REAÇÕES ADVERSAS FILGRASTIM

Atualizado em 28/05/2016

As reações adversas mais freqüentes atribuídas a filgrastim, após aplicação das doses
recomendadas, consistiram em dor musculoesquelética leve a moderada em cerca de 10%
dos pacientes e intensa em cerca de 3%. Em geral, a dor responde a analgésicos1 comuns.
Efeitos adversos menos freqüentes incluem anormalidades urinárias, predominantemente
disúria2 leve a moderada. A administração de filgrastim nas doses recomendadas produziu
um aumento reversível e dose-dependente, em geral leve a moderado, na desidrogenase
láctica3, fosfatase alcalina4, ácido úrico sérico e gama-glutamil transferase. Hipotensão5 transitória,
sem necessidade de tratamento clínico, foi ocasionalmente relatada.
Nos estudos clínicos randomizados e controlados com placebo6, filgrastim não aumentou
a incidência7 de reações adversas associadas à quimioterapia8 citotóxica. Os eventos adversos
que ocorreram com a mesma freqüência em pacientes tratados com filgrastim / quimioterapia8
e placebo6 / quimioterapia8 consistiram em náuseas9 e vômitos10, alopecia11, diarréia12,
fadiga13, anorexia14, mucosite15, cefaléia16, tosse, erupções cutâneas17, dor torácica, debilidade
generalizada, dor faríngea, obstipação18 intestinal e dor não específica.
Esporadicamente foram observados problemas vasculares19 do tipo veno-oclusivo e
alteração do volume dos fluidos corporais em pacientes tratados com quimioterapia8 em doses
altas seguida de transplante autólogo de medula óssea20, entretanto não foi possível estabelecer
uma relação causal com filgrastim.
Antes de consumir qualquer medicamento, consulte seu médico (http://www.catalogo.med.br).

Complementos

1 Analgésicos: Grupo de medicamentos usados para aliviar a dor. As drogas analgésicas incluem os antiinflamatórios não-esteróides (AINE), tais como os salicilatos, drogas narcóticas como a morfina e drogas sintéticas com propriedades narcóticas, como o tramadol.
2 Disúria: Dificuldade para urinar. Pode produzir ardor, dor, micção intermitente, etc. Em geral corresponde a uma infecção urinária.
3 Láctica: Diz-se de ou ácido usado como acidulante e intermediário químico; lática.
4 Fosfatase alcalina: É uma hidrolase, ou seja, uma enzima que possui capacidade de retirar grupos de fosfato de uma distinta gama de moléculas, tais como nucleotídeos, proteínas e alcaloides. Ela é sintetizada por diferentes órgãos e tecidos, como, por exemplo, os ossos, fígado e placenta.
5 Hipotensão: Pressão sanguínea baixa ou queda repentina na pressão sanguínea. A hipotensão pode ocorrer quando uma pessoa muda rapidamente de uma posição sentada ou deitada para a posição de pé, causando vertigem ou desmaio.
6 Placebo: Preparação neutra quanto a efeitos farmacológicos, ministrada em substituição a um medicamento, com a finalidade de suscitar ou controlar as reações, geralmente de natureza psicológica, que acompanham tal procedimento terapêutico.
7 Incidência: Medida da freqüência em que uma doença ocorre. Número de casos novos de uma doença em um certo grupo de pessoas por um certo período de tempo.
8 Quimioterapia: Método que utiliza compostos químicos, chamados quimioterápicos, no tratamento de doenças causadas por agentes biológicos. Quando aplicada ao câncer, a quimioterapia é chamada de quimioterapia antineoplásica ou quimioterapia antiblástica.
9 Náuseas: Vontade de vomitar. Forma parte do mecanismo complexo do vômito e pode ser acompanhada de sudorese, sialorréia (salivação excessiva), vertigem, etc .
10 Vômitos: São a expulsão ativa do conteúdo gástrico pela boca. Podem ser classificados em: alimentar, fecalóide, biliar, em jato, pós-prandial. Sinônimo de êmese. Os medicamentos que agem neste sintoma são chamados de antieméticos.
11 Alopécia: Redução parcial ou total de pêlos ou cabelos em uma determinada área de pele. Ela apresenta várias causas, podendo ter evolução progressiva, resolução espontânea ou ser controlada com tratamento médico. Quando afeta todos os pêlos do corpo, é chamada de alopécia universal.
12 Diarréia: Aumento do volume, freqüência ou quantidade de líquido nas evacuações.Deve ser a manifestação mais freqüente de alteração da absorção ou transporte intestinal de substâncias, alterações estas que em geral são devidas a uma infecção bacteriana ou viral, a toxinas alimentares, etc.
13 Fadiga: 1. Sensação de enfraquecimento resultante de esforço físico. 2. Trabalho cansativo. 3. Redução gradual da resistência de um material ou da sensibilidade de um equipamento devido ao uso continuado.
14 Anorexia: Perda do apetite ou do desejo de ingerir alimentos.
15 Mucosite: Inflamação de uma membrana mucosa, produzida por uma infecção ou lesão secundária à radioterapia, quimioterapia, carências nutricionais, etc.
16 Cefaleia: Sinônimo de dor de cabeça. Este termo engloba todas as dores de cabeça existentes, ou seja, enxaqueca ou migrânea, cefaleia ou dor de cabeça tensional, cefaleia cervicogênica, cefaleia em pontada, cefaleia secundária a sinusite, etc... são tipos dentro do grupo das cefaleias ou dores de cabeça. A cefaleia tipo tensional é a mais comum (acomete 78% da população), seguida da enxaqueca ou migrânea (16% da população).
17 Cutâneas: Que dizem respeito à pele, à cútis.
18 Obstipação: Prisão de ventre ou constipação rebelde.
19 Vasculares: Relativo aos vasos sanguíneos do organismo.
20 Medula Óssea: Tecido mole que preenche as cavidades dos ossos. A medula óssea apresenta-se de dois tipos, amarela e vermelha. A medula amarela é encontrada em cavidades grandes de ossos grandes e consiste em sua grande maioria de células adiposas e umas poucas células sangüíneas primitivas. A medula vermelha é um tecido hematopoiético e é o sítio de produção de eritrócitos e leucócitos granulares. A medula óssea é constituída de um rede, em forma de treliça, de tecido conjuntivo, contendo fibras ramificadas e preenchida por células medulares.

Tem alguma dvida sobre REAÇÕES ADVERSAS FILGRASTIM?

Pergunte diretamente a um especialista

Sua pergunta ser enviada aos especialistas do CatalogoMed, veja as dvidas j respondidas.