INDICAÇÕES DIPRIVAN 1% E 2%

Atualizado em 28/05/2016

DIPRIVAN é um agente anestésico intravenoso de curta ação, adequado para indução e manutenção de anestesia1 geral em procedimentos cirúrgicos.

DIPRIVAN pode também ser usado para a sedação2 de pacientes adultos ventilados que estejam recebendo cuidados de terapia intensiva3.

DIPRIVAN pode também ser usado para sedação2 consciente para procedimentos cirúrgicos e de diagnóstico4.

- CONTRA-INDICAÇÕES


DIPRIVAN é contra-indicado:

em pacientes com hipersensibilidade conhecida a qualquer componente de sua fórmula;

para sedação2 em crianças com menos de 3 anos de idade com infecção5 grave do trato

respiratório, recebendo tratamento intensivo; para sedação2 de crianças de todas as idades com

difteria6 ou epiglotite recebendo tratamento intensivo (ver item Advertências).

Antes de consumir qualquer medicamento, consulte seu médico (http://www.catalogo.med.br).

Complementos

1 Anestesia: Diminuição parcial ou total da sensibilidade dolorosa. Pode ser induzida por diferentes medicamentos ou ser parte de uma doença neurológica.
2 Sedação: 1. Ato ou efeito de sedar. 2. Aplicação de sedativo visando aliviar sensação física, por exemplo, de dor. 3. Diminuição de irritabilidade, de nervosismo, como efeito de sedativo. 4. Moderação de hiperatividade orgânica.
3 Terapia intensiva: Tratamento para diabetes no qual os níveis de glicose são mantidos o mais próximo do normal possível através de injeções freqüentes ou uso de bomba de insulina, planejamento das refeições, ajuste em medicamentos hipoglicemiantes e exercícios baseados nos resultados de testes de glicose além de contatos freqüentes entre o diabético e o profissional de saúde.
4 Diagnóstico: Determinação de uma doença a partir dos seus sinais e sintomas.
5 Infecção: Doença produzida pela invasão de um germe (bactéria, vírus, fungo, etc.) em um organismo superior. Como conseqüência da mesma podem ser produzidas alterações na estrutura ou funcionamento dos tecidos comprometidos, ocasionando febre, queda do estado geral, e inúmeros sintomas que dependem do tipo de germe e da reação imunológica perante o mesmo.
6 Difteria: Doença infecto-contagiosa que afeta as vias respiratórias superiores, caracterizada pela produção de uma falsa membrana na garganta como resultado da ação de uma toxina bacteriana. Este microorganismo é denominado Corinebacterium difteriae, e é capaz de produzir doença neurológica e cardíaca também.Atualmente, está disponível uma vacina eficiente (a tríplice ou DPT) para esta doença, que tem tornado-se rara.

Tem alguma dvida sobre INDICAÇÕES DIPRIVAN 1% E 2%?

Pergunte diretamente a um especialista

Sua pergunta ser enviada aos especialistas do CatalogoMed, veja as dvidas j respondidas.