PRECAUÇÕES DOLOSAL 100MG-25AP. 2ML

Atualizado em 28/05/2016
DEPENDÊNCIA:- A PETIDINA pode produzir dependência do tipo Morfina. A dependência psíquica, física e tolerância podem desenvolver após repetidas administrações, motivo pelo qual sua administração deve ser criteriosa.USO INTRAVENOSO: - se necessário, a PETIDINA pode ser dada intravenosamente, porém de forma lenta, preferivelmente diluída. A injeção1 venosa rápida aumenta a incidência2 de reações adversas, depressão respiratória, apnéia3, hipotensão4, colapso5 circulatório periférico. Não se deve aplicar PETIDINA intravenosamente a não ser que um antagonista6 narcótico e facilidades para respiração controlada ou assistida estejam disponíveis.
USO NA GRAVIDEZ7:- DOLOSAL( (PETIDINA HCI, USP) não deve ser usado em mulheres antes do parto, a não ser que o médico pese os riscos envolvidos contra os benefícios esperados.
A PETIDINA deve ser usada com cuidado em pacientes com ataques agudos de asma8, doença pulmonar obstrutiva, diminuição da reserva respiratória. Sua administração pode resultar em depressão respiratória aguda em pacientes pós-cirúrgicos.
Antes de consumir qualquer medicamento, consulte seu médico (http://www.catalogo.med.br).

Complementos

1 Injeção: Infiltração de medicação ou nutrientes líquidos no corpo através de uma agulha e seringa.
2 Incidência: Medida da freqüência em que uma doença ocorre. Número de casos novos de uma doença em um certo grupo de pessoas por um certo período de tempo.
3 Apnéia: É uma parada respiratória provocada pelo colabamento total das paredes da faringe que ocorre principalmente enquanto a pessoa está dormindo e roncando. No adulto, considera-se apnéia após 10 segundos de parada respiratória. Como a criança tem uma reserva menor, às vezes, depois de dois ou três segundos, o sangue já se empobrece de oxigênio.
4 Hipotensão: Pressão sanguínea baixa ou queda repentina na pressão sanguínea. A hipotensão pode ocorrer quando uma pessoa muda rapidamente de uma posição sentada ou deitada para a posição de pé, causando vertigem ou desmaio.
5 Colapso: 1. Em patologia, é um estado semelhante ao choque, caracterizado por prostração extrema, grande perda de líquido, acompanhado geralmente de insuficiência cardíaca. 2. Em medicina, é o achatamento conjunto das paredes de uma estrutura. 3. No sentido figurado, é uma diminuição súbita de eficiência, de poder. Derrocada, desmoronamento, ruína. 4. Em botânica, é a perda da turgescência de tecido vegetal.
6 Antagonista: 1. Opositor. 2. Adversário. 3. Em anatomia geral, que ou o que, numa mesma região anatômica ou função fisiológica, trabalha em sentido contrário (diz-se de músculo). 4. Em medicina, que realiza movimento contrário ou oposto a outro (diz-se de músculo). 5. Em farmácia, que ou o que tende a anular a ação de outro agente (diz-se de agente, medicamento etc.). Agem como bloqueadores de receptores. 6. Em odontologia, que se articula em oposição (diz-se de ou qualquer dente em relação ao da maxila oposta).
7 Gravidez: Condição de ter um embrião ou feto em desenvolvimento no trato reprodutivo feminino após a união de ovo e espermatozóide.
8 Asma: Doença das vias aéreas inferiores (brônquios), caracterizada por uma diminuição aguda do calibre bronquial em resposta a um estímulo ambiental. Isto produz obstrução e dificuldade respiratória que pode ser revertida de forma espontânea ou com tratamento médico.

Tem alguma dúvida sobre PRECAUÇÕES DOLOSAL 100MG-25AP. 2ML?

Pergunte diretamente a um especialista

Sua pergunta será enviada aos especialistas do CatalogoMed, veja as dúvidas já respondidas.