na região posterior do abdômen, um de cada lado da coluna vertebral.
14 Glomérulo: 1. Pequeno tufo ou novelo de fibras nervosas ou vasos sanguíneos, especialmente de capilares. 2. Rede de capilares recoberta por células epiteliais nos rins, é o local onde o sangue é filtrado e os produtos de excreção são removidos. 3. Inflorescência cimosa na qual as flores são subsésseis e muito próximas entre si, formando um aglomerado de aspecto globoso.
15 Renal: Relacionado aos rins. Uma doença renal é uma doença dos rins. Insuficiência renal significa que os rins pararam de funcionar.
16 Metabolismo: É o conjunto de transformações que as substâncias químicas sofrem no interior dos organismos vivos. São essas reações que permitem a uma célula ou um sistema transformar os alimentos em energia, que será ultilizada pelas células para que as mesmas se multipliquem, cresçam e movimentem-se. O metabolismo divide-se em duas etapas: catabolismo e anabolismo.

Tem alguma dúvida sobre MODO DE AÇÃO INTERFERON ALFA-2B HUMANO RECOMBINANTE?

Pergunte diretamente a um especialista

Sua pergunta será enviada aos especialistas do CatalogoMed, veja as dúvidas já respondidas.