INTERAÇÕES MEDICAMENTOSAS FILGRASTIM

Atualizado em 28/05/2016
A segurança e eficácia de filgrastim administrado no mesmo dia que a quimioterapia1 citotóxica
mielossupressiva não foram estabelecidas.
Considerando a sensibilidade das células mielóides2 de rápida divisão à quimioterapia1
citotóxica mielossupressora, o uso de filgrastim não é recomendado no período de 24
horas antes e 24 horas após a quimioterapia1.
Possíveis interações com outros fatores de crescimento e citocinas3 não foram ainda investigados
em estudos clínicos.
Não foi bem avaliada a interação de filgrastim com outras substâncias, porém medicamentos
que podem potencializar a liberação de neutrófilos4, como o lítio, devem ser utilizados com
cautela.
Antes de consumir qualquer medicamento, consulte seu médico (http://www.catalogo.med.br).

Complementos

1 Quimioterapia: Método que utiliza compostos químicos, chamados quimioterápicos, no tratamento de doenças causadas por agentes biológicos. Quando aplicada ao câncer, a quimioterapia é chamada de quimioterapia antineoplásica ou quimioterapia antiblástica.
2 Células Mielóides: Classes de células do sangue provenientes da MEDULA ÓSSEA, série monocítica (MONÓCITOS e seus precursores) e série granulocítica (GRANULÓCITOS e seus precursores).
3 Citocinas: Citoquina ou citocina é a designação genérica de certas substâncias segregadas por células do sistema imunitário que controlam as reações imunes do organismo.
4 Neutrófilos: Leucócitos granulares que apresentam um núcleo composto de três a cinco lóbulos conectados por filamenos delgados de cromatina. O citoplasma contém grânulos finos e inconspícuos que coram-se com corantes neutros.

Tem alguma dvida sobre INTERAÇÕES MEDICAMENTOSAS FILGRASTIM?

Pergunte diretamente a um especialista

Sua pergunta ser enviada aos especialistas do CatalogoMed, veja as dvidas j respondidas.