ADVERTÊNCIAS CLORIDRATO DE VANCOMICINA

Atualizado em 28/05/2016

A INFUSÃO RÁPIDA POR BOLUS1 DE DOSE ÚNICA (POR EX.: EM POUCOS MINUTOS) PODE PROVOCAR UMA HIPOTENSÃO2 EXAGERADA, INCLUINDO CHOQUE3 E RARAMENTE PARADA CARDÍACA.

O CLORIDRATO DE VANCOMICINA DEVE SER ADMINISTRADO EM UMA SOLUÇÃO DILUÍDA, POR UM PERÍODO DE NÃO MENOS QUE 60 MINUTOS, PARA EVITAR REAÇÕES RELACIONADAS COM INFUSÃO RÁPIDA. INTERROMPENDO-SE A INFUSÃO, ESSAS REAÇÕES GERALMENTE CESSAM PRONTAMENTE.

TEM OCORRIDO OTOTOXICIDADE4 TRANSITÓRIA OU PERMANENTE EM PACIENTES RECEBENDO CLORIDRATO DE VANCOMICINA , SENDO RELATADA NA MAIORIA DAS VEZES EM PACIENTES QUE RECEBERAM DOSES EXCESSIVAS, QUE TINHAM ALGUM PROBLEMA DE PERDA DE AUDIÇÃO OU QUE ESTAVAM RECEBENDO TERAPIA CONCOMITANTE COM UMA DROGA OTOTÓXICA, TAL COMO UM AMINOGLICOSÍDEO.

O CLORIDRATO DE VANCOMICINA DEVE SER USADO COM CUIDADO EM PACIENTES COM DOENÇA RENAL5, POIS O RISCO DE TOXICIDADE6 É AUMENTADO APRECIAVELMENTE POR CONCENTRAÇÕES SANGÜÍNEAS ALTAS E PROLONGADAS. A DOSE DE CLORIDRATO DE VANCOMICINA DEVE SER AJUSTADA PARA PACIENTES7 COM INSUFICIÊNCIA RENAL8.

TEM SIDO REPORTADA COLITE9 PSEUDOMEMBRANOSA PRATICAMENTE COM TODOS OS ANTIBIÓTICOS DE AMPLO ESPECTRO (INCLUINDO MACROLÍDEOS, PENICILINAS SEMI-SINTÉTICAS E CEFALOSPORINAS); PORTANTO É IMPORTANTE CONSIDERAR SEU DIAGNÓSTICO10 EM PACIENTES QUE DESENVOLVEM DIARRÉIA11, ASSOCIADA COM O USO DE ANTIBIÓTICOS. TAIS COLITES PODEM VARIAR QUANTO À GRAVIDADE DE LEVE A RISCO DE VIDA. OS CASOS LEVES DE COLITE9 PSEUDOMEMBRANOSA RESPONDEM NORMALMENTE À INTERRUPÇÃO DA DROGA. EM CASOS DE MODERADO A GRAVE, DEVEM SER ADOTADAS MEDIDAS APROPRIADAS.

Antes de consumir qualquer medicamento, consulte seu médico (http://www.catalogo.med.br).

Complementos

1 Bolus: Uma quantidade extra de insulina usada para reduzir um aumento inesperado da glicemia, freqüentemente relacionada a uma refeição rápida.
2 Hipotensão: Pressão sanguínea baixa ou queda repentina na pressão sanguínea. A hipotensão pode ocorrer quando uma pessoa muda rapidamente de uma posição sentada ou deitada para a posição de pé, causando vertigem ou desmaio.
3 Choque: 1. Estado de insuficiência circulatória a nível celular, produzido por hemorragias graves, sepse, reações alérgicas graves, etc. Pode ocasionar lesão celular irreversível se a hipóxia persistir por tempo suficiente. 2. Encontro violento, com impacto ou abalo brusco, entre dois corpos. Colisão ou concussão. 3. Perturbação brusca no equilíbrio mental ou emocional. Abalo psíquico devido a uma causa externa.
4 Ototoxicidade: Dano causado aos sistemas coclear e/ou vestibular resultante de exposição a substâncias químicas.
5 Renal: Relacionado aos rins. Uma doença renal é uma doença dos rins. Insuficiência renal significa que os rins pararam de funcionar.
6 Toxicidade: Capacidade de uma substância produzir efeitos prejudiciais ao organismo vivo.
7 Para pacientes: Você pode utilizar este texto livremente com seus pacientes, inclusive alterando-o, de acordo com a sua prática e experiência. Conheça todos os materiais Para Pacientes disponíveis para auxiliar, educar e esclarecer seus pacientes, colaborando para a melhoria da relação médico-paciente, reunidos no canal Para Pacientes . As informações contidas neste texto são baseadas em uma compilação feita pela equipe médica da Centralx. Você deve checar e confirmar as informações e divulgá-las para seus pacientes de acordo com seus conhecimentos médicos.
8 Insuficiência renal: Condição crônica na qual o corpo retém líquido e excretas pois os rins não são mais capazes de trabalhar apropriadamente. Uma pessoa com insuficiência renal necessita de diálise ou transplante renal.
9 Colite: Inflamação da porção terminal do cólon (intestino grosso). Pode ser devido a infecções intestinais (a causa mais freqüente), ou a processos inflamatórios diversos (colite ulcerativa, colite isquêmica, colite por radiação, etc.).
10 Diagnóstico: Determinação de uma doença a partir dos seus sinais e sintomas.
11 Diarréia: Aumento do volume, freqüência ou quantidade de líquido nas evacuações.Deve ser a manifestação mais freqüente de alteração da absorção ou transporte intestinal de substâncias, alterações estas que em geral são devidas a uma infecção bacteriana ou viral, a toxinas alimentares, etc.

Tem alguma dúvida sobre ADVERTÊNCIAS CLORIDRATO DE VANCOMICINA?

Pergunte diretamente a um especialista

Sua pergunta será enviada aos especialistas do CatalogoMed, veja as dúvidas já respondidas.