PARTO ANANGOR

Atualizado em 28/05/2016
ANANGOR® (Tramadol cloridrato) não deve serusado na gestante antes ou durante o trabalho
de parto, a menos que os riscos potenciais justifiquem
os riscos, porque a segurança do seu uso
na gestação não foi estabelecida. Uso prolongado
durante a gravidez1 pode levar à dependência física
e sintomas2 de abstinência no recém-nascido
no pós-parto. Mostrou-se que o tramadol atraves-
Formato: 130 x 310 mm
Cor: Pantone Black
Modelo de Bula: 2ann@2
Cód.: 4872

Bula Anangor.p65 5/7/2002, 16:07 1
sa a barreira placentária. A taxa média de tramadol
sérico no cordão umbilical3 em relação à veia materna
foi de 0,83 para 40 mães que receberam
tramadol durante o parto.
O efeito do tramadol, se existir algum, sobre o desenvolvimento
e crescimento da criança é desconhecido.
Antes de consumir qualquer medicamento, consulte seu médico (http://www.catalogo.med.br).

Complementos

1 Gravidez: Condição de ter um embrião ou feto em desenvolvimento no trato reprodutivo feminino após a união de ovo e espermatozóide.
2 Sintomas: Alterações da percepção normal que uma pessoa tem de seu próprio corpo, do seu metabolismo, de suas sensações, podendo ou não ser um indício de doença. Os sintomas são as queixas relatadas pelo paciente mas que só ele consegue perceber. Sintomas são subjetivos, sujeitos à interpretação pessoal. A variabilidade descritiva dos sintomas varia em função da cultura do indivíduo, assim como da valorização que cada pessoa dá às suas próprias percepções.
3 Cordão Umbilical: Estrutura flexível semelhante a corda, que conecta um FETO em desenvolvimento à PLACENTA, em mamíferos. O cordão contém vasos sanguíneos que transportam oxigênio e nutrientes da mãe ao feto e resíduos para longe do feto.

Tem alguma dúvida sobre PARTO ANANGOR?

Pergunte diretamente a um especialista

Sua pergunta será enviada aos especialistas do CatalogoMed, veja as dúvidas já respondidas.