COMPOSIÇÃO AGRASTAT

Atualizado em 28/05/2016

Ingrediente ativo: cada mL de AGRASTAT® contém 0,25 mg /mL (solução concentrada)   de tirofibana em base livre.

Ingredientes inativos: cloreto de sódio, citrato de sódio diidratado e ácido cítrico anidro. O pH varia de 5,5 a 6,5 e pode ter sido ajustado com ácido clorídrico1 e/ou hidróxido de sódio.

 -  Informações ao paciente

AGRASTAT® é um medicamento que inibe a agregação plaquetária. Conserve em temperatura entre 15 e 30°C. Mantenha o frasco fechado, protegido da luz. Não congele.

Ao adquirir o medicamento, confira sempre o prazo de validade impresso na embalagem. Nunca use medicamento com prazo de validade vencido. Além de não obter o efeito desejado, pode prejudicar sua saúde2.

Informe seu médico a ocorrência de gravidez3 na vigência do tratamento ou após o seu término. Seu médico decidirá se você deve receber AGRASTAT®.

Informar ao médico se está amamentando ou se pretende amamentar.

Siga a orientação do seu médico, respeitando sempre os horários, as doses e a duração do tratamento.

Não interromper o tratamento sem o conhecimento do seu médico.

Informe ao seu médico o aparecimento de reações desagradáveis. O evento adverso mais comumente relacionado à medicação, quando utilizada concomitantemente com heparina e aspirina, foi sangramento. Febre4, náusea5, reações alérgicas e dor de cabeça6 também ocorreram.

TODO MEDICAMENTO DEVE SER MANTIDO FORA DO ALCANCE DAS CRIANÇAS.

Em geral, AGRASTAT® pode ser utilizado com outros medicamentos; entretanto, é importante informar ao seu médico qualquer medicamento que esteja utilizando, inclusive aqueles obtidos sem prescrição médica, porque alguns medicamentos podem afetar a ação de outros. É particularmente importante informar ao seu médico o uso de medicamentos que afetam a hemostasia7, tais como varfarina.

Você não deve receber AGRASTAT® se:

for alérgico a qualquer um de seus componentes (veja COMPOSIÇÃO);
estiver com hemorragia8 interna;
tiver antecedentes de hemorragia8 intracraniana, neoplasia9 intracraniana, malformação10 arteriovenosa ou aneurisma11;
apresentou redução acentuada do número de plaquetas12 quando recebeu AGRASTAT®  anteriormente.
Se você não tiver certeza se deve ou não começar a receber AGRASTAT®, converse com seu médico ou com outro profissional de saúde2.

Antes de receber AGRASTAT®, informe ao seu médico qualquer problema que você tenha ou teve e qualquer alergia13.

AGRASTAT® deve ser usado com precaução nos pacientes que apresentaram:

distúrbios hemorrágicos14 recentes (< 1 ano), inclusive histórico de hemorragia8 gastrointestinal ou hemorragia8 geniturinária de importância clínica;
distúrbios plaquetários, coagulopatia conhecida ou histórico de trombocitopenia15 (número reduzido de plaquetas12);
histórico de doença cerebrovascular16 no ano precedente;
procedimentos cirúrgicos de porte ou traumatismo17 grave no mês precedente;
procedimento  epidural18 recente ;
histórico, sintomas19 ou achados sugestivos de dissecação da aorta20;
hipertensão21 grave, não controlada;
pericardite22 aguda; histórico;
hemorragia8 nos vasos sangüíneos23 da retina24;
tratamento com medicamentos que afetem a hemostasia7;
problemas renais.

NÃO TOME REMÉDIO SEM O CONHECIMENTO DO SEU MÉDICO. PODE SER PERIGOSO PARA A SUA SAÚDE2.

Antes de consumir qualquer medicamento, consulte seu médico (http://www.catalogo.med.br).

Complementos

1 Ácido clorídrico: Ácido clorídrico ou ácido muriático é uma solução aquosa, ácida e queimativa, normalmente utilizado como reagente químico. É um dos ácidos que se ioniza completamente em solução aquosa.
2 Saúde: 1. Estado de equilíbrio dinâmico entre o organismo e o seu ambiente, o qual mantém as características estruturais e funcionais do organismo dentro dos limites normais para sua forma de vida e para a sua fase do ciclo vital. 2. Estado de boa disposição física e psíquica; bem-estar. 3. Brinde, saudação que se faz bebendo à saúde de alguém. 4. Força física; robustez, vigor, energia.
3 Gravidez: Condição de ter um embrião ou feto em desenvolvimento no trato reprodutivo feminino após a união de ovo e espermatozóide.
4 Febre: É a elevação da temperatura do corpo acima dos valores normais para o indivíduo. São aceitos como valores de referência indicativos de febre: temperatura axilar ou oral acima de 37,5캜 e temperatura retal acima de 38캜. A febre é uma reação do corpo contra patógenos.
5 Náusea: Vontade de vomitar. Forma parte do mecanismo complexo do vômito e pode ser acompanhada de sudorese, sialorréia (salivação excessiva), vertigem, etc.
6 Cabeça:
7 Hemostasia: Ação ou efeito de estancar uma hemorragia; mesmo que hemóstase.
8 Hemorragia: Saída de sangue dos vasos sanguíneos ou do coração para o exterior, para o interstício ou para cavidades pré-formadas do organismo.
9 Neoplasia: Termo que denomina um conjunto de doenças caracterizadas pelo crescimento anormal e em certas situações pela invasão de órgãos à distância (metástases). As neoplasias mais frequentes são as de mama, cólon, pele e pulmões.
10 Malformação: 1. Defeito na forma ou na formação; anomalia, aberração, deformação. 2. Em patologia, é vício de conformação de uma parte do corpo, de origem congênita ou hereditária, geralmente curável por cirurgia. Ela é diferente da deformação (que é adquirida) e da monstruosidade (que é incurável).
11 Aneurisma: Alargamento anormal da luz de um vaso sangüíneo. Pode ser produzida por uma alteração congênita na parede do mesmo ou por efeito de diferentes doenças (hipertensão, aterosclerose, traumatismo arterial, doença de Marfán, etc.).
12 Plaquetas: Elemento do sangue (não é uma célula porque não apresenta núcleo) produzido na medula óssea, cuja principal função é participar da coagulação do sangue através da formação de conglomerados que tamponam o escape do sangue por uma lesão em um vaso sangüíneo.
13 Alergia: Reação inflamatória anormal, perante substâncias (alérgenos) que habitualmente não deveriam produzi-la. Entre estas substâncias encontram-se poeiras ambientais, medicamentos, alimentos etc.
14 Hemorrágicos: Relativo à hemorragia, ou seja, ao escoamento de sangue para fora dos vasos sanguíneos.
15 Trombocitopenia: É a redução do número de plaquetas no sangue. Contrário de trombocitose. Quando a quantidade de plaquetas no sangue é inferior a 150.000/mm, diz-se que o indivíduo apresenta trombocitopenia (ou plaquetopenia). As pessoas com trombocitopenia apresentam tendência de sofrer hemorragias.
16 Doença cerebrovascular: É um dano aos vasos sangüíneos do cérebro que resulta em derrame (acidente vascular cerebral). Os vasos tornam-se obstruídos por depósitos de gordura (aterosclerose) ou tornam-se espessados ou duros bloqueando o fluxo sangüíneo para o cérebro. Quando o fluxo é interrompido, as células nervosas sofrem dano ou morrem, resultando no derrame. Pacientes com diabetes descompensado têm maiores riscos de AVC.
17 Traumatismo: Lesão produzida pela ação de um agente vulnerante físico, químico ou biológico e etc. sobre uma ou várias partes do organismo.
18 Epidural: Mesmo que peridural. Localizado entre a dura-máter e a vértebra (diz-se do espaço do canal raquidiano). Na anatomia geral e na anestesiologia, é o que se localiza ou que se faz em torno da dura-máter.
19 Sintomas: Alterações da percepção normal que uma pessoa tem de seu próprio corpo, do seu metabolismo, de suas sensações, podendo ou não ser um indício de doença. Os sintomas são as queixas relatadas pelo paciente mas que só ele consegue perceber. Sintomas são subjetivos, sujeitos à interpretação pessoal. A variabilidade descritiva dos sintomas varia em função da cultura do indivíduo, assim como da valorização que cada pessoa dá às suas próprias percepções.
20 Aorta: Principal artéria do organismo. Surge diretamente do ventrículo esquerdo e através de suas ramificações conduz o sangue a todos os órgãos do corpo.
21 Hipertensão: Condição presente quando o sangue flui através dos vasos com força maior que a normal. Também chamada de pressão alta. Hipertensão pode causar esforço cardíaco, dano aos vasos sangüíneos e aumento do risco de um ataque cardíaco, derrame ou acidente vascular cerebral, além de problemas renais e morte.
22 Pericardite: Inflamação da membrana que recobre externamente o coração e os vasos sanguíneos que saem dele. Os sintomas dependem da velocidade e grau de lesão que produz. Variam desde dor torácica, febre, até o tamponamento cardíaco, que é uma emergência médica potencialmente fatal.
23 Vasos sangüíneos: Órgãos em forma de tubos que se ramificam por todo o organismo. Existem três tipos principais de vasos sangüíneos que são as artérias, veias e capilares.
24 Retina: Parte do olho responsável pela formação de imagens. É como uma tela onde se projetam as imagens: retém as imagens e as traduz para o cérebro através de impulsos elétricos enviados pelo nervo óptico. Possui duas partes: a retina periférica e a mácula.

Tem alguma dvida sobre COMPOSIÇÃO AGRASTAT?

Pergunte diretamente a um especialista

Sua pergunta ser enviada aos especialistas do CatalogoMed, veja as dvidas j respondidas.