GRAVIDEZ E LACTAÇÃO CLORIDRATO DE PAROXETINA

Atualizado em 28/05/2016
Embora os estudos em animais não tenham demonstrado quaisquer efeitos teratogênico1 ou embriotóxico seletivo, a segurança de cloridrato de paroxetina na gravidez2 humana ainda não foi estabelecida; portanto, o medicamento não deve ser usado durante a gravidez2 ou em mulheres que estejam amamentando, a não ser que, na opinião do médico, os benefícios potenciais justifiquem os possíveis riscos.
Antes de consumir qualquer medicamento, consulte seu médico (http://www.catalogo.med.br).

Complementos

1 Teratogênico: Agente teratogênico ou teratógeno é tudo aquilo capaz de produzir dano ao embrião ou feto durante a gravidez. Estes danos podem se refletir como perda da gestação, malformações ou alterações funcionais ou ainda distúrbios neurocomportamentais, como retardo mental.
2 Gravidez: Condição de ter um embrião ou feto em desenvolvimento no trato reprodutivo feminino após a união de ovo e espermatozóide.

Tem alguma dvida sobre GRAVIDEZ E LACTAÇÃO CLORIDRATO DE PAROXETINA?

Pergunte diretamente a um especialista

Sua pergunta ser enviada aos especialistas do CatalogoMed, veja as dvidas j respondidas.