INFORMAÇÕES AO PACIENTE FILGRASTIM

Atualizado em 28/05/2016

Ação esperada do medicamento: FILGRASTIM (filgrastim) é um estimulante do sangue1 que auxilia
a produção de células2 brancas sanguíneas, estando indicado na redução da duração e da incidência3
da neutropenia4 febril (redução de células2 brancas associadas à febre5) nos pacientes com neoplasias6
não mielóides tratadas com quimioterapia7 citotóxica.
FILGRASTIM (filgrastim) aumenta consideravelmente o número de células2 brancas chamadas
neutrófilos8 no sangue1 periférico 24 h após sua administração.
Cuidados de armazenamento: FILGRASTIM (filgrastim) deve ser armazenado sob refrigeração,
entre 2º e 8ºC e não deve ser congelado. Fora da geladeira, o produto é estável por até sete dias à
temperatura ambiente (entre 15°C e 30°C); os frascos que tiverem sido congelados não devem
ser utilizados.
Prazo de validade: Desde que obedecidos os cuidados de armazenamento, o produto apresenta
prazo de validade de 24 meses a partir da data de fabricação. Não utilize o produto após o vencimento
do prazo de validade.
Gravidez9 e lactação10: Informe seu médico a ocorrência de gravidez9 na vigência do tratamento ou
após o seu término. Informar ao médico se está amamentando.
Não é conhecido se filgrastim é excretado no leite materno. A administração durante a amamentação11
não é recomendada.
ESTE MEDICAMENTO NÃO DEVE SER UTILIZADO POR MULHERES GRÁVIDAS SEM
ORIENTAÇÃO MÉDICA OU DO CIRURGIÃODENTISTA.
Cuidados de administração: O material diluído, assim como todo medicamento de uso parenteral,
deve ser inspecionado e revisado antes da aplicação, principalmente quanto à presença de partículas.
Siga a orientação do seu médico, respeitando sempre os horários, as doses e a duração do tratamento.
Os frascos-ampolas de FILGRASTIM (filgrastim) são para dose única.
As diluições de FILGRASTIM (filgrastim) não devem ser preparadas mais de 24 hs antes de
sua administração, e devem ser conservadas em geladeira (entre 2°C e 8°C).
Interrupção do tratamento: Para ser eficaz, este produto deve ser utilizado seguindo todas as recomendações
de seu médico, principalmente quanto ao modo de usar e duração do tratamento. Não
interromper o tratamento sem o conhecimento do seu médico.
Reações adversas: Informe seu médico o aparecimento de reações desagradáveis. A reação mais
freqüente é a dor nos músculos12 e ossos, que é aliviada com o uso de analgésicos13 clássicos. Ardor14
leve a moderado ao urinar é menos freqüente.
Ocasionalmente pode ocorrer uma diminuição temporária da pressão arterial15, no entanto, não
requer tratamento.
TODO MEDICAMENTO DEVE SER MANTIDO

FORA DO ALCANCE DAS CRIANÇAS.

Ingestão concomitante com outras substâncias: A segurança e eficácia de filgrastim administrado
no mesmo dia que a quimioterapia7 não foram estabelecidas.
Avise seu médico se você utiliza algum medicamento a base de lítio.
Contra-indicações e precauções: Informe seu médico sobre qualquer medicamento que esteja
usando, antes do inicio, ou durante o tratamento.
Este medicamento não deve ser administrado a pacientes alérgicos ao filgrastim ou aos demais
componentes da fórmula.
Avise seu médico se você possui alguma doença do sangue1 ou problemas de pele16 como psoríase17.
Este medicamento algumas vezes é usado para auxiliar a prevenção de infecções18 durante o tratamento
do câncer19. Se você achar que tem um processo infeccioso, ou apresentar febre5, avise seu
médico imediatamente. Alguns sinais20 de infecção21 são febre5, calafrios22, cansaço, fraqueza ou dor de
garganta23.
NÃO TOME REMÉDIO SEM O CONHECIMENTO DO SEU MÉDICO. PODE SER PERIGOSO PARA

A SUA SAÚDE24.
Antes de consumir qualquer medicamento, consulte seu médico (http://www.catalogo.med.br).

Complementos

1 Sangue: O sangue é uma substância líquida que circula pelas artérias e veias do organismo. Em um adulto sadio, cerca de 45% do volume de seu sangue é composto por células (a maioria glóbulos vermelhos, glóbulos brancos e plaquetas). O sangue é vermelho brilhante, quando oxigenado nos pulmões (nos alvéolos pulmonares). Ele adquire uma tonalidade mais azulada, quando perde seu oxigênio, através das veias e dos pequenos vasos denominados capilares.
2 Células: Unidades (ou subunidades) funcionais e estruturais fundamentais dos organismos vivos. São compostas de CITOPLASMA (com várias ORGANELAS) e limitadas por uma MEMBRANA CELULAR.
3 Incidência: Medida da freqüência em que uma doença ocorre. Número de casos novos de uma doença em um certo grupo de pessoas por um certo período de tempo.
4 Neutropenia: Queda no número de neutrófilos no sangue abaixo de 1000 por milímetro cúbico. Esta é a cifra considerada mínima para manter um sistema imunológico funcionando adequadamente contra os agentes infecciosos mais freqüentes. Quando uma pessoa neutropênica apresenta febre, constitui-se uma situação de 밻mergência infecciosa.
5 Febre: É a elevação da temperatura do corpo acima dos valores normais para o indivíduo. São aceitos como valores de referência indicativos de febre: temperatura axilar ou oral acima de 37,5캜 e temperatura retal acima de 38캜. A febre é uma reação do corpo contra patógenos.
6 Neoplasias: Termo que denomina um conjunto de doenças caracterizadas pelo crescimento anormal e em certas situações pela invasão de órgãos à distância (metástases). As neoplasias mais frequentes são as de mama, cólon, pele e pulmões.
7 Quimioterapia: Método que utiliza compostos químicos, chamados quimioterápicos, no tratamento de doenças causadas por agentes biológicos. Quando aplicada ao câncer, a quimioterapia é chamada de quimioterapia antineoplásica ou quimioterapia antiblástica.
8 Neutrófilos: Leucócitos granulares que apresentam um núcleo composto de três a cinco lóbulos conectados por filamenos delgados de cromatina. O citoplasma contém grânulos finos e inconspícuos que coram-se com corantes neutros.
9 Gravidez: Condição de ter um embrião ou feto em desenvolvimento no trato reprodutivo feminino após a união de ovo e espermatozóide.
10 Lactação: Fenômeno fisiológico neuro-endócrino (hormonal) de produção de leite materno pela puérpera no pós-parto; independente dela estar ou não amamentando.Toda mulher após o parto tem produção de leite - lactação; mas, infelizmente nem todas amamentam.
11 Amamentação: Ato da nutriz dar o peito e o lactente mamá-lo diretamente. É um fenômeno psico-sócio-cultural. Dar de mamar a; criar ao peito; aleitar; lactar... A amamentação é uma forma de aleitamento, mas há outras formas.
12 Músculos: Tecidos contráteis que produzem movimentos nos animais.
13 Analgésicos: Grupo de medicamentos usados para aliviar a dor. As drogas analgésicas incluem os antiinflamatórios não-esteróides (AINE), tais como os salicilatos, drogas narcóticas como a morfina e drogas sintéticas com propriedades narcóticas, como o tramadol.
14 Ardor: 1. Calor forte, intenso. 2. Mesmo que ardência. 3. Qualidade daquilo que fulge, que brilha. 4. Amor intenso, desejo concupiscente, paixão.
15 Pressão arterial: A relação que define a pressão arterial é o produto do fluxo sanguíneo pela resistência. Considerando-se a circulação como um todo, o fluxo total é denominado débito cardíaco, enquanto a resistência é denominada de resistência vascular periférica total.
16 Pele: Camada externa do corpo, que o protege do meio ambiente. Composta por DERME e EPIDERME.
17 Psoríase: Doença imunológica caracterizada por lesões avermelhadas com descamação aumentada da pele dos cotovelos, joelhos, couro cabeludo e costas juntamente com alterações das unhas (unhas em dedal). Evolui através do tempo com melhoras e pioras, podendo afetar também diferentes articulações.
18 Infecções: Doença produzida pela invasão de um germe (bactéria, vírus, fungo, etc.) em um organismo superior. Como conseqüência da mesma podem ser produzidas alterações na estrutura ou funcionamento dos tecidos comprometidos, ocasionando febre, queda do estado geral, e inúmeros sintomas que dependem do tipo de germe e da reação imunológica perante o mesmo.
19 Câncer: Crescimento anormal de um tecido celular capaz de invadir outros órgãos localmente ou à distância (metástases).
20 Sinais: São alterações percebidas ou medidas por outra pessoa, geralmente um profissional de saúde, sem o relato ou comunicação do paciente. Por exemplo, uma ferida.
21 Infecção: Doença produzida pela invasão de um germe (bactéria, vírus, fungo, etc.) em um organismo superior. Como conseqüência da mesma podem ser produzidas alterações na estrutura ou funcionamento dos tecidos comprometidos, ocasionando febre, queda do estado geral, e inúmeros sintomas que dependem do tipo de germe e da reação imunológica perante o mesmo.
22 Calafrios: 1. Conjunto de pequenas contrações da pele e dos músculos cutâneos ao longo do corpo, muitas vezes com tremores fortes e palidez, que acompanham uma sensação de frio provocada por baixa temperatura, má condição orgânica ou ainda por medo, horror, nojo, etc. 2. Sensação de frio e tremores fortes, às vezes com bater de dentes, que precedem ou acompanham acessos de febre.
23 Garganta: Tubo fibromuscular em forma de funil, que leva os alimentos ao ESÔFAGO e o ar à LARINGE e PULMÕES. Situa-se posteriormente à CAVIDADE NASAL, à CAVIDADE ORAL e à LARINGE, extendendo-se da BASE DO CRÂNIO à borda inferior da CARTILAGEM CRICÓIDE (anteriormente) e à borda inferior da vértebra C6 (posteriormente). É dividida em NASOFARINGE, OROFARINGE e HIPOFARINGE (laringofaringe).
24 Saúde: 1. Estado de equilíbrio dinâmico entre o organismo e o seu ambiente, o qual mantém as características estruturais e funcionais do organismo dentro dos limites normais para sua forma de vida e para a sua fase do ciclo vital. 2. Estado de boa disposição física e psíquica; bem-estar. 3. Brinde, saudação que se faz bebendo à saúde de alguém. 4. Força física; robustez, vigor, energia.

Tem alguma dvida sobre INFORMAÇÕES AO PACIENTE FILGRASTIM?

Pergunte diretamente a um especialista

Sua pergunta ser enviada aos especialistas do CatalogoMed, veja as dvidas j respondidas.