MODO DE AÇÃO ECATOR H

Atualizado em 28/05/2016
- ramipril: o ramiprilato, metabólito1 ativo do pró-fármaco2 ramipril inibe a enzima3 dipeptidilcarboxipeptidase I (sinônimos: enzima3 conversora de angiotensina (ECA), cininase II). No plasma4 e tecidos, esta enzima3 catalisa a conversão de angiotensina I em angiotensina II (substância vasoconstritora ativa),assim como o esgotamento da bradicinina5 (substância vasodilatadora ativa).
A redução da formação de angiotensina II e a inibição do esgotamento de bradicinina5 levam à vasodilatação. Como a angiontensina II também estimula a liberação de aldosterona, o ramiprilato promove redução da secreção de aldosterona. O aumento da atividade de bradicinina5 contribui provavelmente, para os efeitos cardioprotetor e endotélio6 protetor observados em estudos com animais.
Ainda não está estabelecida a relação destes efeitos com certas reações adversas (por exemplo: tosse irritativa).
Os inibidores da ECA são eficazes mesmo em pacientes com hipertensão7 e de baixa renina. A resposta média ao inibidor da ECA em monoterapia foi menor em pacientes negros (afrocaribenhos) hipertensos (geralmente população hipertensa de baixa renina) do que em pacientes não negros.
- A hidroclorotiazida é um diurético8 tiazídico. Inibe a reabsorção de sódio e de cloreto no túbulo distal9. A excreção renal10 aumentada destes íons11 é acompanhada pelo aumento do débito urinário12 devido à ligação osmótica13 da água. Ocorre aumento da excreção de potássio e magnésio e diminuição da excreção de ácido úrico. Altas doses resultam em aumento de excreção de bicarbonatos e, em caso de tratamentos prolongados, há diminuição da excreção de cálcio.
Os possíveis mecanismos da ação anti-hipertensiva da hidroclorotiazida podem ser: modificação do balanço sódico, redução do volume aquoso extracelular e do volume plasmático, alteração na resistência vascular14 renal10, bem como resposta reduzida à norepinefrina e angiotensina II.
Antes de consumir qualquer medicamento, consulte seu médico (http://www.catalogo.med.br).

Complementos

1 Metabólito: Qualquer composto intermediário das reações enzimáticas do metabolismo.
2 Fármaco: Qualquer produto ou preparado farmacêutico; medicamento.
3 Enzima: Proteína produzida pelo organismo que gera uma reação química. Por exemplo, as enzimas produzidas pelo intestino que ajudam no processo digestivo.
4 Plasma: Parte que resta do SANGUE, depois que as CÉLULAS SANGÜÍNEAS são removidas por CENTRIFUGAÇÃO (sem COAGULAÇÃO SANGÜÍNEA prévia).
5 Bradicinina: É um polipeptídio plasmático que tem função vasodilatadora e que se forma em resposta à presença de toxinas ou ferimentos no organismo.
6 Endotélio: Camada de células que reveste interiormente os vasos sanguíneos e os vasos linfáticos.
7 Hipertensão: Condição presente quando o sangue flui através dos vasos com força maior que a normal. Também chamada de pressão alta. Hipertensão pode causar esforço cardíaco, dano aos vasos sangüíneos e aumento do risco de um ataque cardíaco, derrame ou acidente vascular cerebral, além de problemas renais e morte.
8 Diurético: Grupo de fármacos que atuam no rim, aumentando o volume e o grau de diluição da urina. Eles depletam os níveis de água e cloreto de sódio sangüíneos. São usados no tratamento da hipertensão arterial, insuficiência renal, insuficiência cardiaca ou cirrose do fígado. Há dois tipos de diuréticos, os que atuam diretamente nos túbulos renais, modificando a sua atividade secretora e absorvente; e aqueles que modificam o conteúdo do filtrado glomerular, dificultando indiretamente a reabsorção da água e sal.
9 Distal: 1. Que se localiza longe do centro, do ponto de origem ou do ponto de união. 2. Espacialmente distante; remoto. 3. Em anatomia geral, é o mais afastado do tronco (diz-se de membro) ou do ponto de origem (diz-se de vasos ou nervos). Ou também o que é voltado para a direção oposta à cabeça. 4. Em odontologia, é o mais distante do ponto médio do arco dental.
10 Renal: Relacionado aos rins. Uma doença renal é uma doença dos rins. Insuficiência renal significa que os rins pararam de funcionar.
11 Íons: Átomos ou grupos atômicos eletricamente carregados.
12 Débito urinário: É a quantidade de urina eliminada pelos rins em um dado período de tempo. Os rins recebem um fluxo sanguíneo de 1.100 ml/minuto, cerca de 23% do débito cardíaco. A diurese normal significa um débito urinário de 800 a 1.800 ml/24 horas.
13 Osmótica: Relativo à osmose, ou seja, ao fluxo do solvente de uma solução pouco concentrada, em direção a outra mais concentrada, que se dá através de uma membrana semipermeável.
14 Vascular: Relativo aos vasos sanguíneos do organismo.

Tem alguma dvida sobre MODO DE AÇÃO ECATOR H?

Pergunte diretamente a um especialista

Sua pergunta ser enviada aos especialistas do CatalogoMed, veja as dvidas j respondidas.