POSOLOGIA E ADMINISTRAÇÃO NOVAMIN

Atualizado em 24/05/2016

Deve-se obter o peso do paciente antes do tratamento para se fazer o cálculo1 da dose correta.  NOVAMIN  pode ser administrado por via intramuscular ou intravenosa. A função renal2 deve ser avaliada pela medida da creatinina3 sérica ou pelo cálculo1 do clearance de creatinina3 endógena. A determinação da uréia4 sérica não é tão confiável. Estes exames devem ser repetidos periodicamente durante o tratamento.Sempre que possível devem ser feitas medidas das concentrações séricas de amicacina, na tentativa de assegurar níveis adequados, porém não excessivos da droga. Se possível devem ser feitas determinações das concentrações mínimas e dos picos séricos intermitentemente durante o tratamento, evitando-se concentrações de pico (30 a 90 minutos após a injeção5) superiores a 35mcg/ml e concentrações mínimas (um pouco antes da próxima dose) acima de 10mcg/ml. A posologia deve ser ajustada conforme indicado.

Administração Intramuscular e Intravenosa para Pacientes6 com Função Renal2 Normal

A dose intramuscular ou intravenosa recomendada para adultos e crianças com função renal2 normal é de 15mg/kg/dia dividida em 2 ou 3 tomadas em intervalos regulares, ou seja, 7,5mg/kg a cada 12 horas ou 5mg/kg a cada 8 horas. A dose para pacientes6 com excesso de peso não deve exceder 1,5g/dia.
Nos prematuros, a dose recomendada é de 7,5mg/kg a cada 12 horas. Recém-nascidos devem receber uma dose de ataque de 10mg/kg seguida de 7,5mg/kg a cada 12 horas.
Crianças e lactentes7 com mais de 2 semanas devem receber 7,5mg/kg a cada 12 horas ou 5mg/kg a cada 8 horas.
Alternativamente, em pacientes com função renal2 refletida por um clearance de creatinina3  >  50ml/min, uma dose única intravenosa diária de 15mg/kg em adultos ou 20mg/kg em crianças (com mais de 1 mês de vida) pode ser administrada em casos de bacteremia8, septicemia9, infecções10 do trato respiratório, infecções10 complicadas do trato urinário11, infecções10 intra-abdominais e, empiricamente, em neutropenia12 febril. Dados sobre o uso da dosagem única diária em pacientes com envolvimento de outros órgãos são limitados.
Deve-se ter cuidado no cálculo1 das doses. O frasco contendo a solução de 50mg/ml poderá ser ainda mais diluida para proporcionar doses precisas em prematuros de baixo peso. Sempre que possível monitorar os níveis séricos de amicacina, tornando possível os ajustes posológicos necessários para que a concentração da amicacina se mantenha dentro dos níveis terapêuticos. A duração habitual do tratamento é de 7 a 10 dias, sendo que a dose total diária da droga não deve exceder 15 a 20mg/kg/dia, qualquer que seja a via de administração. No caso de infecções10 resistentes ou complicadas onde o tratamento pode ultrapassar 10 dias, deve-se reavaliar o uso de  NOVAMIN  e, no caso deste ser continuado, monitorar os níveis séricos de amicacina, bem como as funções renal2, vestibular13 e auditiva.
Com a dosagem recomendada, casos de infecção14 não complicada causadas por microorganismos sensíveis à amicacina geralmente respondem após 24 a 48 horas. Se não ocorrer melhora clínica em 3 a 5 dias, o tratamento deve ser interrompido e refeitos os testes de sensibilidade aos antibióticos. O fracasso do tratamento pode ser devido à resistência do microorganismo ou à presença de foco séptico, neste caso requerendo drenagem15 cirúrgica.
Nos casos de infecções10 não complicadas do trato urinário11 onde estiver indicado o uso de  NOVAMIN , a dose total diária pode ser de 500mg divididas em 2 tomadas (250mg duas vezes ao dia) ou em 1 só tomada, durante 7 a 10 dias.

Administração para Pacientes6 com Disfunção Renal2

Nota : Em pacientes com deficiência renal2 representada por clearance de creatinina3 < 50ml/min, a administração da dose diária total de amicacina em doses únicas diária não é aconselhável, já que estes pacientes estarão expostos a maiores concentrações mínimas por período prolongado.
Para pacientes6 com insuficiência renal16 que seguem a posologia usual (2 ou 3 vezes por dia), sempre que possível, deve-se monitorar as concentrações séricas de amicacina através de métodos adequados. As doses podem ser ajustadas em pacientes com disfunção renal2 quer pela administração das doses mormais a intervalos prolongados, quer pela administração de doses reduzidas a intervalos fixos.
Ambos os métodos baseiam-se nos valores do clearance de creatinina3 ou creatinina3 sérica do paciente uma vez que estes se relacionam com as meias-vidas dos aminoglicosídeos em pacientes com função renal2 diminuida. Estes esquemas posológicos devem ser usados de acordo com os exames clínicos e laboratoriais do paciente e devem ser modificados se necessário. Nenhum dos métodos deve ser usado quando o paciente estiver em diálise17.

Doses Normais em Intervalos Prolongados  

Se não houver possibilidade de se obter o clearance de creatinina3 mas o paciente estiver estabilizado, o intervalo em horas para administração de doses normais, será obtido multiplicando-se o valor da creatinina3 sérica por 9. Assim, um paciente com creatinina3 sérica de 2mg/100ml receberá a dose única recomendada de 7,5mg/kg a cada 18 horas.

Doses Reduzidas a Intervalos Fixos
 
Quando a função estiver alterada e se desejar administrar  NOVAMIN  em intervalos fixos, a dose deverá ser reduzida. A concentração sérica de  NOVAMIN  deve ser medida nestes pacientes para se assegurar uma administração precisa e evitar concentrações excessivas. Se o paciente estiver estabilizado e não dispondo de determinações séricas, utilizam-se os valores de creatinina3 sérica e clearance de creatinina3 como os parâmetros de avaliação da função renal2 mais facilmente disponíveis para uso como guia de dosagem.
Iniciar o tratamento com a dose de 7,5mg/kg como dose de ataque, que é a mesma recomendada para pacientes6 com função renal2 normal calculada acima.
Para se determinar as doses de manutenção administradas a cada 12 horas, deve-se reduzir a dose de ataque proporcionalmente à redução do clearance de creatinina3 do paciente:

Dose de manutenção
a cada 12 horas    =  CC em ml/min x dose de ataque calculada em mg
            CC normal em ml/min
           (CC = clearance de creatinina3)
Uma outra alternativa mais grosseira de se determinar a dose reduzida em intervalos de 12 horas (para pacientes6 com valores conhecidos de creatinina3 sérica no estado de equilíbrio ou "steady-state"), é dividir a dose normalmente recomendada pela creatinina3 sérica do paciente.
Os esquemas acima não são recomendações rígidas, mas guias práticos para ajustar a posologia, quando os níveis séricos de amicacina não puderem ser obtidos.

Administração Intravenosa

A solução para uso intravenoso é preparada adicionando-se a dose desejada em 100 ou 200ml de solução estéril, como soro18 fisiológico19, soro18 glicosado a 5% ou outra solução compatível.
Nos adultos a administração é feita durante um período de 30 a 60 minutos. A dose total diária não deve exceder 15mg/kg/dia .
Nos pacientes pediátricos, o volume de líquido infundido dependerá da quantidade tolerada pelo paciente. Deverá ser um volume suficiente para infundir a amicacina por um período de 30 a 60 minutos. Em lactentes7 a infusão deverá durar de 1 a 2 horas. A amicacina não deve ser pré-misturada com outras drogas e deve ser administrada separadamente de acordo com a dose e a via de administração recomendadas.

Estabilidade em soluções I.V.  

NOVAMIN  é estável durante 24 horas à temperatura ambiente, nas concentrações de 0,25 e 5,0mg/ml, nas seguintes soluções: soro18 glicosado a 5%, dextrose20 a 5% e 0,2% de cloreto de sódio, dextrose20 a 5% e 0,45% de cloreto de sódio, soro18 fisiológico19 a o,9% e Ringer-lactato21.
As soluções acima contendo concentrações de 0,25 e 5,0mg/ml de  NOVAMIN , se conservadas por 60 dias a 4 o C e posteriormente 25  o  C, tem validade de 24 horas.
Estas soluções nas mesmas concentrações, se congeladas a -15 o  C durante 30 dias, descongeladas e posteriormente conservadas a 25 o C, tem validade de 24 horas.
Os medicamentos para uso parenteral devem ser examinados previamente à sua administração, para se detectar alterações de coloração ou presença de partículas sempre que o frasco e a solução o permitam.
Os antibióticos aminoglicosídeos não devem ser pré-misturados com outras drogas, qualquer que seja a via de administração, mas sim administrados separadamente.
Devido aos riscos de toxicidade22 dos aminoglicosídeos, não se recomendam "doses fixas" para tratamento, mas doses baseadas no peso corpóreo. É fundamental que o cálculo1 da posologia se ajuste às necessidades de cada paciente.
NOVAMIN  é apresentado sob a forma de uma solução incolor que não necessita de refrigeração.É estável à temperatura ambiente (15 - 30 o  C) até a data de validade indicada no cartucho. A solução pode eventualmente tornar-se amarelo-pálida, o que não indica diminuição de sua potência.

Antes de consumir qualquer medicamento, consulte seu médico (http://www.catalogo.med.br).

Complementos

1 Cálculo: Formação sólida, produto da precipitação de diferentes substâncias dissolvidas nos líquidos corporais, podendo variar em sua composição segundo diferentes condições biológicas. Podem ser produzidos no sistema biliar (cálculos biliares) e nos rins (cálculos renais) e serem formados de colesterol, ácido úrico, oxalato de cálcio, pigmentos biliares, etc.
2 Renal: Relacionado aos rins. Uma doença renal é uma doença dos rins. Insuficiência renal significa que os rins pararam de funcionar.
3 Creatinina: Produto residual das proteínas da dieta e dos músculos do corpo. É excretada do organismo pelos rins. Uma vez que as doenças renais progridem, o nível de creatinina aumenta no sangue.
4 Ureia: 1. Resíduo tóxico produzido pelo organismo, resulta da quebra de proteínas pelo fígado. É normalmente removida do organismo pelos rins e excretada na urina. 2. Substância azotada. Composto orgânico cristalino, incolor, de fórmula CO(NH2)2 (ou CH4N2O), com um ponto de fusão de 132,7 캜.
5 Injeção: Infiltração de medicação ou nutrientes líquidos no corpo através de uma agulha e seringa.
6 Para pacientes: Você pode utilizar este texto livremente com seus pacientes, inclusive alterando-o, de acordo com a sua prática e experiência. Conheça todos os materiais Para Pacientes disponíveis para auxiliar, educar e esclarecer seus pacientes, colaborando para a melhoria da relação médico-paciente, reunidos no canal Para Pacientes . As informações contidas neste texto são baseadas em uma compilação feita pela equipe médica da Centralx. Você deve checar e confirmar as informações e divulgá-las para seus pacientes de acordo com seus conhecimentos médicos.
7 Lactentes: Que ou aqueles que mamam, bebês. Inclui o período neonatal e se estende até 1 ano de idade (12 meses).
8 Bacteremia: Presença de bactérias no sangue, porém sem que as mesmas se multipliquem neste. Quando elas se multiplicam no sangue chamamos 뱒epticemia.
9 Septicemia: Septicemia ou sepse é uma infecção generalizada grave que ocorre devido à presença de micro-organismos patogênicos e suas toxinas na corrente sanguínea. Geralmente ela ocorre a partir de outra infecção já existente.
10 Infecções: Doença produzida pela invasão de um germe (bactéria, vírus, fungo, etc.) em um organismo superior. Como conseqüência da mesma podem ser produzidas alterações na estrutura ou funcionamento dos tecidos comprometidos, ocasionando febre, queda do estado geral, e inúmeros sintomas que dependem do tipo de germe e da reação imunológica perante o mesmo.
11 Trato Urinário:
12 Neutropenia: Queda no número de neutrófilos no sangue abaixo de 1000 por milímetro cúbico. Esta é a cifra considerada mínima para manter um sistema imunológico funcionando adequadamente contra os agentes infecciosos mais freqüentes. Quando uma pessoa neutropênica apresenta febre, constitui-se uma situação de 밻mergência infecciosa.
13 Vestibular: 1. O sistema vestibular é um dos sistemas que participam do equilíbrio do corpo. Ele contribui para três funções principais: controle do equilíbrio, orientação espacial e estabilização da imagem. Sintomas vestibulares são aqueles que mostram alterações neste sistema. 2. Exame que aprova e classifica os estudantes a serem admitidos nos cursos superiores.
14 Infecção: Doença produzida pela invasão de um germe (bactéria, vírus, fungo, etc.) em um organismo superior. Como conseqüência da mesma podem ser produzidas alterações na estrutura ou funcionamento dos tecidos comprometidos, ocasionando febre, queda do estado geral, e inúmeros sintomas que dependem do tipo de germe e da reação imunológica perante o mesmo.
15 Drenagem: Saída ou retirada de material líquido (sangue, pus, soro), de forma espontânea ou através de um tubo colocado no interior da cavidade afetada (dreno).
16 Insuficiência renal: Condição crônica na qual o corpo retém líquido e excretas pois os rins não são mais capazes de trabalhar apropriadamente. Uma pessoa com insuficiência renal necessita de diálise ou transplante renal.
17 Diálise: Quando os rins estão muito doentes, eles deixam de realizar suas funções, o que pode levar a risco de vida. Nesta situação, é preciso substituir as funções dos rins de alguma maneira, o que pode ser feito realizando-se um transplante renal, ou através da diálise. A diálise é um tipo de tratamento que visa repor as funções dos rins, retirando as substâncias tóxicas e o excesso de água e sais minerais do organismo, estabelecendo assim uma nova situação de equilíbrio. Existem dois tipos de diálise: a hemodiálise e a diálise peritoneal.
18 Soro: Chama-se assim qualquer líquido de características cristalinas e incolor.
19 Fisiológico: Relativo à fisiologia. A fisiologia é estudo das funções e do funcionamento normal dos seres vivos, especialmente dos processos físico-químicos que ocorrem nas células, tecidos, órgãos e sistemas dos seres vivos sadios.
20 Dextrose: Também chamada de glicose. Açúcar encontrado no sangue que serve como principal fonte de energia do organismo.
21 Lactato: Sal ou éster do ácido láctico ou ânion dele derivado.
22 Toxicidade: Capacidade de uma substância produzir efeitos prejudiciais ao organismo vivo.

Tem alguma dvida sobre POSOLOGIA E ADMINISTRAÇÃO NOVAMIN?

Pergunte diretamente a um especialista

Sua pergunta ser enviada aos especialistas do CatalogoMed, veja as dvidas j respondidas.