REAÇÕES ADVERSAS GLUCOBAY

Atualizado em 25/05/2016
Os sintomas1 intestinais são as reações mais comuns a GLUCOBAY® . Em estudos realizados nos Estados Unidos, com grupo de controle tratado com placebo2, as incidências de dores abdominais, diarréia3 e flatulência foram, respectivamente, de 21%, 33% e 77% com relação a 1.075 pacientes que receberam GLUCOBAY®  em doses de 50 a 300 mg 3 vezes ao dia, enquanto que, para um total de 818 pacientes tratados com placebo2, tais incidências foram, respectivamente, de 9%, 12% e 32%. Os sintomas1 de dor abdominal e diarréia3 apresentaram a tendência de, com o tempo, reassumir os níveis apresentados antes do tratamento. Igualmente, a freqüência e a intensidade da flatulência apresentaram tendência à redução com o passar do tempo. O aumento de sintomas1 gastrintestinais nos pacientes tratados com GLUCOBAY®  é uma manifestação do mecanismo de ação do medicamento e está relacionado com a presença de carboidratos não digeridos na parte inferior do aparelho digestivo4. Raramente estes eventos gastrintestinais serão graves ou poderão ser confundidos com íleo paralítico5. Níveis elevados de transaminase sérica: Ver Precauções. Pequenas reduções no hematócrito6 ocorreram com maior freqüência em pacientes tratados com GLUCOBAY®  do que em pacientes tratados com placebo2 e não apresentaram relação com as reduções de hemoglobina7. Baixos níveis de cálcio sérico e de vitamina8 B6 plasmática relacionaram-se com a terapia de GLUCOBAY® , porém foram considerados resultados sem relevância clínica.
Antes de consumir qualquer medicamento, consulte seu médico (http://www.catalogo.med.br).

Complementos

1 Sintomas: Alterações da percepção normal que uma pessoa tem de seu próprio corpo, do seu metabolismo, de suas sensações, podendo ou não ser um indício de doença. Os sintomas são as queixas relatadas pelo paciente mas que só ele consegue perceber. Sintomas são subjetivos, sujeitos à interpretação pessoal. A variabilidade descritiva dos sintomas varia em função da cultura do indivíduo, assim como da valorização que cada pessoa dá às suas próprias percepções.
2 Placebo: Preparação neutra quanto a efeitos farmacológicos, ministrada em substituição a um medicamento, com a finalidade de suscitar ou controlar as reações, geralmente de natureza psicológica, que acompanham tal procedimento terapêutico.
3 Diarréia: Aumento do volume, freqüência ou quantidade de líquido nas evacuações.Deve ser a manifestação mais freqüente de alteração da absorção ou transporte intestinal de substâncias, alterações estas que em geral são devidas a uma infecção bacteriana ou viral, a toxinas alimentares, etc.
4 Aparelho digestivo: O aparelho digestivo ou digestório realiza a digestão, processo que transforma os alimentos em substâncias passíveis de serem absorvidas pelo organismo. Os materiais não absorvidos são eliminados por este sistema. Ele é composto pelo tubo digestivo e por glândulas anexas.
5 Íleo paralítico: O íleo adinâmico, também denominado íleo paralítico, reflexo, por inibição ou pós-operatório, é definido como uma atonia reflexa gastrintestinal, onde o conteúdo não é propelido através do lúmen, devido à parada da atividade peristáltica, sem uma causa mecânica. É distúrbio comum do pós-operatório podendo-se afirmar que ocorre após toda cirurgia abdominal, como resposta “fisiológica“ à intervenção, variando somente sua intensidade, afetando todo o aparelho digestivo ou parte dele.
6 Hematócrito: Exame de laboratório que expressa a concentração de glóbulos vermelhos no sangue.
7 Hemoglobina: Proteína encarregada de transportar o oxigênio desde os pulmões até os tecidos do corpo. Encontra-se em altas concentrações nos glóbulos vermelhos.
8 Vitamina: Compostos presentes em pequenas quantidades nos diversos alimentos e nutrientes e que são indispensáveis para o desenvolvimento dos processos biológicos normais.

Tem alguma dvida sobre REAÇÕES ADVERSAS GLUCOBAY?

Pergunte diretamente a um especialista

Sua pergunta ser enviada aos especialistas do CatalogoMed, veja as dvidas j respondidas.