INFORMAÇÕES AO PACIENTE MARCOUMAR

Atualizado em 24/05/2016

Este produto é prescrito pelos médicos para evitar a coagulação1 do sangue2 dentro dos vasos sangüíneos3. Por isso, ele pertence à classe dos medicamentos chamados de anticoagulantes4.

A eficácia plena do Marcoumar® não é observada imediatamente, mas ocorre 4 a 6 dias após o início do tratamento. Além disso, o tratamento com Marcoumar® só pode ser iniciado após o médico ter efetuado vários exames de laboratório. O uso deste medicamento exige uma vigilância constante do médico. Por isso, não tome o Marcoumar® por conta própria nem o ceda ou recomende a outras pessoas.

Antes de iniciar o tratamento com Marcoumar®, você deve informar seu médico, caso sofra de:

 hemorragias5 (perda de sangue2);

 doenças no fígado6;

 doenças nos rins7;

 doenças no estômago8 ou intestino;

 doenças do coração9 ou dos vasos sangüíneos3;

 pressão alta.

O uso do Marcoumar® também não deve ser realizado após cirurgias (operações), a não ser sob rígida
observação médica, principalmente nos casos de cirurgias nos pulmões10, órgãos genitais, estômago8 e vesícula11, bem como nos casos de doenças no coração9, arteriosclerose12 (doença dos vasos), pressão alta e doenças do fígado6.

Marcoumar® não deve ser usado durante a gravidez13 e a amamentação14.

A ação de Marcoumar® é muito alterada quando é utilizado junto com outros medicamentos. Portanto, antes de tomar Marcoumar®, avise seu médico caso esteja fazendo uso de outros medicamentos. Também, quando você estiver usando Marcoumar®, não tome outro remédio sem autorização do seu médico.

Além disso, a ação do Marcoumar® também é alterada quando são ingeridos alguns legumes frescos,
principalmente espinafre e couve. Avise seu médico quanto ao seu tipo de alimentação, antes de utilizar este medicamento.

Caso você esteja em tratamento com Marcoumar®, você não deve receber injeções no músculo e mesmo
sub-cutâneas15 (debaixo da pele16). Caso surjam alterações na pele16, avise imediatamente seu médico. Marcoumar® também pode provocar queda do cabelo17, em geral de forma temporária.

Seria recomendável que levasse sempre com você um atestado de seu médico, informando que você se encontra em tratamento com anticoagulantes4. Esta medida pode ser útil, particularmente em caso de emergência18.

Marcoumar® só deve ser utilizado mediante receita e controle médico.

Marcoumar® tem prazo de validade a partir da data de fabricação, impressa na parte externa da embalagem.
Não é recomendável o uso de qualquer remédio com prazo de validade vencido.

TODO MEDICAMENTO DEVE SER MANTIDO FORA DO ALCANCE DAS CRIANÇAS. NÃO
TOME REMÉDIO SEM O CONHECIMENTO DE SEU MÉDICO, PODE SER PERIGOSO PARA
A SUA SAÚDE19.

Antes de consumir qualquer medicamento, consulte seu médico (http://www.catalogo.med.br).

Complementos

1 Coagulação: Ato ou efeito de coagular(-se), passando do estado líquido ao sólido.
2 Sangue: O sangue é uma substância líquida que circula pelas artérias e veias do organismo. Em um adulto sadio, cerca de 45% do volume de seu sangue é composto por células (a maioria glóbulos vermelhos, glóbulos brancos e plaquetas). O sangue é vermelho brilhante, quando oxigenado nos pulmões (nos alvéolos pulmonares). Ele adquire uma tonalidade mais azulada, quando perde seu oxigênio, através das veias e dos pequenos vasos denominados capilares.
3 Vasos sangüíneos: Órgãos em forma de tubos que se ramificam por todo o organismo. Existem três tipos principais de vasos sangüíneos que são as artérias, veias e capilares.
4 Anticoagulantes: Substâncias ou medicamentos que evitam a coagulação, especialmente do sangue.
5 Hemorragias: Saída de sangue dos vasos sanguíneos ou do coração para o exterior, para o interstício ou para cavidades pré-formadas do organismo.
6 Fígado: Órgão que transforma alimento em energia, remove álcool e toxinas do sangue e fabrica bile. A bile, produzida pelo fígado, é importante na digestão, especialmente das gorduras. Após secretada pelas células hepáticas ela é recolhida por canalículos progressivamente maiores que a levam para dois canais que se juntam na saída do fígado e a conduzem intermitentemente até o duodeno, que é a primeira porção do intestino delgado. Com esse canal biliar comum, chamado ducto hepático, comunica-se a vesícula biliar através de um canal sinuoso, chamado ducto cístico. Quando recebe esse canal de drenagem da vesícula biliar, o canal hepático comum muda de nome para colédoco. Este, ao entrar na parede do duodeno, tem um músculo circular, designado esfíncter de Oddi, que controla o seu esvaziamento para o intestino.
7 Rins: Órgãos em forma de feijão que filtram o sangue e formam a urina. Os rins são localizados na região posterior do abdômen, um de cada lado da coluna vertebral.
8 Estômago: Órgão da digestão, localizado no quadrante superior esquerdo do abdome, entre o final do ESÔFAGO e o início do DUODENO.
9 Coração: Órgão muscular, oco, que mantém a circulação sangüínea.
10 Pulmões: Órgãos do sistema respiratório situados na cavidade torácica e responsáveis pelas trocas gasosas entre o ambiente e o sangue. São em número de dois, possuem forma piramidal, têm consistência esponjosa e medem cerca de 25 cm de comprimento. Os pulmões humanos são divididos em segmentos denominados lobos. O pulmão esquerdo possui dois lobos e o direito possui três. Os pulmões são compostos de brônquios que se dividem em bronquíolos e alvéolos pulmonares. Nos alvéolos se dão as trocas gasosas ou hematose pulmonar entre o meio ambiente e o corpo, com a entrada de oxigênio na hemoglobina do sangue (formando a oxiemoglobina) e saída do gás carbônico ou dióxido de carbono (que vem da célula como carboemoglobina) dos capilares para o alvéolo.
11 Vesícula: Lesão papular preenchida com líquido claro.
12 Arteriosclerose: Doença degenerativa da artéria devido à destruição das fibras musculares lisas e das fibras elásticas que a constituem, levando a um endurecimento da parede arterial, geralmente produzido por hipertensão arterial de longa duração ou pelo envelhecimento.
13 Gravidez: Condição de ter um embrião ou feto em desenvolvimento no trato reprodutivo feminino após a união de ovo e espermatozóide.
14 Amamentação: Ato da nutriz dar o peito e o lactente mamá-lo diretamente. É um fenômeno psico-sócio-cultural. Dar de mamar a; criar ao peito; aleitar; lactar... A amamentação é uma forma de aleitamento, mas há outras formas.
15 Cutâneas: Que dizem respeito à pele, à cútis.
16 Pele: Camada externa do corpo, que o protege do meio ambiente. Composta por DERME e EPIDERME.
17 Cabelo: Estrutura filamentosa formada por uma haste que se projeta para a superfície da PELE a partir de uma raiz (mais macia que a haste) e se aloja na cavidade de um FOLÍCULO PILOSO. É encontrado em muitas áreas do corpo.
18 Emergência: 1. Ato ou efeito de emergir. 2. Situação grave, perigosa, momento crítico ou fortuito. 3. Setor de uma instituição hospitalar onde são atendidos pacientes que requerem tratamento imediato; pronto-socorro. 4. Eclosão. 5. Qualquer excrescência especializada ou parcial em um ramo ou outro órgão, formada por tecido epidérmico (ou da camada cortical) e um ou mais estratos de tecido subepidérmico, e que pode originar nectários, acúleos, etc. ou não se desenvolver em um órgão definido.
19 Saúde: 1. Estado de equilíbrio dinâmico entre o organismo e o seu ambiente, o qual mantém as características estruturais e funcionais do organismo dentro dos limites normais para sua forma de vida e para a sua fase do ciclo vital. 2. Estado de boa disposição física e psíquica; bem-estar. 3. Brinde, saudação que se faz bebendo à saúde de alguém. 4. Força física; robustez, vigor, energia.

Tem alguma dvida sobre INFORMAÇÕES AO PACIENTE MARCOUMAR?

Pergunte diretamente a um especialista

Sua pergunta ser enviada aos especialistas do CatalogoMed, veja as dvidas j respondidas.