USO NA GRAVIDEZ AURAM

Atualizado em 25/05/2016

AS PACIENTES GRÁVIDAS EPILÉPTICAS DEVEM SER TRATADAS COM CUIDADOS ESPECIAIS. SE OCORRER GRAVIDEZ1 ENQUANTO A PACIENTE ESTIVER SOB TRATAMENTO COM A AURAM, OU SE FOR NECESSÁRIO INICIAR TRATAMENTO COM O MESMO DURANTE A GRAVIDEZ1, OS BENEFíCIOS POTENCIAIS DEVEM SER AVALIADOS EM RELAÇÃO AOS POSSÍVEIS RISCOS, PRINCIPALMENTE NO PRIMEIRO TRIMESTRE DA GRAVIDEZ1.

A OXCARBAZEPINA E SEU METABÓLITO2 ATIVO ATRAVESSAM A PLACENTA HUMANA. NÃO SE TEM DADOS QUE INDIQUEM SE O TRATAMENTO COM AURAM ACARRETA RISCOS PARA O EMBRIÃO OU PARA O FETO3. FOI RELATADO UM CASO COM CONCENTRAÇÕES SEMELHANTES DE MHD NO RECÉM-NASCIDO E NA MÃE.

QUANDO O TRATAMENTO FOR ABSOLUTAMENTE NECESSRIO E, NA AUSÊNCIA DE ALTERNATIVA MAIS SEGURA, DEVE SER ADMINISTRADA A POSOLOGIA MAIS BAIXA POSSÍVEL DE AURAM.
OS ESTUDOS REALIZADOS EM RATOS, SOBRE A REPRODUÇÃO4, A FERTILIDADE, O DESENVOLVIMENTO DA GESTAÇÃO E A LACTAÇÃO5, EM DOSES ATÉ 150 MG/KG, NÃO DEMONSTRARAM

EFEITOS ADVERSOS DO AURAM. DA MESMA FORMA, O FÁRMACO6 NÃO APRESENTOU ATIVIDADE TERATOGÊNICA7 EM RATOS, CAMUNDONGOS E COELHOS.

O METABÓLITO2 ATIVO NO HOMEM, MHD, NÃO APRESENTOU POTENCIAL TERATOGÊNICO8 EM RATOS E COELHOS TESTADOS. O CRESCIMENTO PRÉ E/OU PÓS-NATAL DA PROLE DE ROEDORES SOFREU ALGUM RETARDO EM DOSES QUE CAUSARAM TOXICIDADE9 MATERNA. ESTAS DOSES DE AURAM OU DE MHD EM
RATOS FORAM ASSOCIADAS COM CERTA EMBRIOTOXICIDADE, INCLUINDO DISTÚRBIOS DE IMPLANTAÇÃO. DURANTE A GRAVIDEZ1, PODE OCORRER DEFICIÊNCIA DE ÁCIDO FÓLICO AUMENTANDO OS RISCOS DA INCIDÊNCIA10 DE DEFEITOS CONGÊNITOS11 NOS BEBÊS12. TEM SIDO RELATADO QUE OS ANTIEPILÉPTICOS AGRAVAM A DEFICIÊNCIA DE ÁCIDO FÓLICO, SENDO RECOMENDÁVEL PROCEDER A SUA SUPLEMENTAÇÃO13
ANTES E DURANTE A GRAVIDEZ1. A DEFICIÊNCIA DE VITAMINA14 B12 DEVE SER EXCLUÍDA OU TRATADA.

Antes de consumir qualquer medicamento, consulte seu médico (http://www.catalogo.med.br).

Complementos

1 Gravidez: Condição de ter um embrião ou feto em desenvolvimento no trato reprodutivo feminino após a união de ovo e espermatozóide.
2 Metabólito: Qualquer composto intermediário das reações enzimáticas do metabolismo.
3 Feto: Filhote por nascer de um mamífero vivíparo no período pós-embrionário, depois que as principais estruturas foram delineadas. Em humanos, do filhote por nascer vai do final da oitava semana após a CONCEPÇÃO até o NASCIMENTO, diferente do EMBRIÃO DE MAMÍFERO prematuro.
4 Reprodução: 1. Função pela qual se perpetua a espécie dos seres vivos. 2. Ato ou efeito de reproduzir (-se). 3. Imitação de quadro, fotografia, gravura, etc.
5 Lactação: Fenômeno fisiológico neuro-endócrino (hormonal) de produção de leite materno pela puérpera no pós-parto; independente dela estar ou não amamentando.Toda mulher após o parto tem produção de leite - lactação; mas, infelizmente nem todas amamentam.
6 Fármaco: Qualquer produto ou preparado farmacêutico; medicamento.
7 Teratogênica: Agente teratogênico ou teratógeno é tudo aquilo capaz de produzir dano ao embrião ou feto durante a gravidez. Estes danos podem se refletir como perda da gestação, malformações ou alterações funcionais ou ainda distúrbios neurocomportamentais, como retardo mental.
8 Teratogênico: Agente teratogênico ou teratógeno é tudo aquilo capaz de produzir dano ao embrião ou feto durante a gravidez. Estes danos podem se refletir como perda da gestação, malformações ou alterações funcionais ou ainda distúrbios neurocomportamentais, como retardo mental.
9 Toxicidade: Capacidade de uma substância produzir efeitos prejudiciais ao organismo vivo.
10 Incidência: Medida da freqüência em que uma doença ocorre. Número de casos novos de uma doença em um certo grupo de pessoas por um certo período de tempo.
11 Defeitos congênitos: Problemas ou condições que estão presentes ao nascimento.
12 Bebês: Lactentes. Inclui o período neonatal e se estende até 1 ano de idade (12 meses).
13 Suplementação: Que serve de suplemento para suprir o que falta, que completa ou amplia.
14 Vitamina: Compostos presentes em pequenas quantidades nos diversos alimentos e nutrientes e que são indispensáveis para o desenvolvimento dos processos biológicos normais.

Tem alguma dúvida sobre USO NA GRAVIDEZ AURAM?

Pergunte diretamente a um especialista

Sua pergunta será enviada aos especialistas do CatalogoMed, veja as dúvidas já respondidas.