PRECAUÇÕES LANEXAT

Atualizado em 24/05/2016

Pacientes com traumatismo1 craniano severo (e/ou pressão intracraniana instável) tratados com Lanexat® para reverter os efeitos dos benzodiazepínicos, poderão desenvolver um aumento da pressão intracraniana.

O uso de Lanexat® não é recomendado em pacientes epiléticos, que venham recebendo tratamento
benzodiazepínico por um período prolongado. Apesar de Lanexat® exercer um leve efeito intrínseco
anticonvulsivante, a supressão abrupta dos efeitos protetores de um agonista2 benzodiazepínico, pode levar a quadros de convulsão3 em pacientes epiléticos.

Antes de consumir qualquer medicamento, consulte seu médico (http://www.catalogo.med.br).

Complementos

1 Traumatismo: Lesão produzida pela ação de um agente vulnerante físico, químico ou biológico e etc. sobre uma ou várias partes do organismo.
2 Agonista: 1. Em farmacologia, agonista refere-se às ações ou aos estímulos provocados por uma resposta, referente ao aumento (ativação) ou diminuição (inibição) da atividade celular. Sendo uma droga receptiva. 2. Lutador. Na Grécia antiga, pessoa que se dedicava à ginástica para fortalecer o físico ou como preparação para o serviço militar.
3 Convulsão: Episódio agudo caracterizado pela presença de contrações musculares espasmódicas permanentes e/ou repetitivas (tônicas, clônicas ou tônico-clônicas). Em geral está associada à perda de consciência e relaxamento dos esfíncteres. Pode ser devida a medicamentos ou doenças.

Tem alguma dvida sobre PRECAUÇÕES LANEXAT?

Pergunte diretamente a um especialista

Sua pergunta ser enviada aos especialistas do CatalogoMed, veja as dvidas j respondidas.