INTERAÇÕES MEDICAMENTOSAS DORMIRE 50MG - CX C/5AMP X 10ML

Atualizado em 28/05/2016
O Midazolam pode potencializar o efeito sedativo central dos neurolépticos1, tranqüilizantes, antidepressivos, indutores do sono, analgésicos2 e anestésicos, sendo que em certos casos pode ser terapeuticamente vantajoso.Em pacientes de risco, deve ser dado uma atenção especial devido a possibilidade de potencialização.
Recomenda-se não ingerir bebidas alcoólicas por pelo menos 12 horas após a administração, pois a potencialização pode produzir reações individuais imprevisíveis.
O efeito sedativo do Midazolam quando administrado por via intravenosa é acentuado pela pré-medicação, particularmente narcóticos como a morfina, meperidina e fentanila e também secobarbital e Nilperidol ( fentanila + droperidol).
Consequentemente a dose de Midazolam deve ser ajustada de acordo com o tipo e a quantidade da pré-medicação administrada.
Uma redução moderada da dose necessária para indução com tiopental (cerca de 15%) tem sido notada após o uso de Midazolam por via intramuscular como pré-medicação.
A administração intravenosa de Midazolam diminui a concentração alveolar mínima do halotano necessária para anestesia3 geral. Esta diminuição corresponde com a dose de Midazolam administrada.
Embora a possibilidade de efeitos interativos menores não terem sido estudados completamente, Midazolam e pancurônio, foram utilizados concomitantemente sem notificações clínicas significantes de alteração na dose, no início ou duração do efeito.
O Midazolam não previne contra alterações circulatórias características notadas após a administração de succinilcolina ou pancurônio e não previne contra o aumento de pressão intracranial notada após administração da succinilcolina.
O Midazolam não causa alterações clinicamente significantes na dose, início e duração do efeito numa dose única de succinilcolina para intubação.
Interações adversas não significativos tem sido observadas com pré-medicação normalmente usadas ou com drogas usadas durante anestesia3 e cirurgia (incluindo atropina, escopolamina, glicopirrolato, diazepam, hidroxizina, d-tubocurarina, succinilcolina e relaxante muscular não despolarizante) ou anestésico local tópico4 ( incluindo lidocaína, cloridrato de diclorina e cetocaína).
É necessário atenção quando Midazolam é administrado em pacientes que receberam eritromicina pois pode resultar na diminuição do clearance plasmático do Midazolam
O clearance do Midazolam e de certos outros benzodiazepínicos podem retardar, com a administração concomitante de cimetidina (mas não ranitidina). Não é claro o significado clínico dessa interação.
Antes de consumir qualquer medicamento, consulte seu médico (http://www.catalogo.med.br).

Complementos

1 Neurolépticos: Medicamento que exerce ação calmante sobre o sistema nervoso, tranquilizante, psicoléptico.
2 Analgésicos: Grupo de medicamentos usados para aliviar a dor. As drogas analgésicas incluem os antiinflamatórios não-esteróides (AINE), tais como os salicilatos, drogas narcóticas como a morfina e drogas sintéticas com propriedades narcóticas, como o tramadol.
3 Anestesia: Diminuição parcial ou total da sensibilidade dolorosa. Pode ser induzida por diferentes medicamentos ou ser parte de uma doença neurológica.
4 Tópico: Referente a uma área delimitada. De ação limitada à mesma. Diz-se dos medicamentos de uso local, como pomadas, loções, pós, soluções, etc.

Tem alguma dúvida sobre INTERAÇÕES MEDICAMENTOSAS DORMIRE 50MG - CX C/5AMP X 10ML?

Pergunte diretamente a um especialista

Sua pergunta será enviada aos especialistas do CatalogoMed, veja as dúvidas já respondidas.