BulasMed - Referências completas de medicamentos

bulas.med.br
Buscar bulas Índice de tópicos
BulasMed
Selecione a bula

A maioria dos pacientes com mieloma múltiplo apresentam resposta em até 1,5 meses após o início de tratamento com VELCADE . QUANDO NÃO DEVO USAR ESTE MEDICAMENTO? VELCADE é contraindicado em pacientes com hipersensibilidade (alergia) ao bortezomibe, boro ou manitol. Este medicamento é contraindicado para a faixa etária pediátrica. Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica.
 - 06/08/2010
Atinge concentração máxima no sangue entre 1 e 2 h após tomar o medicamento, estudos mostraram redução dos níveis de colesterol a partir da 8 semana de uso. QUANDO NÃO DEVO USAR ESTE MEDICAMENTO? Não use Lopid se você apresenta hipersensibilidade (alergia) a qualquer componente da fórmula ou se você tem algum problema grave no fígado, no rim ou na vesícula biliar (órgão que armazena a bile).
 - 20/08/2019
Celestamine está contraindicado para pacientes com infecção sistêmica por fungos, para prematuros e recém-nascidos, nos pacientes que estejam recebendo terapia com inibidores da monoaminoxidase (IMAOs) e para os que demonstrarem hipersensibilidade a qualquer dos componentes de sua fórmula ou a fármacos de estrutura química similar. Este medicamento é contraindicado para menores de 2 anos.
 - 13/08/2019
Reações raras: epistaxe (sangramento nasal), constipação, gengivite (inflamação da gengiva), estomatite, prurido (coceira), edema angioneurótico (alergia com inchaço da língua, lábios e garganta), urticária, hipersensibilidade (inclusive reações imediatas), infecção do trato urinário. Reações com frequência desconhecida: desidratação, glaucoma, aumento da pressão intraocular, visão borrada, alterações nos batimentos do coração (como fibrilação atrial, taquicardia supraventricular, taquicardia), laringite (inflamação da laringe), sinusite, disfagia (dificuldade para engolir), refluxo gastroesofágico (doença do refluxo), glossite (inflamação da língua), obstrução intestinal inclusive íleo paralítico (obstrução do intestino interrompendo a passagem das fezes), infecção e úlcera cutânea (na pele), pele seca, inchaço das articulações, retenção urinária (geralmente em homens com fatores de predisposição), disúria (dificuldade e dor para urinar).
 - 27/08/2019
QUANDO NÃO DEVO USAR ESTE MEDICAMENTO? Somalgin Cardio é contraindicado a todos os pacientes com hipersensibilidade ao ácido acetilsalicílico, a qualquer componente da fórmula e a produtos que contenham anti-inflamatórios não esteroidais (por exemplo: diclofenaco, piroxicam, meloxicam, dipirona, paracetamol, ibuprofeno, nimesulida), medicamentos usados para controlar a inflamação.
 - 07/03/2007
Reação comum (ocorre entre 1% e 10% dos pacientes que utilizam este medicamento): palpitações, síncope (tipo de desmaio), taquicardia (aumento dos batimentos cardíacos), hipocalemia (diminuição do potássio no sangue), ganho de peso, dor abdominal, candidíase oral (infecção por fungo na boca sapinho ), indigestão, gastroenterite viral (infecção no estômago e intestinos produzida por um vírus), vômito, xerostomia (sensação de boca seca), candidíase do esôfago, equimose (mancha roxa na pele), leucocitose (aumento do número de glóbulos brancos no sangue), doença infecciosa, doença viral, artralgia (dor na articulação), mialgia (dor muscular), astenia (cansaço), sonolência, insônia, enxaqueca, catarata (doença nos olhos que afeta a visão), glaucoma (aumento da pressão no interior do olho), aumento de pressão ocular, otite média, rinite alérgica, alteração da voz, tosse, dificuldade na fala, epistaxe(sangramento nasal), congestão nasal, irritação nasal, nasofaringite (inflamação no nariz e faringe), faringite, rinite, febre, Reação rara (ocorre entre 0,01% e 0,1% dos pacientes que utilizam este medicamento): dermatite de contato, dermatite, irritação, urticária (doença alérgica da pele), Síndrome de Cushing (síndrome em que ocorre um aumento dos efeitos do cortisol, ocasionando aumento da pressão arterial, estrias na pele, espinhas no rosto, vasos sanguíneos mais frágeis, tendência a manchas roxas no corpo, entre outros sintomas), hipoglicemia(diminuição da taxa de glicose no sangue), alteração na taxa de lipídios(gordura), hiperglicemia (aumento da taxa de glicose no sangue), reação imune de hipersensibilidade, ansiedade, depressão, irritabilidade, problemas de comportamento, psicoses(doença psiquiátrica), broncoespasmo(contração anormal dos brônquios) e irritação da garganta.
 - 13/08/2019
QUANDO NÃO DEVO USAR ESTE MEDICAMENTO? O fluconazol 150 mg não deve ser utilizado se você tem hipersensibilidade (alergia) ao fluconazol ou a compostos azólicos (classe química do fluconazol) ou ainda, a qualquer componente da fórmula.
 - 07/03/2007
Kóide D (maleato de dexclorfeniramina + betametasona) está contraindicado em pacientes com infecção sistêmica por fungos, em prematuros e recém-nascidos, nos pacientes que estejam recebendo terapia com inibidores da monoaminoxidase (IMAOs) e nos que demonstrarem hipersensibilidade a qualquer dos componentes de sua fórmula ou a fármacos de estrutura química similar. Este medicamento é contraindicado para menores de 2 anos de idade.
 - 13/08/2019
Contudo, pode levar alguns dias para que os sintomas desapareçam completamente. Se não houver melhora nos sintomas após alguns dias, procure seu médico. QUANDO NÃO DEVO USAR ESTE MEDICAMENTO? Zoltec não deve ser utilizado se você tem hipersensibilidade (alergia) ao fluconazol ou a compostos azólicos (classe química do fluconazol) ou ainda, a qualquer componente da fórmula.
 - 27/03/2007
Em estudos clínicos, o uso de metformina foi associado a estabilização do peso corporal ou a uma modesta perda de peso. QUANDO NÃO DEVO USAR ESTE MEDICAMENTO? Você não deve tomar Cloridrato de metformina: se tiver hipersensibilidade (alergia) à metformina ou aos outros componentes da fórmula; se estiver com problema de funcionamento do fígado.
 - 10/09/2019
O bulas.med.br faz parte da plataforma HiDoctor
Antes de consumir qualquer medicamento, consulte seu médico (http://www.catalogo.med.br).
Mostrar: 10
<< - < - 244 - 245 - 246 - 247 - 248 - 249 - > - >>
2461 a 2470 (Total: 6456)

Outros resultados:

Resultados: 16

A bula do Arikayce também inclui um aviso sobre o risco aumentado de condições respiratórias, incluindo pneumonite de hipersensibilidade (pulmões inflamados), broncoespasmo (aperto das vias aéreas), exacerbação de doença pulmonar subjacente e hemoptise (cuspir sangue) que levaram a hospitalizações em alguns casos.
No entanto, as causas da rinite vasomotora ainda não são bem conhecidas em sua totalidade. Acredita-se que ela possa ocorrer por excesso de vasos sanguíneos no nariz ou por uma especial hipersensibilidade. A rinite vasomotora pode ser causada por exposição ao ar seco, alteração da pressão atmosférica e da temperatura, odores fortes, alimentos picantes, irritantes químicos, como ozônio, poluição, perfumes e sprays , lesões no nariz, doenças como refluxo gastroesofágico e asma , alcoolismo , efeitos colaterais de medicamentos e emoções fortes.
A dor geralmente vem acompanhada com pelo menos dois dos seguintes sintomas: anorexia, náuseas, vômitos e palidez. Os sintomas não devem ser atribuíveis a qualquer outro distúrbio. Outros sintomas da enxaqueca abdominal incluem hipersensibilidade à luz e ao som (como na enxaqueca clássica) e tonturas . Algumas crianças experimentam irritabilidade, diarreia , perda de apetite e dores de cabeça. Sombras arroxeadas também podem aparecer ao redor dos olhos da criança afetada.
O que é a síndrome de Stevens-Johnson? A síndrome de Stevens-Johnson é uma reação alérgica grave, rara e imprevisível, que causa lesões na pele e mucosas e que pode afetar olhos, nariz, uretra, vagina, tratos gastrointestinal e respiratório, inclusive ocasionando processos de necrose. É um tipo de hipersensibilidade intensa mediada por complexos imunes. Quais são as causas da síndrome de Stevens-Johnson? A síndrome de Stevens-Johnson surge devido a uma reação alérgica a algum medicamento, especialmente à penicilina ou outros antibióticos, a infecções virais e neoplasias.
Os indivíduos narcisistas são caracterizados por fantasias irreais de sucesso e senso de serem únicos e diferentes de todos os demais, hipersensibilidade à avaliação de outros, sentimentos de autoridade e esperam tratamento especial. Frequentemente apresentam sentimentos de superioridade, exagero de suas capacidades e talentos, necessidade de atenção, arrogância e comportamentos autorreferentes.
Mostrar: 5
< - 1 - 2 - 3 - 4 - >
6 a 10 (Total: 16)
  • Entrar
  • Cadastrar