COMPOSIÇÃO PAMIDRONATO DISSÓDICO

Atualizado em 28/05/2016

Pamidronato dissódico 30 mg. Cada frasco-ampola contém:

Pamidronato dissódico ......................................................................................... 30 mg

Excipientes q.s.p................................................................................... 1 frasco-ampola*


Pamidronato dissódico 60 mg. Cada frasco-ampola contém:

Pamidronato dissódico ......................................................................................... 60 mg

Excipientes q.s.p.................................................................................... 1 frasco-ampola*


Pamidronato dissódico 90 mg. Cada frasco-ampola contém:

Pamidronato dissódico ......................................................................................... 90 mg

Excipientes q.s.p..................................................................................... 1 frasco-ampola*

*Excipientes: manitol injetável, ácido fosfórico e água para injeção1.


Cada ampola de solução diluente contém:

Água para injeção1 ................................................................................................ 10 mL


- INFORMAÇÕES AO PACIENTE

Ação esperada do medicamento

Pamidronato dissódico atua sobre o tecido ósseo2, inibindo a reabsorção óssea.


Cuidados de armazenamento

Conservar em temperatura ambiente (entre 15° C e 30°C). Pamidronato dissódico reconstituído com água para injeção1 é estável por até 24 horas, se mantido à temperatura de 8°C. A solução de infusão preparada a partir da diluição do pó liófilo com um dos diluentes recomendados deve ser utilizada em 24 horas, contadas a partir do início da diluição do produto, quando armazenado à temperatura ambiente (entre 15°C e 30°C). Descartar a porção não utilizada do produto.


Prazo de validade

Desde que observados os devidos cuidados de conservação, o prazo de validade de pamidronato dissódico é de 24 meses, contados a partir da data de fabricação impressa em sua embalagem externa.

NÃO USE MEDICAMENTOS COM O PRAZO DE VALIDADE VENCIDO.


Gravidez3 e lactação4

Pamidronato dissódico não deve ser administrado quando houver suspeita ou durante a gravidez3 e lactação4, a não ser que, a critério médico, os benefícios do tratamento esperados para a mãe superem os riscos potenciais para o feto5 e/ou em casos de tratamento crônico6 de hipercalcemia. Informe ao seu médico a ocorrência de gravidez3 na vigência do tratamento ou após o seu término. Informe ao seu médico se está amamentando.


Cuidados de administração

Siga a orientação do seu médico, respeitando sempre os horários, as doses e a duração do tratamento.


Interrupção do tratamento

Não interromper o tratamento sem o conhecimento do seu médico. Somente o médico poderá avaliar a eficácia da terapia. A interrupção do tratamento pode ocasionar a não obtenção dos resultados esperados.


Reações adversas

As reações adversas de pamidronato dissódico são geralmente leves e transitórias. Informe seu médico o aparecimento de reações desagradáveis. A reação adversa mais comum é o aumento da temperatura (um aumento na temperatura corporal maior que 1°C, que pode durar 2 dias). O aumento da temperatura geralmente desaparece espontaneamente e não requer tratamento. Podem ocorrer reações adversas tais como: sintomas7 semelhantes aos da gripe8, acompanhados muitas vezes de mal-estar, tremores (calafrios9), cansaço, vermelhidão da pele10, hipocalcemia11 e hipofosfatemia.

TODO MEDICAMENTO DEVE SER MANTIDO FORA DO ALCANCE DAS CRIANÇAS.

Ingestão concomitante com outras substâncias

Não são conhecidas interações deste medicamento com alimentos e álcool. Entretanto, recomenda-se não ingerir bebidas alcóolicas durante o tratamento.


Contraindicações e precauções

O uso deste medicamento é contra-indicado em caso de hipersensibilidade conhecida ao Pamidronato dissódico, a outros bisfosfonatos e/ou demais componentes da formulação. Não há até o momento experiência clínica com o uso de pamidronato dissódico em crianças. Pamidronato dissódico pode provocar, em casos raros, sonolência e/ou tontura12. Os pacientes devem ser alertados para não dirigir veículos e/ou operar máquinas potencialmente perigosas ou exercer atividades que possam se tornar perigosas.

Informe ao seu médico sobre qualquer medicamento que esteja usando, antes do início, ou durante o tratamento.

NÃO TOME REMÉDIO SEM O CONHECIMENTO DO SEU MÉDICO, PODE SER PERIGOSO PARA A SAÚDE13.

Antes de consumir qualquer medicamento, consulte seu médico (http://www.catalogo.med.br).

Complementos

1 Injeção: Infiltração de medicação ou nutrientes líquidos no corpo através de uma agulha e seringa.
2 Tecido Ósseo: TECIDO CONJUNTIVO especializado, principal constituinte do ESQUELETO. O componente celular básico (principle) do osso é constituído por OSTEOBLASTOS, OSTEÓCITOS e OSTEOCLASTOS, enquanto COLÁGENOS FIBRILARES e cristais de hidroxiapatita formam a MATRIZ ÓSSEA.
3 Gravidez: Condição de ter um embrião ou feto em desenvolvimento no trato reprodutivo feminino após a união de ovo e espermatozóide.
4 Lactação: Fenômeno fisiológico neuro-endócrino (hormonal) de produção de leite materno pela puérpera no pós-parto; independente dela estar ou não amamentando.Toda mulher após o parto tem produção de leite - lactação; mas, infelizmente nem todas amamentam.
5 Feto: Filhote por nascer de um mamífero vivíparo no período pós-embrionário, depois que as principais estruturas foram delineadas. Em humanos, do filhote por nascer vai do final da oitava semana após a CONCEPÇÃO até o NASCIMENTO, diferente do EMBRIÃO DE MAMÍFERO prematuro.
6 Crônico: Descreve algo que existe por longo período de tempo. O oposto de agudo.
7 Sintomas: Alterações da percepção normal que uma pessoa tem de seu próprio corpo, do seu metabolismo, de suas sensações, podendo ou não ser um indício de doença. Os sintomas são as queixas relatadas pelo paciente mas que só ele consegue perceber. Sintomas são subjetivos, sujeitos à interpretação pessoal. A variabilidade descritiva dos sintomas varia em função da cultura do indivíduo, assim como da valorização que cada pessoa dá às suas próprias percepções.
8 Gripe: Doença viral adquirida através do contágio interpessoal que se caracteriza por faringite, febre, dores musculares generalizadas, náuseas, etc. Sua duração é de aproximadamente cinco a sete dias e tem uma maior incidência nos meses frios. Em geral desaparece naturalmente sem tratamento, apenas com medidas de controle geral (repouso relativo, ingestão de líquidos, etc.). Os antibióticos não funcionam na gripe e não devem ser utilizados de rotina.
9 Calafrios: 1. Conjunto de pequenas contrações da pele e dos músculos cutâneos ao longo do corpo, muitas vezes com tremores fortes e palidez, que acompanham uma sensação de frio provocada por baixa temperatura, má condição orgânica ou ainda por medo, horror, nojo, etc. 2. Sensação de frio e tremores fortes, às vezes com bater de dentes, que precedem ou acompanham acessos de febre.
10 Pele: Camada externa do corpo, que o protege do meio ambiente. Composta por DERME e EPIDERME.
11 Hipocalcemia: É a existência de uma fraca concentração de cálcio no sangue. A manifestação clínica característica da hipocalcemia aguda é a crise de tetania.
12 Tontura: O indivíduo tem a sensação de desequilíbrio, de instabilidade, de pisar no vazio, de que vai cair.
13 Saúde: 1. Estado de equilíbrio dinâmico entre o organismo e o seu ambiente, o qual mantém as características estruturais e funcionais do organismo dentro dos limites normais para sua forma de vida e para a sua fase do ciclo vital. 2. Estado de boa disposição física e psíquica; bem-estar. 3. Brinde, saudação que se faz bebendo à saúde de alguém. 4. Força física; robustez, vigor, energia.

Tem alguma dúvida sobre COMPOSIÇÃO PAMIDRONATO DISSÓDICO?

Pergunte diretamente a um especialista

Sua pergunta será enviada aos especialistas do CatalogoMed, veja as dúvidas já respondidas.