GERAIS AURAM

Atualizado em 25/05/2016

. AURAM SOMENTE DEVE SER ADMINISTRADO SOBPRESCRIÇÃO E AVALIAÇÃO MÉDICA;

. É IMPORTANTE DETERMINAR OS NÍVEIS PLASMÁTICOS DE SÓDIO, ANTES DO INÍCIO DO TRATAMENTO E, POSTERIORMENTE, A INTERVALOS REGULARES. PODE OCORRER DIMINUIÇÃO DOS NÍVEIS DE SÓDIO SÉRICO DURANTE O TRATAMENTO COM O PRODUTO. PACIENTES QUE APRESENTAM BAIXOS NÍVEIS DE SÓDIO SÉRICO OU, QUE ESTEJAM SOB TRATAMENTO COM DIURÉTICOS1, NECESSITAM MONITORIZAÇÃO RIGOROSA;

. DURANTE O TRATAMENTO, DEVE SER RIGOROSAMENTE MONITORIZADA A CONTAGEM SANGUÍNEA DE LEUCÓCITOS2 E DE PLAQUETAS3, PRINCIPALMENTE SE FOR OBSERVADA ALGUMA DIMINUIÇÃO NO ÍNDICE NORMAL DESTAS CÉLULAS4.

CASO OCORRA ALGUMA EVIDÊNCIA DE DEPRESSÃO MEDULAR SIGNIFICATIVA, O TRATAMENTO COM AURAM DEVE SER SUSPENSO IMEDIATAMENTE CASO OCORRAM SINAIS5 OU SINTOMAS6 SUGESTIVOS DE GRAVES REAÇÕES EPIDÉRMICAS, COMO POR EXEMPLO A SÍNDROME DE STEVENS-JOHNSON7;

. OS PACIENTES DEVEM INFORMAR IMEDIATAMENTE SEU MÉDICO, CASO OCORRAM OS SINTOMAS6 OU SINAIS5 DAS REAÇÕES DE TOXICIDADE8 COMO FEBRE9, "RASH10" CUTÂNEO11, LESÕES12 BUCAIS, EQUIMOSES13 E PÚRPURA14;

. DEVIDO AO MAIOR RISCO DE APRESENTAR REAÇÕES ADVERSAS, OS PACIENTES COM DISFUNÇÕES CARDÍACA, HEPÁTICA15 OU RENAL16, DEVEM SER CUIDADOSAMENTE AVALIADOS DURANTE O TRATAMENTO;

. O POTENCIAL INDUTOR ENZIMÁTICO DA OXCARBAZEPINA É MENOR DO QUE O DA CARBAMAZEPINA. QUANDO OS PACIENTES ESTIVEREM SOB TRATAMENTO COM CARBAMAZEPINA OU COM OUTROS ANTIEPILÉPTICOS INDUTORES ENZIMÁTICOS E, HOUVER A SUBSTITUIÇÃO DE UM DELES POR OXCARBAZEPINA, AS CONCENTRAÇÕES PLASMÁTICAS DO ANTICONVULSIVANTE ASSOCIADO DEVEM SER AVALIADAS PARA EVITAR UMA POSSÍVEL TOXICIDADE8. NESTES CASOS, PODE SER RECOMENDÁVEL REDUZIR A DOSAGEM DO ANTIEPILÉPTICO ASSOCIADO;

. DURANTE O TRATAMENTO COM AURAM, O PACIENTE DEVE ABSTER-SE DE BEBIDAS ALCOÓLICAS, PARA EVITAR UM POSSÍVEL EFEITO SEDATIVO ADICIONAL.

Antes de consumir qualquer medicamento, consulte seu médico (http://www.catalogo.med.br).

Complementos

1 Diuréticos: Grupo de fármacos que atuam no rim, aumentando o volume e o grau de diluição da urina. Eles depletam os níveis de água e cloreto de sódio sangüíneos. São usados no tratamento da hipertensão arterial, insuficiência renal, insuficiência cardiaca ou cirrose do fígado. Há dois tipos de diuréticos, os que atuam diretamente nos túbulos renais, modificando a sua atividade secretora e absorvente; e aqueles que modificam o conteúdo do filtrado glomerular, dificultando indiretamente a reabsorção da água e sal.
2 Leucócitos: Células sangüíneas brancas. Compreendem tanto os leucócitos granulócitos (BASÓFILOS, EOSINÓFILOS e NEUTRÓFILOS) como os não granulócitos (LINFÓCITOS e MONÓCITOS). Sinônimos: Células Brancas do Sangue; Corpúsculos Sanguíneos Brancos; Corpúsculos Brancos Sanguíneos; Corpúsculos Brancos do Sangue; Células Sanguíneas Brancas
3 Plaquetas: Elemento do sangue (não é uma célula porque não apresenta núcleo) produzido na medula óssea, cuja principal função é participar da coagulação do sangue através da formação de conglomerados que tamponam o escape do sangue por uma lesão em um vaso sangüíneo.
4 Células: Unidades (ou subunidades) funcionais e estruturais fundamentais dos organismos vivos. São compostas de CITOPLASMA (com várias ORGANELAS) e limitadas por uma MEMBRANA CELULAR.
5 Sinais: São alterações percebidas ou medidas por outra pessoa, geralmente um profissional de saúde, sem o relato ou comunicação do paciente. Por exemplo, uma ferida.
6 Sintomas: Alterações da percepção normal que uma pessoa tem de seu próprio corpo, do seu metabolismo, de suas sensações, podendo ou não ser um indício de doença. Os sintomas são as queixas relatadas pelo paciente mas que só ele consegue perceber. Sintomas são subjetivos, sujeitos à interpretação pessoal. A variabilidade descritiva dos sintomas varia em função da cultura do indivíduo, assim como da valorização que cada pessoa dá às suas próprias percepções.
7 Síndrome de Stevens-Johnson: Forma grave, às vezes fatal, de eritema bolhoso, que acomete a pele e as mucosas oral, genital, anal e ocular. O início é geralmente abrupto, com febre, mal-estar, dores musculares e artralgia. Pode evoluir para um quadro toxêmico com alterações do sistema gastrointestinal, sistema nervoso central, rins e coração (arritmias e pericardite). O prognóstico torna-se grave principalmente em pessoas idosas e quando ocorre infecção secundária. Pode ser desencadeado por: sulfas, analgésicos, barbitúricos, hidantoínas, penicilinas, infecções virais e bacterianas.
8 Toxicidade: Capacidade de uma substância produzir efeitos prejudiciais ao organismo vivo.
9 Febre: É a elevação da temperatura do corpo acima dos valores normais para o indivíduo. São aceitos como valores de referência indicativos de febre: temperatura axilar ou oral acima de 37,5°C e temperatura retal acima de 38°C. A febre é uma reação do corpo contra patógenos.
10 Rash: Coloração avermelhada da pele como conseqüência de uma reação alérgica ou infecção.
11 Cutâneo: Que diz respeito à pele, à cútis.
12 Lesões: 1. Ato ou efeito de lesar (-se). 2. Em medicina, ferimento ou traumatismo. 3. Em patologia, qualquer alteração patológica ou traumática de um tecido, especialmente quando acarreta perda de função de uma parte do corpo. Ou também, um dos pontos de manifestação de uma doença sistêmica. 4. Em termos jurídicos, prejuízo sofrido por uma das partes contratantes que dá mais do que recebe, em virtude de erros de apreciação ou devido a elementos circunstanciais. Ou também, em direito penal, ofensa, dano à integridade física de alguém.
13 Equimoses: Manchas escuras ou azuladas devido à infiltração difusa de sangue no tecido subcutâneo. A maioria aparece após um traumatismo, mas pode surgir espontaneamente em pessoas que apresentam fragilidade capilar ou alguma coagulopatia. Após um período de tempo variável, as equimoses desaparecem passando por diferentes gradações: violácea, acastanhada, esverdeada e amarelada.
14 Púrpura: Lesão hemorrágica de cor vinhosa, que não desaparece à pressão, com diâmetro superior a um centímetro.
15 Hepática: Relativa a ou que forma, constitui ou faz parte do fígado.
16 Renal: Relacionado aos rins. Uma doença renal é uma doença dos rins. Insuficiência renal significa que os rins pararam de funcionar.

Tem alguma dúvida sobre GERAIS AURAM?

Pergunte diretamente a um especialista

Sua pergunta será enviada aos especialistas do CatalogoMed, veja as dúvidas já respondidas.